Skip to content

<

SaltaDouro - MG08

A cache by MitoriGeikos Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/24/2009
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:






SaltaDouro - MG08

Ponte

Recomenda-se um extremo cuidado nos preparativos e na procura desta cache. 

Se não tiver experiência neste tipo de actividade, não se deve aventurar, assim como nunca a deve tentar fazer sózinho.

Foi colocada durante uma actividade de canyoning, exigindo descidas em rappel. Encontra-se num local alto (cerca de 8 metros), a subida até lá, apesar de não ser preciso equipamento específico, requer o
máximo de precaução.


Água

Cascata

Buraco

Canyoning Rio Saltadouro (Ruivães)

Região, País: Serra da Cabreira/Ruivães Vieira do Minho (Portugal)

Equipamento canyon: O itinerário encontra-se semi-equipado contudo existem boas ancoragens naturais (rochas e árvores).

Material: Aconselha-se uma corda de 50m ou 2x25m, mais corda de socorro, diversas fitas/corda e maillons para abandonar, kit de equipagem e fato de neoprene.

Maior vertical: 25 m.

Dificuldade: v3 a3. Exposição, continuidade: II

Altitude partida: 460 Altitude chegada: 280 m.

Desnível: 180 m.  Extensão: 1550 m.

Tempo de acesso: 15 min.  Tempo de descida: 4 horas.

Tempo de regresso: 45 min a 1 hora.

Período recomendado: Verão.

Regulamentação: Acesso autorizado

Geologia:

Tipo de rocha: Granitos

Geomorfologia: Este canyon caracteriza-se por um vale pouco encaixado, com excepção de um pequeno troço, no entanto não se identificam escapatórias nítidas, embora na sua generalidade seja relativamente fácil sair da zona de escoamento em caso de cheia. O leito do rio desenvolve-se na encosta Norte da Serra da Cabreira e desagua no Rio Cávado que atravessa um vale profundo mas relativamente largo que separa a Serra da Cabreira da Serra do Gerês.

Hidrologia:

O Rio de Saltadouro desagua na Albufeira de Salamonde, que por sua vez alimenta o Rio Cavado.

Qualidade da água: boa e límpida. Temperatura da água: de 12 a 18ºC, dependendo da época do ano e hora do dia.

Explorações Hidroeléctricas e Barragens: Não existem no rio em estudo.

Afluentes: O principal afluente do Rio de Saltadouro é a Corga de Mendo (curso de água que desagua próximo da Ponte Velha). Verificam-se também a existência de outras linhas de água de menor importância no percurso.

Meio ambiente:

Flora: Ao longo das margens do itinerário facilmente se observam carvalhos, pinheiros, teixos e urzes.

Fauna: Ao longo do itinerário facilmente se observa a rã verde (Rana perezi) e a rã ibérica (Rana ibérica).

Acesso:

Para quem vem de Sul seguir pela A1 até ao Porto, depois apanhar a A3 que liga Porto a Braga e sair em Braga Sul/Celeirós. Está na EN14, na freguesia de Celeirós. Deve sair da EN14 na segunda rotunda, em direcção a Braga, e começar a seguir as indicações de Chaves. Segue então pela EN103, percorrendo cerca de 41 km e passando por localidades como Bom Jesus, Covelas, Pinheiro, Serzedelo, Cerdeirinhas, Ventosa e Salamonde até chegar a Ruivães (entrada para o rio).

A entrada para o rio é em Ruivães, junto à Secção dos Bombeiros Voluntários de Vieira do Minho. Seguir a estrada de pedra (linha de água que segue pela direita, posteriormente atravessa a estrada para a esquerda) em direcção à Ponte Velha de Ruivães (ponte de pedra), deixar a estrada que sobe para a direita e continuar a descer pela esquerda a estrada de pedra até à referida Ponte Velha, primeira opção para a entrada no rio. A segunda opção para entrar no rio é passar a ponte de pedra e imediatamente seguir um trilho pedestre à direita da ponte até encontrar nova ponte (pedestre) sobre um afluente do Saltadouro (Corga de Mendo).

Descrição da descida:

Após entrada no rio e cerca de 10 minutos de caminhada ao longo do leito, o rio inflecte para esquerda, e de seguida surge o primeiro ressalto (3m) de fácil destrepe. De imediato surge o segundo ressalto (8m) também com possibilidade de destrepe pela margem esquerda, onde podemos observar um moinho na margem direita. Seguindo o leito do rio entramos numa zona mais encaixada do rio onde vamos encontrar um ressalto (3m) que antecede duas piscinas, depois encontramos novo ressalto (2m) e de imediato mais uma piscina. Percorrendo ao longo do leito do rio voltamos a entrar numa zona menos encaixada, onde se observam caos de blocos e grandes blocos, e encontramos novo ressalto (8m) com possibilidade de destrepe. Continuando a percorrer pela zona de blocos chegamos a uma piscina que antecede outro ressalto (6m). Avançando um pouco mais por entre grandes blocos encontramos novo ressalto (10m), equipado à direita (2 piton), onde se faz um rapel com cerca de 10 metros. Um pouco mais à frente, o último ressalto (25m), com ancoragem natural (rocha) no centro do leito do rio, onde se faz um rapel com cerca de 25 metros. Após este último obstáculo chegamos à albufeira de Salamonde.

Saída:

Junto à ponte da Albufeira de Salamonde, seguir pela margem esquerda por trilho até este se transformar em estrada de terra batida, percorrer este caminho (sempre a subir) em direcção à estrada N103, atenção quando se perceber da proximidade desta seguir pelo caminho do meio do cruzamento (atenção o caminho da direita, mais plano, termina na povoação de Salamonde).



Rapel1

 

Rapel2

LOCAL DA CACHE (SPOILERS), A SEGUIR A UMA GRANDE CASCATA DO LADO ESQUERDO:

Spoiler

Spoiler1

FONTE

http://www.desnivel.pt/media/pdf/croqui-rio-saltadouro.pdf






Additional Hints (Decrypt)

Ire Fcbvyre. Rkgerzb phvqnqb an qrfpvqn. An znetrz rfdhreqn, an cnerqr qr seragr.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)