Skip to content

Why volcanoes explode? EarthCache

This cache has been locked, but it is available for viewing.
Hidden : 05/19/2009
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1 out of 5

Size: Size:   not chosen (not chosen)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Porque explodem os vulcões?
Why volcanoes explode?
           
         Do ponto de vista humano, os vulcões são a consequência mais dramática e mortal ao arrefecimento do ardente interior do nosso inquieto planeta.

         Muitas foram as catástrofes naturais que ficaram para a história como furações, tornados e sismos que resultaram em mortes mas a força explosiva dos vulcões continua a representar a ameaça mais aterradora. O elemento chave que define o quão perigoso é um vulcão é só um – a fluidez do magma.

Torrente de lava do Mauna Loa / A channel flow from Mauna Loa

         Ao mesmo tempo que o magma a altas temperaturas sobe para a superfície terrestre surgem grandes quantidades de gás. Se o magma for fluido e correr como a água, o gás é facilmente libertado e não surgirão explosões; é nesta categoria que se enquadra o Etna e os vulcões do Havai com a sua marca bem conhecida de enormes torrentes de lava quente vermelho que fluem para baixo ao lado da montanha, como um rio de fogo. Sendo este o principal perigo destes vulcões, tornam-se assim nos menos perigosos uma vez que o caminho do fluxo de magma pode ser facilmente previsível.

         Por outro lado, quando o magma que se eleva no interior dum vulcão é viscoso, pegajoso como o melaço, o gás não é libertado ficando assim retido no interior do vulcão. Ao mesmo tempo que aumenta a quantidade de gás retido no interior do vulcão, sempre aquecido pelas elevadas temperaturas do magma, também aumente a pressão no seu interior podendo resultar em explosões tanto ou mais violentas que várias explosões de armas nucleares. Tal como nos terramotos, as erupções vulcânicas também têm um índice que mede a sua intensidade. É o Índice de Explosão Vulcânica (em inglês, VEI - Volcanic Explosivity Index).

         Sendo muito menos previsível, o perigo é largamente superior neste tipo de vulcões e neles temos na história a explosão na antiga Pompeia, o Monte de Santa Helena e o Toba entre outros.

         Sendo o magma viscoso mais forte, podem ser desenvolvidos vulcões mais altos com paredes com desníveis bastante acentuados – é o formato clássico dum vulcão – mas que pode por vezes conduzir a resultados catastróficos.

         Com o magma a empurrar para cima e para as paredes, este pode-se tornar instável e resultar num deslizamento de terras. É como partir o gargalo duma garrafa de champanhe fortemente agitada, em vez de fazer emergir a rolha de cortiça.

Erupção do Pinatubo de 1991 / Ash plume of Pinatubo during 1991 eruption

         As explosões, de enorme força, neste tipo de vulcões resultam em enormes colunas de cinzas enviadas para a atmosfera e grande nuvens de gás que queimam tudo na sua passagem ao mesmo tempo que são projectadas a grandes distanciam pedras resultantes dos fragmentos da explosão.

         A rigidez do magma depende da quantidade de sílica nele existente que será mais fluido o magma com menos sílica e mais viscoso o magma com maior concentração de sílica. Sendo as rochas dos continentes mais ricas em sílica que o oceano, equivale a dizer que, infelizmente, os vulcões mais explosivos estão quase sempre em terra e, muitas vezes, perto de populações humanas. Por outro lado, os vulcões menos perigosos tendem a existir sob o mar ou em ilhas oceânicas. Globalmente, uma em cada 10 pessoas na Terra vive dentro do alcance de um vulcão activo.

         As coordenadas indicadas levam-no para junto dum modelo de vulcão clássico com cerca de três metros de altura mas que, felizmente, o material expelido pelas suas imprevisíveis explosões é bem mais seguro que o magma dum vulcão real. Neste vulcão, com a devida atenção, poderemos escutar os ruídos do seu interior como que de um vulcão verdadeiro se tratasse e com a mesma paciência e perseverança dum vulcanólogo conseguiremos prever e assistir a explosões de pequena, média e grande magnitude bem semelhantes ás erupções plinianas do Monte de Santa Helena ou do Monte Pinatubo.

             From a human point of view, volcanoes are the most dramatic and deadly consequence of cooling the fiery interior of our restless planet.

         Many were the naturals disasters kept on history like hurricanes, tornadoes and earthquakes that resulted in deaths, but the explosive power of volcanoes remains the most terrifying threat. The key element that defines how dangerous is a volcano is only one - how sticky the magma is.

         While magma at high temperatures emerges to the surface of the Earth, it came out large quantities of gas. If the magma is fluid and run like water, the gas is easily released and no explosion will take place, it’s in this category that fits Etna and the volcanoes of Hawaii with its well known trademark of huge torrents of red hot lava that flowed down the side of the mountain, like a river of fire. This is the major treat of these volcanoes; making it the less dangerous ones because the path of flow of magma can be easily predicted.

         Furthermore, when the rising magma inside a volcano is viscous, sticky like treacle, the gas is not released and thus retained within the volcano. While increasing the amount of gas trapped inside the volcano heated by the high temperatures of magma, also increases the pressure inside it and it can results in explosions so violent, or even more, then many explosions of nuclear weapons. As in earthquakes, volcanic eruptions also have an index that measures its intensity; VEI - Volcanic Explosivity Index.

Erupção Stromboli / Strombolian eruption

         Being much less predictable, the risk is far higher in this type of volcanoes and our history has some violent explosions like the ancient Pompeii, Mount St Helens and Toba among others.

         Being the viscous magma the most stronger one, volcanoes can be developed with high walls with very sharp differences - is the classic format of a volcano - but that can sometimes lead to catastrophic results.

         With the magma to push upwards and the walls, this can become unstable and result in a mudslide. It's like from the neck of a bottle of champagne highly agitated, instead of teasing the cork stopper.

         Explosions of huge power, in this type of volcanoes, results in heights columns of ash into the air and sent large clouds of gas that burns everything in their path while stone fragments resulting from the explosion are projected over long distances.

         The stickiness of magma depends on the amount of silica on it where magma is more fluid with less silica and more viscous with highest concentration of silica. As the rocks of the continents are the richest in silica then the ocean, means that, unfortunately, the most explosive volcanoes are almost always on land, often close to human populations. Moreover, the less dangerous volcanoes tend to be under the sea or on oceanic islands. Overall, one in 10 people on Earth lives within range of an active volcano.

         The given coordinates leads you to classic volcano model with about three meters tall but, fortunately, the material expelled by its unpredictable explosions is much safer than the magma on a real volcano. At this volcano, given a closer attention, you can hear the roar of its interior like it was a true real and dangerouos volcano and, with the same patience and perseverance of a volcanologist, you can watch the explosion of small, medium and large magnitude eruptions similar to the Mount St Helens or Mount Pinatubo plinians.

April 21, 1990 eruption cloud from Redoubt Volcano as viewed to the west from the Kenai Peninsula
           
Como reclamar esta cache?     How can you log the cache?
Para reclamar esta cache como encontrada deverão, antes de escrever o registo de “found”, enviar para o mail do owner uma mensagem respondendo correctamente à seguinte questão:
  • De acordo com as explosões observadas no local, em que tipo de vulcões enquadraria este modelo?
    Justifique a sua resposta.
  • Indique a área ocupada pela plataforma de azulejos onde está inserido o vulcão.
  • Publique juntamente com o seu registo, uma foto sua exibindo o seu GPSr com o vulcão em pano de fundo em erupção na sua máxima magnitude, ou seja com uma explosão superior a um metro de altura.
Se, por qualquer motivo, o vulcão não se encontrar em actividade, então não poderá observar localmente o fenómeno apresentado pelo que convidamo-lo a voltar numa futura oportunidade a fim de concluir a totalidade desta cache com sucesso.
    To claim this cache as found, you should, before writing your "found it" log, send a mail message to the owner by correctly answering the following question:
  • According to the explosions observed in situ, in what type of volcanoes fit this model?
    Justify your answer.
  • Indicate the area occupied by the platform of tiles where the volcano is inserted.
  • Post with your log, a picture of you showing your GPSr with a explosion of the volcano on its maximum magnitude, ie with an explosion more than a meter tall, in the background.
If for any reason, the volcano is not active, then you cannot observe the phenomenon presented locally so we invite you to return at a future opportunity to complete the whole of cache successfully.
Platinum Earthcache Master
Respeitamos completamente as opiniões de cada geocacher.
Se entende que, por qualquer que seja a razão, não deva publicar uma foto sua conforme solicitado, por favor, não se sinta obrigado a faze-lo.
Aprecie o local, compreenda a geologia aqui discutida e, se o desejar, solicite mais informação sobre a mesma, mas não se sinta obrigado a registar o “found” desta cache.
Se o fizer, por favor, respeite os requisitos indicados.
Aguarde que lhe seja concedida autorização de registar o “found” antes de o fazer!
   
We completely respect the opinions of each geocacher.
If you wish, for any reason, not to publish your picture as requested, please do not consider it as a must.
Enjoy the site, understand the geology discussed here and, if you desire, request more information about it, but do not feel obliged to log the "found" of this cache.
If you do, please respect the requirements.
Wait to be granted to log the "found" before you do!!
International Year of Planet Earth 2007-2009 ano internacional do planeta terra
International year of planet earth
Please read the second edition of the PlanetEarth book!

Additional Hints (Decrypt)

CG: Cbqr fre dhnydhre ihypãb. HX: Vg pna or nal ibypnab.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)