Skip to content

This cache has been archived.

Drive-In Team: As regras fizeram com que a cache tivesse sido colocada neste local,e agora não permitiram que fosse deslocada para o local inicialmente idealizado para ela.
Jogo é jogo,e temos de nos guiar pelas regras.
Nova versão já disponível,obrigada a todos os que a visitaram.
R.I.P.

More
<

O tesouro do Senhor D'Além

A cache by catials e Ricardo Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 10/17/2009
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


O tesouro do Senhor D'Além

 



   Reza a história que em 1140 foi recolhido do fundo do rio Douro por pescadores dos Guindais que andavam na apanha do sável um enorme crucifixo, que foi levado para uma ermida da invocação de S. Nicolau que havia no cimo da actual Serra do Pilar (nesse tempo Monte da Meijoeira).
Nessa altura
D. Pedro Rabaldio, o bispo do Porto, mandou construir uma ermida para colocar o Santo Crucifixo num "penedo que está acima do cais", local em que actualmente está a capela do Senhor de Além (cujo nome se deve à sua localização em frente aos Guindais, além-Douro).

   Anos mais tarde mandou-se construir o actual convento da serra do Pilar. O bispo D. Baltazar Limpo ordenou então que as imagens de São Nicolau, de São Bartolomeu e do Senhor Crucificado, que estavam na igreja do extinto convento das Donas Pregaretas de S. Nicolau passassem para a capela do Senhor de Além, que para esse fim tinha sido reformada e ornamentada pelos monges de Grijó.

A 24 de Agosto de 1500 as imagens foram levadas por barcos em procissão pelo rio Douro, seguindo-se as devidas cerimónias.

   Esta "Milagrosa Imagem" era diversas vezes utilizada tanto em "Procissões de Preces", para pedir quer chuva quer o fim de cheias, como em "Procissões de Graças", para agradecer graças concedidas, como a que se fez a 18 de Novembro de 1755 pelo motivo da cidade ter escapado praticamente ilesa ao terramoto que destruiu Lisboa dias antes.

   A imagem do Senhor Crucificado foi certa vez levada ao Porto para que se fizessem as tais preces ad pretendam pluviam (rezar a queda de chuvas). Como era já usual foi conduzida com grande solenidade em procissão pelas ruas da cidade.

Acontece que começou a chover e os cónegos da Sé do Porto recolheram a cruz e não deixaram que a mesma voltasse à sua capela. Instalou-se então um conflito entre o Município, que ordenou que a imagem fosse devolvida, e o Cabido, que não mais deixou sair a imagem da Catedral.

Esse conflito entre vereadores e cónegos arrastou-se durante largos anos.
Por fim, como o prelado mandou erigir no claustro da Sé um altar para a imagem do Senhor de Além, os devotos de Gaia mandaram fazer outra nova imagem e colocaram-na no mesmo lugar em que era venerada a primitiva.
   O novo crucifixo chegou a ser novamente conduzido por motivo de preces em barcos até à foz do Douro, mas os Gaienses nunca mais permitiram que ele voltasse à vizinha cidade.

   Em 1739 cinco frades carmelitas calçados fundaram junto à capela do Senhor D'Além um hospício, que ali funcionou até 1832.
O edifício do hospício foi entretanto vendido e nele chegou a funcionar uma fábrica de louça.
A actual capela foi edificada no lugar da antiga em 1877 e dela, além da "Milagrosa Imagem", há que destacar a talha dourada de grande ornamentação do altar.

   Infelizmente como muito acontece neste nosso Portugal agora tudo está em ruínas, não há santos no altar e parece haver gente a viver no edifício contíguo à capela.

   Esperamos que tenham gostado de conhecer a história deste tesouro abandonado e que desfrutem do local e das vistas.

 

A cache:

 

É um recipiente de tamanho médio que continha inicialmente logbook,caneta,um TB e alguns itens para a troca.

Agradecemos que sejam discretos na procura.

 

 

If you need an English translation please try here (automatic translation) or contact me

Additional Hints (Decrypt)

Whagb nb nmhyrwb / Pybfr gb gur gvyr

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.