Skip to Content

This cache has been archived.

MightyREV: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas.
Relembro a secção das Guidelines sobre a manutenção http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=307#maint :

[quote]Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

A região onde um geocacher é considerado capaz de manter geocaches responsavelmente irá variar de pessoa para pessoa. Um geocacher que anteriormente fez registo de geocaches numa área alargada a partir da sua residência pode ser considerado habilitado a manter uma geocache a 200 milhas (322 Km) de distância. Contudo, alguém cujas actividades de geocaches têm sobretudo estado dentro da distância de 25 milhas (40km) de sua casa não deverá estar preparado para manter uma geocache tão distante de casa. O critério usado nesta situação fica a cargo do revisor da geocache ou pela Groundspeak.

Por causa do esforço requerido para manter uma geocache, por favor coloque geocaches físicas no seu espaço habitual de geocaching e não em sítios para onde costuma viajar. Geocaches colocadas durante viagens não serão muito provavelmente publicadas a menos que possa fornecer um plano de manutenção adequado. Este plano deve permitir uma resposta rápida a problemas reportados, e deverá incluir o Nome de Utilizador de um geocacher local que irá tomar conta dos problemas de manutenção na sua ausência. Alternativamente poderá treinar uma pessoa local para fazer manutenção à geocache. Documente o seu plano de manutenção numa Nota ao Revisor ou na sua página de geocache. Isto deverá incluir a informação contacto da pessoa que irá efectuar a manutenção. A nota irá ser apagada automaticamente aquando da publicação.[/quote]

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me através do mail indicado no meu perfil e refira o GC Code da cache.
Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se de uma nova cache se tratasse, com todas as implicações das Guidelines actuais.

Obrigado

[b] MightyREV [/b]
Geocaching.com Volunteer Geocache Reviewer
Revisor Voluntário em Geocaching.com

[url=http://support.groundspeak.com/index.php]Centro de Ajuda Groundspeak[/url]
[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=340]Trabalhar com o Revisor[/url]
[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77]Como ter uma cache publicada (mais) rapidamente[/url]
[url=http://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx]As Guidelines são regras[/url]

More
<

As Mães de Água

A cache by flavioxavier Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 6/7/2010
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

A ideia desta Wherigo é dar a conhecer o antigo sistema de abastecimento de água da cidade de Braga, As Sete Fontes, através de um passeio guiado por elas.

This Wherigo cache takes you to the old system of water supply for Braga, The Seven Fountains.


fontes gemeas

Setes Fontes

Português

As Sete Fontes faz parte de um sistema de abastecimento de água, construída em meados do século XVIII sob a égide do arcebispo D. José de Bragança, que fornecia água potável à cidade de Braga até à primeira metade do século XX.

Situada nos arredores, do lugar de Areal de Cima, freguesia de São Victor próximo da Geira romana (via XVIII). O uso das fontes deve datar do tempo dos romanos. De facto, até o inicio do sistema de colheita de água no rio Cávado, em 1914, as Sete Fontes foram a principal fonte de abastecimento de água à cidade. Ainda hoje a água é usada para os chafarizes da cidade.

As Sete Fontes são compostas por um conjunto de estruturas que se estende por cerca de 3500 metros com 6 fontes (actualmente existem apenas 6 fontes, porque uma foi destruída para dar espaço para casas) alojadas em Mães de Água e ligadas através de aquedutos que correm à superfície ou em sistemas subterrâneos (minas). O complexo é composto por 14 galerias subterrâneas e de 6 pontos de junção, todo ele construído em pedra.

Respiro

As características mais proeminentes do complexo são chamadas de "Mães de Água". Estas foram construídas no estilo barroco com uma estrutura cilíndrica com uma cúpula abobadada rematada por corrijas circulares e encimadas por pináculos. Cada Mãe de Água é ornamentada por o brasão de armas do padroeiro, sendo que estes nomes não são muito utilizados actualmente. Contando a partir da estrutura em cota mais alta são chamadas: Mina do Dr. Amorim (1752), Mina do Dr. Nozes, Mina do Dr. Sampaio; Mina dos Órfãos (1804) (inscrito Mina dos Orfaons sobre ela), Mina das Freiras, Mina do Dr. Alvim - de Cima, Mina do Dr. Alvim - de baixo (1744) juntamente com a Preta Mina, Mina de Xedas (ou Chedas) . Há também duas formas cilíndricas (ao lado de Mina dos Órfãos e Freiras), estruturas que são os respiros.

Este sistema de abastecimento de água é um exemplar único de engenharia portuguesa do século XVIII que vai desde a concepção das galerias e das câmaras de visita ao desenho do sistema de canalização subterrânea e de superfície seguindo fontes de água e a topografia do vale. A canalização é uma peça trabalho delicado, como pode ser visto no planeamento para que todos os elementos se liguem bem uns aos outros, permitindo o fluxo de água através do sistema.

Do sistema de aquedutos original ainda existem 13 fontes de água com excelente qualidade da água na cidade. Estas ainda são mantidos pela empresa municipal de abastecimento de água. Poderá se afirmar que as Sete Fontes formam um recurso hídrico subterrâneo inestimável, situado dentro da área urbana que, devido às suas características é um importante valor acrescentado, em qualquer plano estratégico para a cidade de Braga. Nomeadamente a água das fontes das praças da cidade Largo do Paço e Largo Carlos Amarante vem de Sete Fontes.

Está classificado, como monumento nacional desde de 29 de Maio de 2003, mas encontra-se ameaçado devido à construção do novo hospital. (fontes: 1 e 2)

English

Sete Fontes (Seven Springs) is part of a water supply system, built in mid-18th century under the aegis of the Archbishop D. José de Bragança, that supplied potable water to the city of Braga until the first half of the 20th century.

Placed in the outskirts, on the site "Areal de Cima" parish of São Victor close to the Roman Geira (route XVIII). The use of the springs might even date back to roman times when Braga was called Bracara Augusta. In fact, until the start up of the water collection system from the Cávado river in 1914 the Sete Fontes were the main source of water supply to the city. Still today water is running through the system.

The "Sete Fontes" complex consists of a cluster structures which stretch over cerca 3500 metres with the 6 springs (currently there are only 6 springs because one was destroyed to give space for houses) housed in "Mãe de agua"'s and connect via aqueducts that runs at surface level or in an underground system ("minas"). The whole is segmented into 14 underground galleries and 6 junction nodes in an ensemble all built in stone.

Caminho

The more prominent features are the commonly called "Mães de Água" (Mothers of Water). These are made in Baroque architecture style as by their cylindrical structure provided with a vaulted dome trimmed by circular cornices and topped with pinnacles. Each "Mães de Água" is ornamented by the coat of arms of the patron. These names of the "Mães de Água" might not be so in widespread use nowadays. Counting from the structure at highest ground they are called (with year stated on them): Mina do Dr. Amorim (1752), Mina do Dr. Nozes, Mina do Dr. Sampaio; Mina dos Órfãos (1804) (it actually says Mina dos Orfaons on it), Mina das Freiras, Mina do Dr. Alvim - de cima, Mina do Dr. Alvim - de baixo (1744) with the closeby Mina Preta, Mina de Xedas (or Chedas as is the more commonly used name). There are also two cylindrical shapes (next to Mina dos Órfãos and Freiras) structures that are called “respiros” ( breaths).

This water supply system is a unique specimen of the 18th century Portuguese engineering ranging from the conception of the galleries and visit chambers; in the system's overall layout in the underground and surface piping following the water sources and the topography of the valley. These piping are delicate pieces of work as seen in the design to make each element fit snugly together. Through them the water flow across branches that can be as much as one hundred metres long between the junction nodes.

Of the original aqueduct system there still are 13 water springs with excellent water quality. These are under still maintained by the municipal water supply company. This conducts periodic analysis of the water's quality, as well as providing two keepers that maintain and clean the system. The Sete Fontes could easily be said to form an invaluable underground water resource located inside the urban area that due to its characteristics is an important added value in any strategic plan for the city of Braga. Notably the water of the fountains of the town squares Largo do Paço and Largo Carlos Amarante's comes from Sete Fontes.

In 2003 the complex was put on the official evaluation list to become a national monument. On May 29 2003 it was by the Minister of Culture classified as national monument. In May 2009 the Ministry of Culture suggested setting up a special protection zone (Zone Protecção Especial - ZPE) around the Sete Fontes. (fontes: 1 e 2)

Cache

Português

Para fazer esta cache tem que obter o cartridge dela.

English

To do this cache must obtain its cartridge.

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

173 Logged Visits

Found it 155     Didn't find it 3     Write note 2     Archive 1     Needs Archived 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 2     Owner Maintenance 3     Post Reviewer Note 2     

View Logbook | View the Image Gallery of 144 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.