Skip to content

O Banho Santo Traditional Geocache

This cache has been archived.

krunu: 5 anos de vida.
Cumpriu a sua missão.
RIP

More
Hidden : 05/30/2010
Difficulty:
1 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


BANHO SANTO
SÃO BARTOLOMEU DO MAR




Banho Santo

Segundo a lenda, todos os anos, no dia 24 de Agosto, o diabo - simbolizado num cão atrelado à imagem de S. Bartolomeu - anda à solta, só voltando ao mar quando anoitece. Por isso, durante o dia, as crianças tomam banho nas águas 'puras' e, sobretudo, gélidas do Atlântico a fim de ser curadas de males como medo, gaguez ou epilepsia.

Além disso, crianças e adultos pegam numa galinha preta ao colo, dão três voltas à igreja de S. Bartolomeu e passam - também três vezes - por baixo do andor florido que se encontra no interior do templo e que à tarde, com o cão atrelado, vai na procissão até à areia, onde é feito o sermão, perante milhares de pessoas que aproveitam para gozar um dia de praia.
Fonte: Wikipédia


"BANHO SANTO E FRANGO PRETO CURAM CRIANÇAS"
Para eliminar medos e doenças nada melhor do que um banho santo que "afaste"até o Diabo. Trata-se de um ritual secular que centenas de crianças cumprem hoje, em São Bartolomeu do Mar, Esposende. Impelidas pelos pais ou por dois banheiros da terra, autênticos "profissionais" deste ritual, as crianças são mergulhadas durante toda a manhã nas águas do Atlântico para afastar efeitos demoníacos como o medo, a gaguez ou a epilepsia.
"Se o banho é santo ou não, não sei. Mas as pessoas continuam a vir cá", brinca José Brás, pedreiro e "profissional" dos banhos em São Bartolomeu do Mar há quase quatro décadas. O mergulho forçado, mas abençoado, custa cinco euros, mas tudo depende do momento. "Uns até dão gorjeta. Outros dizem que vão ali buscar o dinheiro e nunca mais aparecem." Longe vão os tempos em que para se ser banheiro era preciso ter uma licença emitida pela autoridade marítima e em que a "profissão" era apenas exercida por homens ligados ao mar, normalmente sargaceiros. Agora é "cada um por si" e apenas a experiência conta, na altura de lançar os mais pequenos ao mar. Mas a tradição não é só para crianças, "mulheres feitas" também aparecem para apanhar o "banho santo" e curar algum medo antigo.
O banho deve ser dado furando as ondas e sempre em número ímpar, normalmente cinco, sete ou nove vezes, perante os gritos das crianças devido à "surpresa" e, por vezes, à frieza da água. Para que o ritual resulte, crianças, pais e adultos são, ainda, obrigados, antes do banho, a dar três voltas à igreja paroquial, passando por baixo do andor florido de São Bartolomeu, sempre com uma galinha preta ao colo que até pode ser alugada no dia, na comissão de festas. "Até à década de 60 as galinhas eram chocadas e guardadas até à próxima romaria, mas os aviários começaram a fazer rarear as aves pretas e, por isso, para quem não as tem, começou-se a alugar", explicou ao DN António Ribeiro, da comissão de festas.
No final, as galinhas são oferecidas a São Bartolomeu para depois serem leiloadas, revertendo a receita para as despesas da festa. A tradição remonta ao século XVI. À tarde, realiza-se o "agradecimento ao santo" numa imponente procissão.
Fonte: Artigo DN 24/08/2007 - Paulo Julião

A CACHE:
O objectivo desta cache é mostrar-vos a praia onde decorre o Banho Santo. Uma visita ao fim da tarde é recomendada pois o pôr do sol é fantástico.
Aproveitem para disfrutar do barulho que o mar faz nas rochas.

free counters

Additional Hints (Decrypt)

Cbe geáf qb CC

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)