Skip to Content

This cache is temporarily unavailable.

Bitaro: Pelo teor dos últimos registos, parece necessária a intervenção do owner para verificar o estado da geocache.
Até lá, ficará temporariamente inactiva.

Por favor leia atentamente as Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Esta designação serve para geocaches que estão com alguma questão pendente ou um problema temporário por resolver.
Como owner, tem ao dispor quatro soluções possíveis:

  1. Efectuar a manutenção necessária e reactivar a geocache, dentro do prazo estabelecido pelas Linhas de Orientação
  2. Colocar uma nota na geocache com o plano de manutenção, caso esta não possa ocorrer num curto espaço de tempo. Nessa nota deve constar:
    • o prazo em que pretende efectuar a manutenção,
    • o argumento pelo qual o prazo indicado abaixo terá de ser ultrapassado para que fique novamente activa;
  3. Caso não consiga assegurar a manutenção da mesma, pode considerar o processo de adopção por um geocacher local;
  4. Arquivar a geocache se não tiver disponibilidade para assegurar o estado pleno da mesma. Por favor, tenha em consideração que nesta opção é necessário remover a geocache ou os conteúdos da mesma para evitar que se tornem lixo (*geolitter*).

Assim, caso não seja feita manutenção ou indicado um motivo válido pelo qual a geocache deva estar desactivada além do tempo previsto pelas Linhas de Orientação, a mesma será arquivada num prazo de 60 dias.
Relembro que não é possível desarquivar uma geocache que seja arquivada por falta de manutenção.

Obrigado pela colaboração
Bitaro
Community Volunteer Reviewer

Centro de Ajuda
Linhas Orientação

{#8767ead55e2689e0ae0cc46fb3514bb2}

More
<

Bica Santa

A cache by IDILIO49 Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/18/2010
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
3.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

BICA SANTA


Papel importante no imaginário do povo, teve desde cedo a lenda da Bica Santa, uma lenda seiscentista, baseada no aparecimento da Virgem a uns pastorinhos 
que estavam cheios de sede e que por ela haviam chamado. Nesta sequência, a Virgem colocou os pés numa rocha, nela deixou a sua pegada e dela fez brotar um 
caudal de água que deu origem à chamada Bica Santa.

A esta água eram atribuídos poderes miraculosos, que curava homens e animais, conforme relato setecentista publicado nas "Memórias Paroquiais" do Cercal do 
Alentejo: "muitos enfermos bebendo da água da fonte experimentam completas melhoras das suas queixas e os mesmos efeitos faz nos animais que se lavam com 
esta água ou se banham no tanque(...)".

Por este motivo a ela se deslocava grande número de fiéis não só do Cercal, mas também de outras freguesias em solene procissão no dia 15 de Abril de cada 
ano, levando a imagem de Nossa Senhora da Conceição. Um fiel devoto mandou edificar uma fonte e um tanque. 


Desta forma a água da nascente passou a ser considerada milagrosa, começando por se construir apenas uma pequena edícula, com nicho e frontão, e um tanque 
para se banharem homens e animais.
Com o intensificar das romagens ao local, no dia 15 de Abril, a construção foi certamente surgindo, dando origem à pequena ermida ou capela, da mesma 
invocação da matriz, que tem um púlpito exterior principal, sob o qual jorra e corre a água. Actualmente a pegada não é visível, mas está situada no local de 
onde brota a nascente de água. 

Pensa-se que a actual Ermida só tenha sido construída depois de 1758, em estilo tardo-maneirista, de cariz rural e popular, com o orago dedicado a Nossa 
Senhora da Conceição.


Os vestígios arqueológicos recolhidos em escavações realizadas no séc. XIX permitem pensar que a a zona poderá ter sido ocupada já no Neolítico e, sem dúvida 
alguma, na Idade do Bronze e do Ferro e no Período Romano. Tudo indica que os romanos já conhecessem as propriedades curativas destas águas.


O local é palco das Festas da Bica Santa. A Festa da Bica Santa está intimamente relacionada com a lenda Mariana e com a virtude curativa das águas da fonte.
A Festa da Bica Santa celebra-se no segundo domingo de Setembro, partindo o cortejo automóvel junto da Igreja Matriz em direcção à Capela da Bica Santa.
Durante a Festa, celebra-se a eucaristia e, durante a tarde, realiza-se o baile e quermesse, no terreiro junto à Capela.

Este era também o local da nascente, que durante muitos anos, servia água canalizada a toda a população do Cercal. Actualmente devido às novas necessidades a nascente foi deslocalizada mais para cima, sendo no entanto este ainda um dos pontos fulcrais da rede de abastecimento público, com a existência de tanques intermédios e estação de bombagem.

Ainda nos dias de hoje a este local deslocam-se diariamente uma grande quantidade de pessoas com o objectivo de abastecerem de água na fonte. Como a água brotava de um local baixo, existia alguma dificuldade no enchimento do vasilhame e por isto em meados dos anos 90 foi construído um chafariz a uma dezena de metros, do outro lado do tanque, que canaliza a água da fonte e através de uma torneira permite o fácil enchimento dos garrafões. Diga-se que por fé, crença, ou outras razões, muitas pessoas continuam a preferir obter a água da sua localização original.

O tanque que se observa no local actualmente, tinha nas ultimas décadas também a função de reunir no local bastantes mulheres com o objectivo de lavar a roupa. É possível ainda observar a existência das pedras para a lavagem de roupa no tanque, no entanto hoje em dia a sua funcionalidade é praticamente nula.

No tanque/lago formado por esta água, mas principalmente no ribeiro que é formado por as águas que daqui correm, é possível encontrar uma boa diversidade de fauna aquática tal como lagostins, cágados, pardelhas e até mesmo verdemãs.

 


Additional Hints (Decrypt)

CG: Nagrf rfgnin rz pvzn ntben rfgá rz onvkb.
RA: Orsber vg jnf ba gbc abj vg vf ba obggbz.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

213 Logged Visits

Found it 163     Didn't find it 31     Write note 10     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 2     Owner Maintenance 3     

View Logbook | View the Image Gallery of 48 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.