Skip to content

<

Outeiro Seco

A cache by AltinoRio Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/09/2010
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Outeiro Seco, Tradição e Modernidade

As origens de Outeiro Seco remontam a tempos imemoriais, cuja investigação recente demonstra a ocupação pela civilização Celta – capela de Santa Ana, junto ao Castro do mesmo nome. Mas a ocupação romana foi dominante e a cidade estendia-se até este lugar, também documentado por diversos vestígios de habitações, exploração de ouro e os lagares cavados na rocha. Cinco séculos depois esta localidade teve uma enorme dinamismo na região a avaliar pela necrópole existente no cimo da povoação, onde sepulturas cavadas na rocha são prova evidente. E a história desta terra continua, com maior ou menor ocupação e de facto a igreja Românica de Nossa Senhora de Azinheira, séc. XIII, constitui o expoente máximo no nosso património, sendo considerado o maior monumento, neste estilo, do Norte de Portugal. A sua visita torna-se obrigatório pelos diversos motivos de interesse, quer exteriores quer interiores (pia baptismal e frescos). Mais tarde já no século XVII Outeiro Seco foi uma localidade de grande desenvolvimento, pelo património histórico/cultural e pelas habitações que ainda hoje perduram. Cruzes e cruzeiros, igrejas e capelas e casas senhoriais abundam por esta localidade. Mas a casa maior é o Solar dos Montalvões, hoje em ruínas, mas que mantém a nobreza da fachada e merece ser admirada.

Falemos um pouco dos tempos actuais. Outeiro Seco dista de cidade de Chaves uns 3 Km, mas está unida por uma avenida, do Tâmega, e por isso privilegiada nas suas relações. E efectivamente desde que foi construída a Escola Técnico, em 1960, que quase todos os jovens tiveram acesso ao ensino e por isso foram instruídos e cultivaram o gosto pelo ensino de tal forma que o nível de escolarização é elevado. Essa relação foi acrescida pelo facto de dezenas de leiteiras, com os seus burros carregados de leite, em cântaros, serviu a cidade desse preciso líquido. Esta relação permitiu um grau de empregabilidade, de tal forma que hoje praticamente o desemprego não existe. Por tudo isto esta localidade pretende conciliar a Tradição com a Modernidade possuindo um equipamento de Ensino Superior, uma zona empresarial, plataforma logística e mercado abastecedor.

Em suma: Outeiro Seco tem passado que quer preservar e dar a conhecer, um presente com qualidade de vida e um futuro promissor.

Conhecemos alguns dos seus monumentos mais emblemáticos:

Igreja Românica de Nossa Senhora de Azinheira: situa-se à entrada da povoação, quem vem de Chaves, visível da rua do mesmo nome. Como já se referiu o seu exterior é belíssimo pode-se observar a porta principal, as figuras em pedra a fresta da capela mor e sepulturas no passeio. No interior os frescos são motivos de grande admiração. Para entrar na igreja terá de recorrer à mulher das chaves que mora junto à Escola primária, 100 metros acima.

Capela de Santa Ana: quem visitar a Igreja Românica, olhando para poente descobre facilmente esta pequena, mas bonita capela, recentemente recuperada. Nela se pode descobrir o maior achado da região. Um altar pagão (de origem Celta) está bem visível na parede do fundo. O livro “No Outeiro das lembranças”, a apresentar dia 20 de Agosto de 2010, tem um artigo que demonstra esta tese.

Capela de Nossa Senhora do Rosário: Bonita capela mesmo no centro da aldeia, junto à ponte principal, no largo do mesmo nome, tem um altar em degradação mas possui uma imagem rara - a senhora do Ó, com um menino ao colo a encobrir a gravidez. Guarda esta capela uma ara circense, Romana, que serviu de troféu de lutas de gladiadores, mas que é conservada pela população como protector de trovoada pela história que se conta e está transcrita na revista editada pela Casa de Cultura.

A igreja Matriz de S. Miguel, situada na mesma rua central, dista 100 metros a Norte. Faça uma breve paragem e viste o local de culto dos habitantes desta terra.

Daí avista o Solar dos Montalvões e o cruzeiro que está mesmo em frente. Veja esta construção só pelo exterior nomeadamente a sua fachada principal que antigamente o caminho que seguia para as terras vizinhas passava por aí. Também a revista Outeiro Seco, passado e presente faz uma descrição bem elucidativa.

Siga caminho e passe pela sede da Casa de Cultura, uma organização que desenvolve projectos que animam a população e possui uma banda filarmónica, e a Junta de Freguesia que outrora fora escola das meninas. Já no cimo da rua depara com uma bonita Capela em honra á senhora da Portela. Deve estar fechada, mas do que poderia ver destaca-se uma sepultura de um dos proprietários do Solar, e uma bonita imagem com uma fita amarela que fora oferecido pelos rapazes que foram à guerra.

A via sacra, uma das mais imponentes da região, já começou com o 1º passo na capela da Srª do Rosário, junto à ponte. Daí já irá no 5º passo até chegar ao calvário que se situa mesmo no cimo da rua: o Sr dos Desamparados. Passou antes pelas 3 cruzes em frente à Escola Superior de Enfermagem. Este monumento foi transferido de outro local, pela população e ai perdura para que os fiéis, a grande maioria da população, pelo menos uma vez no ano, Sexta-feira Santa lhe faça uma romagem. Mesmo incompleto merece a sua admiração.

Terão de percorrer as seguintes etapas para encontrar a Cache:

Etapa I - N41º46.935 W007º26.840

Quantas colunas ladeiam as escadas?

A=______


Etapa II - N41º46.(1000/A + 70) W007º26.(931-A)

Quantos "sinos" estão por cima da pedra de armas que se encontra em cima da porta da fachada principal?

B=_______

Etapa III - N41º46.[(B/3)*222] W007º26.(959+B)

Quantos quadrados tem a grade da janela da porta por debaixo do sino?

C=______

Etapa IV - N41º46.(C+39) W007º27.(C-41)

Quantas cruzes tem o telhado?

D=______

Etapa V - N41º46.(D*30+25) W007º27.(D*50+50)

A cache encontra-se, aproximadamente, a 30 metros da porta principal da Capela.

Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.