Skip to Content

This cache has been archived.

Bitaro: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

Obrigado pela compreensão,
Bitaro
Community Volunteer Reviewer

Centro de Ajuda
Linhas Orientação

More
<

Alto de S. Bento 2.0

A cache by coiote Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 8/31/2010
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Atenção - Attention

Podem existir muggles no topo do moínho que está mais degradado, tenha atenção a isso antes de iniciar as buscas da cache. Interfira o mínimo possível com o local e deixe tudo como encontrou, ou melhor .

There may exist muggles on the top of the most degraded windmill, be cautious on that before you start the search. Interfere as less as possible with the site and leave everything as you found it, or better.

 

O Alto de S. Bento é um cabeço granítico, adjacente à cidade de Évora, que funciona como um excelente miradouro sobre a cidade Património Mundial.

The Alto de S. Bento is a granite hill, adjacent to the city of Évora, which offers a great view above the World Heritage city.

 

Arqueologia local


Conhecido como povoado pré-histórico desde, pelo menos, o séc. XIX, o Alto de S. Bento foi recentemente objecto de novas prospecções que permitiram afinar melhor a cronologia dessa ocupação e levantar novas questões, extremamente interessantes, no contexto da neolitização do Alentejo Central.
De facto, além das evidências de ocupação no Calcolítico (genericamente, o III milénio antes de Cristo), o sítio foi ocupado numa época que, em princípio, corresponde à própria transição Mesolítico-Neolítico, isto é, a fase em que as últimas sociedades de caçadores-recolectores deram lugar às primeiras sociedades agrícolas e pastoris e que, no nosso território, ocorreu algures entre os finais do VI milénio antes de Cristo e os inícios do V.

De uma forma geral, pode afirmar-se que, nesta fase, o Alto de S. Bento foi um dos povoados dos construtores de menires e recintos megalíticos (ou cromeleques).

Por outro lado, a superfície do batólito, junto aos moinhos onde, actualmente, funciona um Centro Interpretativo para a Geologia e a Flora regionais, apresenta alguns elementos cuja cronologia pré-histórica, embora discutível, parece bastante sugestiva. Trata-se, sobretudo de um conjunto de sulcos alongados, de secção em V, que se assemelham aos que acompanham, com frequência, os polidores de machados, como se pode observar, nos arredores de Évora, junto à base do marco geodésico, no cabeço do Godel, perto do cruzamento da Valeira. Trata-se igualmente de um local com vestígios de povoamento pré-histórico.
Este tipo de marcas, cuja funcionalidade é controversa, é recorrente, noutras áreas europeias, em associação com dolmens e menires e foi também observado em rochas das proximidades do sítio com gravuras rupestres dos Mocissos, no Alqueva.
No Alto de S. bento, os sulcos ocorrem associados a manchas de picotados, temática igualmente representada no complexo rupestre do Alqueva.

Para além daquele conjunto de traços, junto à entrada do moinho mais meridional do Alto de S. Bento, observa-se igualmente, no lado oposto do mesmo moinho, uma linha sinuosa, picotada, que pode, eventualmente, corresponder a gravuras rupestres, parcialmente ocultas pela estrutura molinária.

Junto ao outro moinho restaurado, em frente à porta, são também visíveis três covinhas, pouco profundas, mas que correspondem à métrica habitual neste tipo de gravuras; as covinhas são, como se sabe, um dos temas mais recorrentes, em termos planetários, da arte rupestre pré-histórica.

Por último, refiram-se as duas "pias" escavadas em frente ao primeiro moinho. Trata-se de estruturas negativas cilíndricas, de formas extremamente regulares, cuja funcionalidade nos escapa e cuja atribuição a épocas antigas e a objectivos rituais se pode, provisoriamente, admitir. Sugerem, efectivamente, as pias que caracterizam muitos dos santuários rupestres pré-romanos, associados, em geral, ao mundo cultural indo-europeu ou, sobretudo, as que, na Galiza, parecem estruturar complexos painéis decorados com círculos, espirais e labirintos, como acontece na famosa Laxe das Rodas, em Muros.

Seja como for, o Alto de S. Bento é, sem dúvida, um dos grandes povoados neolíticos da região, cujo estudo, em vários níveis, enriqueceria certamente o património arqueológico eborense.

 

A Cache - The Cache

Para manter o mesmo espírito que a cache anterior da Team NestumMel, pede-se que tirem uma foto vossa no local, a qual não precisa de ser necessáriamente no GZ. É óbvio que como não existe máquina fotográfica no interior da cache, não é uma coisa obrigatória para poderem efectuar o log, mas, de qualquer modo, agradecia que assim o fizessem.

To keep the same spirit of the previous cache owned by Team NestumMel, I ask you to take a picture of yours on the local, which doesn't need to be on the GZ. Obviously, it's not a necessary thing for you to log, but, anyway, I would appreciate it.

 

free counters

Additional Hints (Decrypt)

Ahz nzbagbnqb qr crqenf. Iê b fcbvyre.

Va n cvyr bs fgbarf. Frr gur fcbvyre.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

581 Logged Visits

Found it 532     Didn't find it 15     Write note 10     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 18     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 161 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.