Skip to content

O enforcado da Bouçã Mystery Cache

Hidden : 09/04/2010
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



FTF: ftomar
STF: danyyelmorg
TTF: lipejlm & Nanocas


A cache não se encontra nas coordenadas iniciais.





Bouçã deriva do latim Bouçana, que significa conjunto de bouças. Não é por acaso que por vezes aparece nos livros de Visitações com a grafia Bouçãa. Bouça pode ser sinónimo de terreno de mato ou inculto mas o Dicionário Lello Universal diz que é também sinónimo de “um terreno murado ou delimitado por pedras ou montes de terra, em que se cria mato para várias aplicações e pinheiros e carvalhos”. Talvez também outras árvores, pois, a Monografia do Município Penelense diz que os franceses estiveram na Quinta da Bouçã, onde cortaram o olival para dar de comer aos cavalos.

Esta localidade é muito antiga e com valor histórico. Na resposta ao inquérito formulado pelo Padre Luís Cardoso, em 1758, o Padre Cipriano Ferreira nomeia a capela deste lugar como sendo do povo, tendo como padroeira a Senhora do Socorro. E diz que “está junto do dito lugar para a parte norte”. Pensa-se ser a mesma de hoje, que pode ser vista neste site em http://www.cumeeira.net/cum-patrimonio2.asp. Naturalmente com muitas modificações ao longo do tempo.

Voltando ao exército francês de Napoleão Bonaparte, sabe-se que acampou nesta localidade onde assustou tudo e todos e fez importantes estragos. Os habitantes ainda hoje têm conhecimento disso e contam algumas histórias… Um dos casos, e talvez o mais grave, é que enforcaram o padre Francisco Antunes, cura da Ateanha, e nascido neste lugar, que tudo leva a crer que fosse o dono da casa cuja, pois esta tem na entrada as iniciais J H S (Jesus Hóstia Santa) e já existia ao tempo, pois a sua traça arquitectónica, com janelas de avental, revela isso. Segundo consta era ele mesmo o dono da Quinta da Bouçã, que os franceses devastaram. A Monografia do Município Penelense diz que foi sepultado na referida capela do lugar da Bouçã, a 23 de Março de 1810.

informação retirada de www.cumeeira.net




Para encontrar a cache é necessário responder ás questões abaixo.

1. Número de letras do nome actual desta aldeia? A
2. Número de letras do município? B
3. Número de letras do nome de quem era o exército que acampou na aldeia? CD
4. Número de letras do primeiro nome do padre que foi enforcado pelo exército? E
5. Data em que foi sepultado o padre? FG/HI/JKLM


Depois de respondidas as questões basta substituir as letras das coordenadas abaixo pelos números obtidos nas respostas.

N    (D+E+FG).EA(J+K)(G+L)(C+I)B
W    HMK.I(F*2)(A+B-G)FH(C+L)


A cache está colocada num contentor pequeno e tem um bloco e um lápis para fazer o log. Sejam discretos e deixem tudo como encontraram.

Additional Hints (Decrypt)

[coordenadas finais] Nf pbbeqranqnf svanvf rfgãb ab sbezngb Tenhf Qrpvznvf. [container final] Aãb rfgá ab zheb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)