Skip to Content

<

# 05 Wtshnn - Bioparque

A cache by DIVA***** Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 11/25/2010
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



# 05 Wtshnn - Bioparque


Where the streets have no name

Where the streets have no name (Wtshnn), além de ser o tema de uma música dos U2, é também o nome escolhido para o percurso que se pretende mostrar. Foi elaborado por três geocachers, Napoleão, DIVA***** e ÉterLusitano. Este é um percurso circular, não marcado que no fundo é uma espécie de volta a Santa Cruz da Trapa. Além desta freguesia, passa também em terras das freguesias limítrofes como Carvalhais, Candal, Manhouce, São Cristovão de Lafões e Serrazes. Durante este longo e belo passeio, irão encontrar desde locais míticos, paisagens deslumbrantes a monumentos e localidades históricas. Este percurso foi projectado para ser feito de bicicleta todo terreno, mas também poderá ser feito a pé, ou num misto automóvel e a pé, pois há locais onde o automóvel não poderá ir. A pé torna-se extenso, mas claro que pode ser feito por etapas, pois o percurso é para se fazer com calma para desfrutar cada momento. As caches estão numeradas, sendo assim mais fácil escolher o caminho a seguir, no entanto, nem só onde está a cache é que se encontra o sumo, por isso aventurem-se por essas ruas e caminhos sem nome…

O Bioparque situa-se na zona do Pisão. È uma zona de lazer onde sepode passar um bom momento, pois lá encontra-mos praticamente tudo o que se pretende, desde a natureza aos locais de diversões. Além de um belo parque de merendas, possui várias zonas desportivas para manter o corpo e mente saudaveis.Um local a não perder uma visita.
Ao longo da linha de água que atravessa o Parque, 13 pequenos e rústicos moinhos de água inteiramente recuperados e a moer, recriam o ciclo de pão.
Segundo uma lenda, nas proximidades do castro existe a designada Mina do Bode, onde os mouros terão escondido alguns objectos em ouro. Reza a lenda que a zona está guardada por um monstro,
em forma de bode, e que porta apenas se abrirá com rezas do livro de São Cipriano.



FAUNA

Habitat natural de gaviões, perdizes, poupas, gaios, águias de asa redonda,pombos bravos,coelhos e esquilos, o Parque Florestal do Pisão oferece um enquadramento natural que propicia o repouso absoluto. Os sons produzidos pela avifauna reinante compõem uma melodia harmoniosa e relaxante capaz de combater quaisquer sinais de cansaço ou stress.

Gavião (Accipiter nisus) Coelho (Oryctolagus cuniculus)
Perdiz (Alectoris rufa) Esquilo (Sciurus vulgaris)
Poupa (Upupa epops) Corvo (Corvus corax)
Gaio (Garrulus glandarius) Melro-preto (Turdus merula)
Águia de asa redonda (Buteo buteo) Melro-d´água (Cinclus cinclus)
Pombo torcaz (Columba palumbus) Guarda-rios-comum (Alcedo atthis)

FLORA EXUBERANTE

No BIOPARQUE, a flora exibe-se em todo o seu esplendor. Os exemplares de medronheiro e azevinho merecem uma atenção especial, por serem espécies protegidas e já raras no país. Aos núcleos de resinosas, como cupressos, pseudotsugas e pinheiros bravos e silvestres, juntam-se, a favor da biodiversidade, choupos negros, bétulas, carvalhos e plátanos. As urzes, as estevas e as giestas amarelas e brancas conferem um colorido especial à paisagem.

Medronheiro (Arbutus unedo) Cupresso ou cipreste português (Cupressus lusitanica)
Azevinho (Ilex aquifolium) Vidoeiro ou Bétula (Betula pubescens)
Pseudotsuga (Pseudotsuga mezienssi) Carvalhos (Quercus spp.)
Pinheiro bravo (Pinus pinaster) Plátano (Platanus sp.)
Pinheiro silvestre (Pinus sylvestris) Pseudoplátano ou bordo vermelho (Acer sp.)
Choupo negro (Populus nigra) Urze (Calluna vulgaris)
Esteva (Cistus ladanifer) Giesta branca (Cytisus multiflorus)
Giesta amarela (Cytisus striatus)


Moinhos


Nas margens da ribeira de Contença, junto à estrada de acesso ao BIOPARQUE, encontra-se um notável conjunto de 13 moinhos ao longo deuma linha de água ornamentada com violetas, fetos,musgos e salgueiros.

Uma característica comum a todos eles é a existência de levadas em aqueduto, que demonstram uma extraordinária arte de trabalhar a pedra.

Destaque especial para a levada executada em troncos de árvore escavados, devido à sua raridade e razoável estado de conservação.

A recuperação dos moinhos teve como finalidade recriar o antigo ciclo do fabrico do pão, desde a moagem da farinha à confecção da broa em fornos construídos no local para o efeito.

A existência de inúmeros moinhos de água pelo concelho comprova a importância que esta tecnologia assumiu nos séculos XVIII, XIX e primeira metade do século XX.




A cache

Uma multi que vos vai porpocionar um belo passeio pelo parque.

No ponto inicial, irão encontrar um pequeno container que possui as coordenadas onde terão e tirar o valor
A,
para tal terão de contar o numero de bancos da mesa grande de pedra. Atenção, é a mesa que tem 5 pernas!

Feito isto, sigam para N 40º 47.881 W 008º 07.588 e ai vão subir paralelamente á linha de água e contar o número de moinhos aí existente.Terão o B

Atenção, começa no Moinho Macieira e acaba no Moinho Vicente, isto porque ao longo do ribeiro há mais moinhos...

Continhas feitas, substiuam oA e B e terão as coordenadas finais.

N 40º48.(011+A)

W 008º07.(655+B)

Boa sorte.



Sejam discretos, se possível façam o CITO. Divirtam-se, tirem fotos e publiquem.

BY



Enjoy

Additional Hints (Decrypt)

Crqenf pbz znepnf qr CE.
Ire fcbvyref

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

76 Logged Visits

Found it 68     Didn't find it 3     Write note 3     Publish Listing 1     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 13 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.