Traditional Geocache

Obesidade abdominal / Abdominal obesity

A cache by btt Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 1/25/2011
In Lisboa, Portugal
Difficulty:
3.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



Esta cache é parte integrante de uma cache final (cache saudável) pelo que deve tomar nota do valor existente no início do logbook.

A obesidade abdominal consiste na deposição de gordura na cintura. A vulgar barriga de cerveja, outrora apenas de valor estético, foi incluída há alguns anos numa importante perturbação metabólica que aumenta drasticamente a mortalidade cardiovascular e morte prematura.

A medição da circunferência abdominal deve ser feita de pé, no final da expiração e com o abdómen relaxado, estando a fita métrica horizontal, imediatamente acima dos ossos da bacia.



Pela tabela seguinte pode verificar-se que cintura maior que 94cm e 80cm, no homem e mulher respectivamente, são anómalas.



A obesidade abdominal é um factor de risco independente da obesidade.
O perigo da obesidade abdominal é inerente à gordura visceral ou intra-abdominal e faz parte de um conjunto de perturbações complexas que se incluem no sindroma metabólico (ou plurimetabólico ou sindroma X ou sindroma de resistência à insulina). Este sindroma, que se caracteriza pela co-existência de alguns distúrbios, nomeadamente o perímetro abdominal elevado, hipertensão arterial, triglicéridos elevados, baixo colesterol HDL, glicémias elevadas, é uma autêntica bomba relógio de eventos cardiovasculares (enfartes miocárdio, acidentes vasculares cerebrais etc, levando a incapacidades de gravidade variável) e morte.
veja este documentário


Existe ainda associação com sindroma metabólico e múltiplas doenças como insuficiência renal crónica, esteatose hepática, cirrose, ovário poliquístico, apneia do sono, gota, demência etc.
Este sindroma, que se calcula atingir 30% dos portugueses (sim, um terço), multiplica as complicações cardiovasculares inerentes à idade e aos outros factores de risco. A redução do perímetro abdominal para valores normais leva a regularização (e por vezes normalização) dos vários factores de risco cardiovascular.

Que fazer então? A redução de 5-10% do peso corporal leva a perda de cerca de 30% da gordura visceral.



Uma vez que há risco cardiovascular acrescido todos os esforços devem ser voltados também para a correcção de outros factores de risco como o tabagismo, hipercolesterolémia (ou outras dislipidémias), sedentarismo, diabetes, etc.
A redução da obesidade e do perímetro abdominal são fulcrais e corrigem por si algumas das alterações (pelo menos parcialmente). A modificação de hábitos alimentares e a actividade desportiva constituem a base da normalização deste distúrbio.
A actividade desportiva deve ser regular, pelo menos 3-4 vezes por semana, e num mínimo de 30-40 minutos diários (idealmente mais).
Deve haver redução de hábitos alcoólicos, aumentar a ingestão de alimentos ricos em fibras como legumes e fruta e redução de ingestão de alimentos com alto índice glicémico (como farinhas refinadas e açucar), bem como reduzir a ingestão de alimentos ricos em colesterol e sal.
Dietas radicais e desequilibradas podem ser eficazes transitoriamente mas podem ser contraprudecentes, seja qual for o seu tipo, sobretudo de forem mantidas e/ou repetidas. Além disso podem ter efeitos indesejáveis e levam quase sempre ao ganho do peso perdido se não houver uma mudança dos hábitos.
A dieta deve ser equilibrada mas hipocalórica, essencialmente pobre em gorduras, que são mais calóricas e têm frequentemente quantidades elevadas de colesterol. Para além das gorduras visíveis há que ter em conta as gorduras escondidas como as existentes nas carnes e todos os alimentos de pastelaria, molhos, etc.
No entanto a dieta deve ser sempre personalizada, tentando corrigir os hábitos desviantes em cada um (por exemplo beber refrigerantes, comer chocolates, bolachas, podem ser os principais hábitos que levam ao excesso de gordura).
A perda energética com o exercício físico é um importante complemento, embora tenha menos impacto diecto no controlo do peso. No entanto tem benefícios adicionais e, sobretudo ajuda a manter o peso perdido e a manter hábitos mais saudáveis (incluindo a alimentação). A dieta tipo mediterrânico está associada a melhoria dos factores de risco cardiovasculares. Alguns alimentos como as nozes e amêndoas, apesar de muito calóricos, estão referenciados como actuando favoravelmente quer nas dislipidémias quer na doença aterosclerótica bem como na obesidade abdominal e sindroma metabólico, devendo ser ingeridos de forma regular mas em pequenas quantidades (um ou dois frutos por dia por exemplo).
Medicações para perder peso podem ser uma ajuda mas muitas vezes são decepcionantes pois implicam sempre e necessariamente um esforço na restrição alimentar. Algumas destas medicações têm demonstrado, passados anos, importantes e graves efeitos secundários pelo que não devem ser usados de ânimo leve.
Em situações extremas (obesidade mórbida) podem ser importantes outras técnicas como o balão intra-gástrico ou mesmo a cirurgia bariátrica (para redução de peso- banda gástrica, sleeve, gastrectomia, by-pass gástrico).
A cirurgia plástica ou lipoaspiração da gordura do panículo adiposo (fora do abdómen) têm apenas valor estético e falseiam este índice (perímetro abdominal) de doença, não modificando portanto a mortalidade associada à gordura intra-abdominal.
Salienta-se que as melhores opções são a dieta e o exercício físico adequados à forma física e condição de saúde, enquadradas numa mudança de hábito de vida, a manter toda a vida.

ENGLISH


This cache gives you part of a key in order to get a final cache named “Healthy cache”. You should keep the number displayed in the logbook.


Abdominal obesity consists on the deposition of fat within the abdomen.
Much more than an aesthetical problem it has been included, some years ago, as an important metabolic disturbance that dramatically increases cardiovascular mortality and premature mortality (photo 1).
For measuring the waist circumference locate the upper hip bone, place the measuring tape horizontally around the abdomen. The measurement is made at the end of a normal expiration (photo 2).
In the next table you can check that a measuring greater than 94 cm in men and 80 cm in women is abnormal.





Abdominal obesity is related with the amount of intra abdominal or visceral fat and it reflects a complex metabolic disturbance. This metabolic disturbance is called Metabolic syndrome, syndrome X or Insulin resistance syndrome and is an important cardiovascular risk factor, composed by the association of abdominal obesity, hypertension, high plasma triglycerides, low HDL cholesterol, hyperglycaemia and it is related with major cardiovascular events (myocardial infarction, stroke) and death. Besides that, there is strong association with this syndrome and some other health conditions such as chronic renal failure, hepatic steatosis, hepatic cirrhosis, sleep apnea, gout and dementia.




About 30% of the Portuguese population has this disturbance. Reaching regular values of abdominal circumference enhances health while other cardiovascular risk factors improve.
How to control this risk factor?
Loosing 5-10% of body weight lowers about 30% of your visceral fat - that´s the way. However every effort must be applied in correcting all the other risk factors like tobacco abuse, diabetes, obesity, hypercholesterolemia.
Lowering the abdominal perimeter corrects, at least partially, some risk factors. In order to achieve this reduction in abdominal obesity you must have an adequate diet associated with lifestyle modifications.
If you reach a normal abdominal perimeter you´ll improve other problems such as diabetes, hypertension, hypercholesterolemia and so on.
For this you must do physical activity for more than 30 - 40 minutes a day, at least 4 times a week.
The main dietary changes are the reduction in alcohol habits, cholesterol ingestion and high glycemic index food as well as increasing ingestion of vegetables and fruit.
Fibre promotes a favourable glycemic index, saciety, and even reduces cancer.
Extreme diets can lead to weight loss but can be undesirable, particularly if they are used very often or for long periods.
Regaining the lost weight is often, particularly in radical diets.
Diet must be hypocaloric, with low fat ingestion (no need of the so called low fat foods, just eat less fat foods). Beyond the visible fat you must be aware of the hidden fat in meat, pastry, and so on.
Meanwhile, a diet must be personalized, trying to correct bad habits (sometimes chocolate, cookies or sweet drinks are responsible for lots of calories).
The caloric loss of physical activity is usually less important in weight loss although it has additional benefits and helps a lot in weight maintenance and promotes an healthy lifestyle.
The so called mediterranean food has been described as a good cardiovascular protector. Unwisely it has been abandoned for lots of people, willing fast food.
Some foods such as almonds and nuts can promote a favourable lipid profile although they are highly caloric (you should eat only a few each day).
Special medication for weight loss can be helpful although alimentary restrictions must always be done (there are no magical pill).
In extreme situations medical devices like gastric balloon or band or even surgery can be done but they can have some critical complications.
Plastic surgery or liposuction doesn’t have any value though they change only the fat outside the abdomen.
The best option is clearly physical activity and diet. Both of them must be in a close relationship with your medical conditions and fitness.
You must do a persistent change in your lifestyle in order to keep healthy.

Additional Hints (Decrypt)

CBE: Aãb rfgá rfpbaqvqb znf qvfsneçnqb. Aãb é arprffáevb fhove àf áeiberf.
RAT: Abg uvqqra ohg qvfthvfrq. Qba´g pyvzo gerrf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

572 Logged Visits

Found it 501     Didn't find it 34     Write note 27     Archive 1     Unarchive 1     Temporarily Disable Listing 1     Enable Listing 2     Publish Listing 1     Needs Maintenance 2     Owner Maintenance 1     Update Coordinates 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 65 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 4/29/2017 11:34:42 AM Pacific Daylight Time (6:34 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum