Skip to content

Oliveirinha - A Igreja Matriz Traditional Geocache

Hidden : 01/31/2011
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Oliveirinha – A Igreja Matriz


Photobucket

O nome Oliveirinha é-nos legado pela tradição. Com efeito, dizem os antigos, que, em tempos muito remotos, toda esta área onde hoje assenta a freguesia de Oliveirinha, teria sido terra deserta, voltada ao abandono nas redondezas do Alavarium. Os viandantes do Sul teriam de passar por aqui, entre veredas, em primitivos meios de locomoção e quási sempre pedibus calcantibus, em demanda de antigas povoações romanas, como Águeda e Talábriga. Servir-lhes-ia como ponto de referência ao longo da caminhada, uma Oliveira, situada nas proximidades do actual recinto da feira, local esse onde por vezes fariam paragem para recuperar as forças. Há mesmo quem afirme ter-se localizado esta Oliveira onde hoje está implantada a igreja matriz. Daqui fácil é deduzir o ter uma simples árvore dado o nome à terra.


De Capela de Santo António a Igreja Matriz:

Por Decreto da Rainha D.Maria II de 2 de Maio de 1849 foi criada a freguesia de Oliveirinha do Vouga, desmembrada da Freguesia de Eixo. Assim sendo, com a criação da freguesia, a capela de Santo António passou a Igreja Matriz, não só por ser mais ampla, mas por servir a maior parte da população, embora descentralizada em relação aos lugares da Costa do Valado, de São Bento e das Quintãs.
O primeiro grande “acrescentamento” à primitiva capela de Santo António teve lugar na segunda metade do século XVII, o qual aconteceu devido à sua amplitude e também pela rebeldia de alguns moradores em satisfazer as suas promessas. Com esta transformação e ampliação a então capela de Santo António foi escolhida para Igreja Matriz.
Após sucessivas demolições e “acrescentamentos” a Igreja de Oliveirinha é hoje um edifício majestoso e sublime.

Texto retirado e adaptado do livro:
Antão, A. (1991). Oliveirinha do Vouga. Aveiro: Estante Editora.

Curiosidade: Dizem as pessoas desta vila que a Igreja Matriz de Oliveirinha é a única, no concelho de Aveiro e das poucas no distrito, a possuir duas torres principais na sua fachada.

Photobucket

A cache não tem material de escrita, nem permite troca de objectos.

O logbook necessita de estar bem enrolado, de modo a poder ser colocado na tampa do container, para os geocachers seguintes terem facilidade na sua retirada.

Não publiquem fotos do container e agradecíamos que a colocassem tal e qual como a encontraram, no local exacto.

Não aconselhamos fazer esta cache nos dias de feira da parte da manhã (dias 7 e 21 de cada mês ou dias 6 e 20 (quando calham ao Domingo ou Feriados)).

Boas cachadas!!!

free counters

Additional Hints (No hints available.)