Skip to Content

This cache has been archived.

Bitaro: Caro pedrovitorino,
Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

More
<

Lagoa dos Salgados [Pêra]

A cache by pedrovitorino Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 04/11/2011
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


A Lagoa dos Salgados


A Lagoa dos Salgados faz parte de um conjunto de lagoas de pequena dimensão do litoral algarvio, correspondendo ao estado terminal de colmatação do sistema estuarino/lagunar da Ribeira de Espiche. Esta lagoa está classificada como Zona Sensível (Decreto-Lei n.º 152/97 de 19 de Junho) e constitui um sistema de transição entre a zona costeira e a zona terrestre, com características de lagoa interior, ocupando uma enseada de depósitos aluvionares salinizados.

Esta zona húmida está localizada entre os limites dos concelhos de Albufeira e Silves e está instalada numa pequena depressão, com cerca de 1.5Km2. A lagoa é mantida isolada do meio marinho devido à presença de uma barreira arenosa contínua, que funciona como estrutura de contenção do caudal fluvial. Em regime natural, a comunicação com o mar estabelece-se quando o plano de água no interior da lagoa atinge o topo da barreira, abrindo uma barra e escoando o volume de água acumulado na depressão, libertando um caudal de cerca de 2.5Mm3

   

Situada sobre os antigos sapais de Pêra, a Lagoa dos Salgados tornou-se nos últimos anos num dos locais mais visitados para observação de aves. Nesta lagoa existem manchas de vegetação emergente que servem de refúgio a várias espécies de aves aquáticas.

Especialidades: garçote, colhereiro, íbis-preta, flamingo, arrabio, pato-de-bico-vermelho, zarro-comum, caimão, fuselo, garajau-grande, gaivina-preta, pisco-de-peito-azul

Outras espécies: mergulhão-pequeno, corvo-marinho-de-faces-brancas, garça-boieira, garça-branca-pequena, garça-real, cegonha-branca, frisada, marrequinha, pato-real, pato-trombeteiro, tartaranhão-ruivo-dos-pauis, peneireiro-vulgar, galinha-d’água, galeirão-comum, pernilongo, borrelho-grande-de-coleira, maçarico-de-bico-direito, perna-vermelha-comum, perna-verde-comum, maçarico-das-rochas, rola-do-mar, guincho-comum, gaivota-d’asa-escura, gaivota-argêntea, guarda-rios, cotovia-de-poupa, laverca, alvéola-amarela, alvéola-branca, cartaxo-nortenho, cartaxo-comum, chasco-cinzento, fuinha-dos-juncos, estorninho-preto

Raridades: ganso do Canadá, pato-ferrugíneo, zarro-americano, pato-de-rabo-alçado, galeirão-de-crista, tarambola-americana, pilrito-canela, maçarico-de-bico-comprido, perna-amarela-pequeno, maçarico-sovela, gaivota de Franklin, andorinhão-de-rabo-espinhoso

   

 

Visita: É realizada preferencialmente ao fim da tarde, devido às condições mais favoráveis de luminosidade. A distribuição das aves neste local varia bastante em função dos níveis de água na lagoa, sendo aconselhável começar por efectuar um reconhecimento da zona.

Nas águas livres da lagoa observa-se habitualmente o galeirão-comum e o mergulhão-pequeno, enquanto que as manchas de juncos servem de abrigo a galinhas-d’água. Existem também algumas manchas de caniço, que na Primavera são frequentadas pelo garçote. Entre os patos, a espécie mais frequente é o pato-real, mas é habitual haver alguns zarros-comuns, frisadas e patos-trombeteiros. No Outono e no Inverno o número de patos pode atingir as várias centenas; nessas épocas, para além das espécies já referidas, é fácil observar bandos de marrequinhas e, com sorte, algum arrabio ou um pato-de-bico-vermelho.

Percorrendo as margens da lagoa não é difícil encontrar limícolas, variando o seu número em função do nível da água e da época do ano. O pernilongo, a rola-do-mar, o maçarico-de-bico-direito, o maçarico-das-rochas, o perna-vermelha-comum e o perna-verde-comum são algumas das espécies observadas com mais frequência. Por vezes também aparece o fuselo. Outras aves interessantes que podem ser vistas habitualmente neste local são o flamingo (por vezes em concentrações apreciáveis, sendo de assinalar o facto de ter havido uma tentativa de reprodução na Primavera de 2010), a íbis-preta, o colhereiro, o tartaranhão-ruivo-dos-pauis e o garajau-grande (este último é invernante na zona).

Vale a pena prospectar o campo de golfe situado na margem oposta, pois aí observam-se geralmente dois ou três caimões, bem como galeirões-comuns e bandos de estorninhos-pretos.

Os terrenos envolventes ao parque de estacionamento são frequentados pelo peneireiro-vulgar e por diversos passeriformes: entre os residentes, os mais habituais são a cotovia-de-poupa, o cartaxo-comum e a fuinha-dos-juncos; no Outono observam-se frequentemente alguns migradores transarianos, como o cartaxo-nortenho e o chasco-cinzento; e no Inverno estes terrenos são frequentados pela laverca e pela alvéola-branca.

Fonte : http://www.avesdeportugal.info/sitlagoasalg.html

   

 

The Salgados' Lagoon
 
The Salgados' lagoon is part of a series of small lakes of the Algarve coast, corresponding to the terminal state of clogging of the estuarine / lagoon of Ribeira de Espiche. This pond is classified as sensitive area and is a transition zone between the coastal and inland area, with characteristics of inland lake, with an inlet of alluvial deposits salinized.
This wetland is located between the boundaries of the municipalities of Silves and Albufeira and is installed in a small depression, about 1.5Km2.
It's a great place for bird watching, so bring your camera and enjoy this place.
 

Additional Hints (Decrypt)

[PT] Ben iê cbe onvkb
[EN] Jul qba'g lbh ybbx haqre vg?

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.