Skip to content

This cache is temporarily unavailable.

H3A: Esta cache ficará temporariamente desativada.

Com a limpeza da mata ela desapareceu por completo apesar de ter sobrevivido aos incendios de 2017 (deveria tê-la retirada na altura).

Uma vez que estão a ser efetuadas obras de requalificação do espaço, a seu tempo avaliarei a reposição da cache ou a criação de uma nova criada noutros moldes se assim se justificar.

Obrigado a todos pela compreensão.

Boas cachadas

TRANSLATION:
This cache is now temporarily disabled.

Though it survived to the 2017 fires, it might have completely disappeared when the wrecks and the terrain have both been cleaned.

Therefore, and as they are now proceding with some new reconstructions along the whole area, I will then decide wether I will activate this geocache once again or, instead, archive it and create a different one instead.

Thank you all for your comprehension.

Wish you also some great hunts. ;)

More
<

Wild & Natural - Lagoa da Ervedeira (WN I)

A cache by H3A Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/31/2011
Difficulty:
4 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


   
Wild & Natural - Lagoa da Ervideira (WN I)

Image_nomeadas

   
Enquadramento da Lagoa da Ervideira  
   

A Lagoa da Ervideira tem um enquadramento paisagístico formado pela Mata Nacional, nomeadamente a Mata Nacional do Urso (MNU) e a Mata Nacional do Pedrógão (MNP).

A MNU, com a área total de 6102,46 ha, integra o antigo Pinhal do Urso e as dunas compreendidas entre Pedrógão e a Leirosa, cuja arborização terminou há 74 anos, ocupando esta área a maior parte da actual MN.

A designação actual da MNU pode ser devida à lenda que descreve a luta de D. Dinis com um urso, de que existe uma imagem num retábulo da igreja da Rainha Santa Isabel, em Coimbra, sob a forma de pintura alusiva ao facto.

Anteriormente, teve a designação de Pinhal da Universidade, dado pertencer à Universidade de Coimbra por doação de D. João III, regressando em 1837 ao reino, na sequência da criação da Administração Geral das Matas do Reino, em 1824, na Marinha Grande.

A MNP, com 1806,82 ha de superfície, adoptou esta denominação por proposta do Engenheiro Silvicultor Joaquim Bívar Velho da Costa no ordenamento que elaborou, aprovado em 1950, dado a localidade que está nos seus limites ser a Praia do Pedrógão.

 
   

A Lagoa da Ervideira

 
   

\'A lagoa da Ervideira apresenta uma extensão de dois quilómetros, areal e vegetação envolvente, estando classificada no âmbito do Projecto Biótopos CORINE (PMDFCI de Leiria). É um espaço do domínio público hídrico, localiza-se a nascente de ambas as MN (MNU e MNP), no local onde se juntam, separando-asdos terrenos agrícolas e florestais particulares, constituindo um biótopo de extremo interesse, designadamente como local de refúgio e nidificação da avifauna ocorrendo, na lagoa, com frequência a galinha-d’água e o pato-real, havendo ainda a rôla-comum (Streptopelia turtur L.) e o papa-moscas-preto (Ficedula hypoleuca Pallas) cujos estatutos de conservação são Vulnerável e Raro, respectivamente.

A fauna aquática da lagoa é constituída por carpas (Cyprinus carpio L.), percas-sol (Lepois gibbosus L.) e achigãs (Micropterus salmoides).

Está adjacente aos talhões 263 e 264 da MNU e talhão 1 da MNP, constituindo um espaço de rara beleza muito procurado pela população, que ali faz praia, pesca e aprecia a beleza da paisagem. Se tiverem suficiente curiosidade, poderão verificar, inclusive, a existência de uma placa que delimita as duas matas e que felizmente não foi afectada pelas obras de alargamento da Estrada do Atlântico (ver coordenadas no waypoint).

Esta lagoa destaca-se como local procurado de forma intensa e nem sempre ordenada, durante o período estival, para lazer, sendo muito procurada pelo público em passeios, para banhos, para exercício da pesca e para a prática de desportos náuticos como o windsurf. Num âmbito geral, é um local onde se pratica a pesca desportiva, havendo inclusive alguns pontos de pesca instalados para o efeito.

Este facto tem conduzido a um uso comprometedor da integridade deste espaço com consequências nefastas para o seu valor ecológico. Impôs-se desta forma uma regulamentação progressivamente mais exigente em consonância com os objectivos gerais de Conservação da Natureza (Plano da Bacia Hidrográfica do Lis).

Em 1994 e nos anos seguintes a câmara municipal de Leiria elaborou um projecto e promoveu um estudo hidrogeológico e de recuperação biológica e paisagística da lagoa da Ervideira, tendo depois instalado em seu redor passadiços, vários pontos de pesca e 2 parques de estacionamento, de modo a servir os veraneantes que utilizam a lagoa em banhos e os visitantes, de forma sustentável e equilibrada.

A Lagoa da Ervideira é também o principal ponto de abastecimento de água para combate aos incêndios florestais, sempre que se utilizam os meios aéreos. Com 700 m de comprimento, 300 a 400 m de largura e alguns metros de profundidade, localizada numa zona plana, que as avionetas e helicópteros destacados para os incêndios na região utilizam naturalmente.

A utilização por carros de bombeiros não é fácil, dado que a lagoa está afastada das estradas, havendo ainda os passadiços em madeira nas margens a dificultar o acesso.

 
   

A Cache

 
   

O objectivo desta cache pressupõe, antes de mais, um efectivo conhecimento não só da Lagoa como também do seu espaço envolvente e das infra-estruturas circundantes (parque de merendas, parque infantil, casa de observação de aves) e, sobretudo, “mostrar” a calma e tranquilidade que se pode viver (principalmente fora da época balnear).

Para poder mostrar, e acima de tudo “obrigar” os geocachers a conhecerem este espaço na íntegra, optámos por desenvolver uma cache mistério com várias etapas (um pouco em jeito de peddy-paper) que, no nosso entender, apesar da sua dificuldade média no âmbito técnico poderá revelar-se, ainda assim, satisfatória depois de concluída.

Esta cache é composta por diversas “estações” cujas coordenadas serão obtidas quer com a resolução de charadas/respostas a questões em cada um dos pontos visitados quer com uma simples indicação das coordenadas para o ponto seguinte (fácil não é?).

Se nos permitirem um conselho, achamos melhor prepararem-se em casa com todos os elementos de que possam dispor e que achem, ou não, relevantes. Todos os dados e elementos necessários à resolução dos diversos pontos estão presentes e disponíveis aqui, nesta página!

Podem então começar e lembrem-se que, por vezes, a pressa é inimiga da resolução…

 
   
Latitude:  
N 39º **.***  
4849505160706968677890919293_138137136135134247246245244243189188 187186185154171204224.171615141337283620463855_184240147165164182221201_ 104105106107108109110111125140156166167168169170171172173184203223242257258259260261262263264  
   
Longitude:  
W 08º **.***  
108109110111112126137138139140141153170171172173174_3839404756575866777879. 120121122123124151152153154155186187188189190135139168172_ 5657585960618990919293941311321331341351367182102107116121_ 666768697071727320120220320420520620720877848996102109116123131138147154164171182189  
   
 
   

O container contém logbook, esferográfica, uma lembrança para o FTF (não é nada de especial, mas apenas para o caso de poderem ficar “a pé”) bem como algumas lembranças da equipa H3A para os primeiros a chegarem.

 

Para que no local vos seja mais fácil obter as respostas deverão estar prevenidos com:

- uma fita métrica;

- uma calculadora;

- esferográfica;

- papel para escrever;

 


IMPORTANTE: Como poderão observar no fim de encontrarem as coordenadas finais, o container vai situar-se numa zona de mata onde se encontra vegetação bastante sensível onde, através da mais pequena pisadela, ficará a marca. Como tal, pedimos para terem constantemente o máximo de atenção aquando da busca da cache por forma a que antes de mais, não estraguem a natureza local e depois porque todos gostam do elemento surpresa.

 


Lembrem-se ainda que, estando num sítio público, a retirada da cache e a sua colocação no mesmo sítio são atitudes não só imperativas como extremamente cuidadosas. A partir daqui, fica ao cuidado de cada um de vocês.

 

 

Quero aproveitar para dedicar esta cache ao meu pai que tão prontamente se disponibilizou a fazer o container em função daquilo que eu pretendia.

 

free counters

Additional Hints (Decrypt)

CG: Yvtnçõrf Rfpbaqvqnf

RA: Uvqqra Yvaxf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.