Skip to content

<

Quinta das Tecedeiras

A cache by Fodapi aka UrsoParvo Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/22/2011
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
4 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

A cache encontra-se em propriedade privada com o conhecimento do dono, portanto vão a descoberta mas não estraguem nada :p O caminho até a cache é algo atribulado portanto recomenda-se o uso de um TT, outros carros também passam mas é preciso algum cuidado.

Situa-se na margem sul mais ou menos 5 milhas a montante da vila do Pinhão, usando o rio Douro como via de comunicação. Quinta da Teixeira ou Teixeira Velha, era o nome pelo qual a quinta era conhecida até ao final do século XX, altura em que por razões comerciais, foi adoptado o nome de Quinta das Tecedeiras. No passado, quando a quinta esteve na pertença do condado de S. Pedro das Águias e por tal, habitada por freiras e monges, praticava-se o cultivo do linho e a criação do bicho-da-seda, que eram os produtos transformados na quinta. As freiras teciam o linho e vendiam as produções. Por estar sob o domínio da companhia de JESUS, a quinta também servia de santuário e refúgio a perseguidos políticos e de delito comum ficando a viver na quinta e pagando a sua protecção com o trabalho braçal. As referências a produções vinícolas perdem-se no passado, sendo de notar que a quinta aparece em edições muito antigas de registos de vindimas das companhias para as quais eram vendidos os seus vinhos. Antes da construção da barragem da Régua, a quinta possuía na sua margem uma “pesqueira” datada de 1720, localizada, utilizando a margem norte como referência, em frente da ponte do Roncão. “Pesqueira” era um muro de alvenaria de xisto que entrava no rio e servia para encostar os barcos Rabelos a fim de se efectuar a carregação das pipas de vinho tratado, esta encontra-se referenciada em mapas antigos. No final do século XIX, com a morte das vinhas provocada pela filoxera, a quinta subsistiu graças á produção de azeites e frutas. Com o ressurgimento dos vinhedos do Douro, houve uma recuperação de algumas áreas de vinha, bem como a plantação de novas. Outras permaneceram abandonadas (murtórios) ou foram substituídas pela cultura da oliveira. Hoje, ao visitar a quinta, é possível ver claramente a simbiose entre os vinhedos antigos e novos bem como a diferenciação bem acentuada, na localização das principais culturas da quinta: vinha e olival. Com o desenvolvimento do sector dos vinhos bem como o trabalho desenvolvido em parceria com o Vintage House Hotel, Wildnerss Travel Company da Califórnia e Like-a-Local da Holanda na criação de actividades lúdicas na região, existe uma necessidade muito grande de recuperação das casas assim como das infra-estruturas (praia, cais, caminhos, muros de xisto) para se conseguir atender as solicitações que nos são feitas actualmente.

Additional Hints (Decrypt)

Fragrz-fr r ncerpvrz b oryb qb Evb Qbheb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.