Skip to Content

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.

Traditional Geocache

Fragoselas

A cache by Geo.leo Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 8/24/2011
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size: large (large)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Fragoselas  
 

 

Com esta cache tento partilhar com todos os utilizadores do geocahing um local que para mim é muito especial. A aldeia de onde a minha Mãe é natural e onde eu durante toda a minha vida vim passar férias e fins-de-semana.

 
 

 

É uma aldeia remota do Distrito de Viseu, Conselho de S. Pedro do sul, Freguesia de Covas-do-rio, situada na serra do S. Macário. Esta serra com as suas paisagens verdejantes, os seus riachos de água fria e cristalina, as suas aldeias escondidas nos vales e montanhas aliadas ao magnífico pôr e raiar do sol, dos quais se pode desfrutar, constituem um pedaço do mundo que serve de refúgio aos Deuses da inspiração.  
Do alto da serra do S. Macário o raiar do sol é mais bonito, as cores fortes que se deslumbram, nas paisagens são um regalo para as vistas, todos dizem serem de criação divina. Dos 1054 m. Do monte podem-se avistar as serras do Montemuro, da Estrela e a serra do Caramulo, vê-se todo o verdejante vale de Lafões e em dias de maior nitidez avista-se, no Porto, a Torre dos Clérigos.

 
 

 

Todo este maciço montanhoso do “Monte Magaio” vive envolto em tradições, rituais, mitos, lendas, crenças de cabras que matam lobos, de serpentes que comem homens e de santos que transportam brasas acesas nas mãos, cujas memórias não se apagaram no correr dos novos tempos.

Nesta aldeia, assim como em todas as aldeias serranas desta região, a vida corre ao sabor da calmaria do tempo e num espaço que chega para que todos vivam em harmonia com a natureza e é desta que se extrai o xisto para construir as casas típicas.

 
 

 

A gentil franqueza dos povos desta região faz-se notar na fraternidade com que nos obsequeiam, com o bom presunto e broa caseira, a também caseira chouriça. São pessoas afáveis e sinceras, sempre dispostas a dar preciosas informações acerca da região e dos seus lugares escondidos que merecem uma visita.

 
 

 

A cache está colocada num local, onde em pequeno adorava estar e brincar, por isso ser especial para mim e querer partilha-lo.

O acesso não é dos mais fáceis, mas também não é de grande dificuldade, onde aliás podem se quiserem levar crianças, tendo algum cuidado com as mesmas. Depois de chegar à aldeia devem seguir a pé até way point de abordagem á cache, chegando ao ribeiro devem virar para a vossa esquerda e seguir o ribeiro até ao GZ.

Espero que se divirtam e gozem o meio envolvente

 

Additional Hints (No hints available.)



 

Find...

27 Logged Visits

Found it 24     Write note 2     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 45 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 11/15/2017 3:47:17 PM (UTC-08:00) Pacific Time (US & Canada) (11:47 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page