Skip to content

This cache has been archived.

Gilocas: Fim de vida

More
<

Parapente ou deveria parar o vento!!!

A cache by Gilocas Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 11/05/2011
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
4 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

A Serra do Larouco é uma serra portuguesa localizada na província Trás-os-Montes, Concelho de Montalegre, distrito de Vila Real.


-

É a terceira maior elevação de Portugal Continental, com 1535 metros de altitude; situa-se na fronteira do distrito de Vila Real com a Galiza. Esta serra faz parte do sistema montanhoso da Peneda-Gerês.

Apresenta-se como uma serra que dá forma a um grande planalto granítico de forma alongada, esta serra constitui o prolongamento de um acontecimento morfológico que se estende também por terras de Espanha. Apresenta uma orientação geral de nordeste-sudoeste e cerca de 10 quilómetros de comprimento, atingindo os 1525 metros de altitude no seu ponto mais elevado.

Esta grande massa granítica distinguem-se, na vertente poente, por manchas de xisto metamorfizado que dão origem a encostas abruptas onde aves de rapina como a águia-de-asa-redonda ocupam o território. Esta serra apresenta uma vegetação em altitude é constituída principalmente por matos de urzes e giestas e, algumas pastagens que se localizam junto a cursos de água segundo a antiquíssima técnica dos prados de lima. Nas suas vertentes localizam-se campos de cultivo e algumas manchas de mata climática, constituída por exemplares de carvalho-alvarinho (Quercus robur) e carvalho-negral (Quercus pyrenaica). O vidoeiro, o pinheiro-silvestre e o castanheiro também marcam presença, sendo a última uma espécie que denuncia a ocupação cultural da serra.

Os aglomerados urbanos, de que são exemplo as localidades de Gralhas e Santo André, são rodeados por campos intensamente trabalhados. Nesta serra a arquitectura tradicional mantém-se com uma habitação de dois pisos em que o andar de baixo preenche funções ligadas à vida agrícola, e também nos muros de pedra seca em granito que compartimentam o espaço e nos abrigos para gado bovino que pontuam e assinalam as grandes áreas serranas dedicadas à pastorícia.

É nesta serra que o rio Cávado tem a sua nascente, mais propriamente na Fonte da Pipa. Neste rio e noutros cursos de água que sulcam as encostas desta serra a “galeria ripícola” é o habitat de muitas espécies de fauna e flora. Debaixo da protecção dada pela vegetação típica das linhas de água, persistem mamíferos como o lobo, a raposa, o corço e o javali, a par de répteis como lagarto-de água, a cobra-bordalesa e o sapo-parteiro.

Dada a grande importância da diversidade e da fragilidade dos ecossistemas foi criado o biótopo CORINE que abrange a Serra do Larouco e Alto Cávado, conferindo o estatuto de protecção às espécies que habitam este lugar.

Additional Hints (Decrypt)

[PT]Rager crqenf, rapboregb cbe irtrgnçãb.
N 2 cnffbf qn onaqrven qb cnencragr (004 A)
[EN] Svffher, haqre fgbarf, arne synt

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)