Skip to content

This cache has been archived.

batessolas: obrigada a todos os que tornaram possível esta cache ter sido nomeada.

More
<

A memória que não se esquece

A cache by batessolas Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 09/02/2011
Difficulty:
4.5 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


 

CACHE NOMEADA PARA OS PRÉMIOS GPS 2011 - GRANDES PLÁSTICOS DO SÉCULO.

 

 

“A memória que não se esquece”

 

            À descoberta de uma Maia escondida:

O Museu de História e Etnologia da Terra da Maia (Castelo da Maia) é um local de Passado e Memória, onde se encontram a História e a Etnologia, procurando estabelecer referências sobre a criação e evolução do território maiato e das suas gentes. Sem nenhum centro polarizador no passado, a ocupação humana na Terra da Maia, sempre foi dispersa por pequenos lugares, marcados pela presença da igreja e casas de lavoura que pela sua proximidade e articulação originaram pequenos núcleos. Formas de ocupação da terra que pelo seu equilíbrio foram transmitidas de geração em geração até muito recentemente. Contudo esta forma de viver, pela sua especificidade, não deixou centros históricos, cidadelas, locais que facilmente significam a ideia de passado e memória. É pois, a História deste passado, objecto do nosso Museu. Com o Museu de Etnologia procuramos as Gentes da Maia: os seus costumes, a sua cultura.

A Maia é uma cidade repleta de mistério e encanto, deixe-se entusiasmar Esqueça o trabalho, o quotidiano, o stress diário e desfrute de puro prazer. Porque a natureza nunca perde o encanto, goze de uma tarde fantástica Deixe-se guiar neste prazer de conhecer a Maia

É inquestionável a riqueza patrimonial que o Concelho da Maia possui, não apenas sob o ponto de vista edificado como natural, riqueza essa que passa tantas vezes despercebida à população, com prejuízos para a salvaguarda desse mesmo património e para a comunidade que, por desconhecimento do mesmo, acaba por dele não usufruir.

 

A. Quinta das Francesas 

A Casa da Quinta da Francesa datada dos finais do séc. XIX, representa um magnífico exemplar de uma casa rural. A sua exploração agrícola cessou nos anos 70. Mantém no seu interior belos jardins. Residência oficial da família Burmester.

 

B. Quinta dos Cónegos 

O Solar da Quinta dos Cónegos remonta ao século XVII sendo considerado como uma das mais belas moradias do Norte de Portugal. Quinta de recreio dos Bispos do Porto, " uma das mais belas moradias dos arredores do Porto" (Guia de Portugal), com o que resta dos "Jardins da Maia"; fontes monumentais e ermidas, hoje mais o ténis e piscina, com o fundo brasonado, em declives relvados e tratados pelos donos. A estatuária e exterior (e talvez a casa, em reconstrução após incêndio recente) são da autoria de Nicolau Nasoni. (estilo nasoniano). Possui, no seu interior, uma capela rica em talha dourada, com um valioso recheio em mobiliário, pintura e escultura, estando o edifício rodeado de um magnífico espaço verde. A fachada principal desenvolve-se em dois pisos marcados por outras sucessões de arcos abatidos, o superior protegido por balaustradas. Acede-se à porta principal, num pequeno corpo em posição ligeiramente recuada, através de uma escadaria perpendicular à frontaria, criando um vão no piso térreo. À direita fica a capela particular, adossada ao edifício habitacional, em invocação à sagrada família. Na verga da porta inscreve-se a data de construção do airoso templo, 1781. No seu interior há uma interessante talha dourada e belas imagens policromadas. Nos jardins anexos ao belo palacete protegidos por balaustradas de granito, há também um curioso dragão... a visitar!

 

C. Quinta de Santa Catarina de Sena  

A Quinta brasonada de Santa Catarina de Sena foi propriedade do Bailado de Leça (séc. XVII). Tem como Orago Santa Catarina de Sena. As armas do Brasão representam os Rangéis, Carneiros e Cerqueiras, falando-nos assim da origem militar da mesma.

 

D. Quinta de Santa Cruz   

A Quinta de Santa Cruz faz parte da Rota dos Vinhos Verdes que tem por objectivo estimular o desenvolvimento do potencial turístico da Região Demarcada dos Vinhos Verdes nas diversas vertentes da actividade vitivinícola e da produção de vinhos de Qualidade. A Quinta de Santa Cruz dispõe de uma magnífica vinha onde se produz uma excelente casta de vinho verde

As vinhas da Quinta Sta. Cruz, ocupam uma área de 3 hectares e contam com 3 tipos de condução. Na "Vinha de Cima" a condução é do tipo Espinha e na "Vinha de Baixo" do tipo Cordão. Em redor destas vinhas existem ruas cobertas por Ramadas. Rua das Flores é uma rua central dentro da própria quinta, muito bonitas devidas as suas belas flores e verde intenso.

 

E. Quinta das Flores

Casa da Família Sobral Mendes, posteriormente e através de casamento, pertença do Doutor Gonçalo Araújo. Deve o seu nome à enorme quantidade de flores e plantas existentes nos seus jardins. Data de meados do séc. XX.

 

F. Quinta das Andorinhas   

Palacete romântico, construído no séc. XX.

 

G. Quinta são Francisco de Paula 

Mais conhecida por Quinta de Brandinhães é um edifício que data de 1770, muito admirável, muito bem recuperado e no seu interior encontra-se uma bela capela. A casa e a capela encontram ­se recuperados ao estilo da época.

 

H. Quinta da Boa Vista   

A Quinta dos Gramaxos, actual Quinta da Boavista, remonta ao ano de 1910. É uma casa de campo do estilo setecentista com magníficos jardins e uma capela no seu interior, no centro da cidade. Possui um portal com o brasão dos Gramaxos.

 

Percursos Pedonais Urbanos
http://turismo.maiadigital.pt/
http://pt.scribd.com/doc/18960/Percurso-pedestre-urbano-na-Maia

 

 

A Cache:

 

Se gostas de pantufas e televisão, se gostas de conhecer os museus pela Net… se passear para ti é de carro ou avião…

Desiste, esta cache não é para ti.

Se gostas de caches sem graça… multi a contar gaitinhas… e a saírem as contas erradas ao fim… montes de quilómetros a percorrer na cidade…”moogles” como formigas só para chatear…motivo para não ficar a aturar a sogra… és dos meus, calça as sapatinhas e anda lá fazer este desafio.

As quintas na Maia são bonitas nas descrições e na sua Historia, na realidade resumem-se a Portões com brasões e capiteis, portas com puxadores… e muitas eras por cortar. Algumas podem-se visitar… outras não.

Os brasões…eram… o tempo degradou o granito…restam as ideias…

Nesta cache não há degraus, nem datas, nem janelas para contar.

Então como vão chegar às coordenadas finais… se é uma multi!!? Boa pergunta!. É um desafio á memoria e ao poder de observação…

Quando imaginei esta cache pensei na possibilidade de divulgar a Maia Rural, as gentes, os campos, os seus produtos artesanais e hortícolas, as casas senhoriais, as alfaias… Mas fiquei-me pela realidade: um passeio na Maia

O percurso tem cerca de 5 quilómetros, mais coisa menos coisa com algum declive (as ruas da maia são a subir e a descer). É na feira da Maia que todos os sábados as gentes da Maia fazem as suas trocas comerciais, (uns vendem….outros não ….)

Como esta cache vos vai obrigar a uma caminhada… pelas Oitavas (leia-se Quintas) da Maia… não se esqueçam de trazer calçado apropriado. Levem memória, papel e lápis para desenhar ou uma máquina fotográfica para vos ajudar em situações de lapsos de memória.

Como multi que é vai ter pontos onde existem “contentores” físicos onde se “vende” informação, e vários pontos virtuais onde se “re-colhe” informação.

Não se esqueçam de olhar bem para tudo o que podem ver… As coordenadas iniciais são do inicio do percurso. O parque de estacionamento é apenas uma sugestão

Por favor deixem tudo como encontraram para que a cache dure muito tempo e muita gente se possa divertir e esperemos que sim

Se algo não estiver bem… podem sempre informar ou pedir ajuda.

Batessolas: 962766714

 

 

Definição de Spoiler é uma gíria para qualquer elemento de qualquer resumo ou descrição de qualquer peça de ficção que revela qualquer elemento da trama que vai dar o resultado de um episódio dramático na obra de ficção,  `(…)

 

Nota:Também pode ser usado para se referir a qualquer peça de informação referente a qualquer parte de uma determinada mídia. Porque o gozo da ficção, depende da tensão dramática e suspanse que surge do desafio; a revelação externa de elementos do enredo como que pode "estragar" o gozo que alguns consumidores da narrativa de outra forma teria experimentado. Assim as Spoiler desta cache são apenas para dar ideias ou sugerir locais e não o próprio local da cache.

 

Levem esta grelha convosco pode ser-vos útil: Transferir

 

  = A   Quinta dos Cónegos   N: 41 13.821  O: 8 37.908 Caixa física
  = B   Quinta da Francesa    
  = C   Quinta de Santa Cruz       Caixa física
  = D   Quinta de santa Catarina de Sena       
  = E   Quinta das Flores      
  = F   Quinta da Boa Vista   Caixa física
  = G   Quinta das andorinhas      
  = H   Quinta da Boa Vista    
  = I   Quinta são Francisco de Paula      
    Chave da charada   Caixa física
Fórmula N: 41 13,[(A+E) (F+D) (B-I)] O: 008 37,[( I ) (G+H) (C-G)]  
Final N: 41 13,  ___ ____ ____ O: 008 37,  ____ ____ ____ Caixa física

 

Additional Hints (Decrypt)

Cnen b pbagragbe svany:
Inzbf oevapne cnen n Dhvagn

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.