Skip to content

This cache has been archived.

PaulosSTeam: Foi bom enquanto durou. Obrigado a quem visitou esta cache e nos premiou com bons logs e favoritos.
Obrigado

More
<

Mário Silva

A cache by aniram s. Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 10/16/2011
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


.

Mário Silva para sempre junto ao mar

O Cabedelo tem, um “monumento” de homenagem a Mário Silva. A cerimónia de descerramento do busto contou com a presença de inúmeras individualidades, que não quiseram perder a oportunidade de homenagear o pintor figueirense.
No largo junto ao Parque de Campismo, na freguesia de São Pedro, no centro de uma rotunda construída para o efeito, uma pedra natural é encimada pelo busto do artista, de semelhanças inegáveis, da autoria do escultor Agustín Casillas. A acompanhar o monumento, uma inscrição: “Quando for Grande, quero ser Pintor!”, e um símbolo, o da maçonaria, movimento de que, assumidamente, faz parte.

O mestre que faz a diferença

A iniciativa da homenagem partiu da Associação Nacional dos Artistas Plásticos Portugueses (ANAP) e foi de imediato (bem) acolhida pelas entidades locais. Nem podia ser de outra forma, já que todos foram unânimes em considerar esta “uma homenagem absolutamente merecida”.

Um bom homem

Para António Arnaut, esta é também a homenagem a um “bom homem”, por quem sente respeito e amizade, numa só palavra, “fraternidade”. Sobre o busto que regista para a posteridade a memória de Mário Silva, António Arnaut lamentou que o monumento não possa reflectir também “a sua alma, o espírito e irreverência de um jovem” de 73 anos.
Numa outra intervenção, Santos Viegas chamou a atenção para duas palavras: Mário “o mar e o rio”, e Cabedelo, que vem do grego e significa “o monte onde o rio e o mar se unem”, e fez ainda questão de sublinhar que o artista é um “pintor de maré cheia”, pelo que “não é por decreto, mas por afecto, que esta é a Praia Mário Silva”.

Relógio de pintor Mário Silva integra colecção da Fundação Miró

A Fundação Miró, em Espanha, vai lançar este ano um relógio que reproduz no mostrador uma tela do artista plástico português Mário Silva, recentemente homenageado na Figueira da Foz.
Uma das suas mais recentes “coimbrinhas” constituirá o mostrador do relógio, que estará disponível “dentro de duas semanas”, disse à Lusa fonte próxima do pintor.
José Luís Figueira, da Associação Nacional de Artistas Plásticos Portugueses, considerou Mário Silva um “precursor da nova-figuração, com forte pendor surreal, na arte moderna portuguesa” da década de 1950.
Um pintor cuja “obra contestatária, de anarco-surrealista veterano”, é fruto, prossegue, de uma aturada investigação e estudo.
Para José Luís Figueira, Mário Silva é um “dos mais notáveis e valiosos talentos da sua geração”.
As “coimbrinhas” são telas de diferentes dimensões que revelam o interesse deste conimbricence pela sua cidade natal, podendo ser “um percurso pela obra” de Mário Silva.
Mário Silva encontra-se representado em vários museus de arte moderna e contemporânea, designadamente no Rio de Janeiro, São Paulo, Estocolmo, Coimbra, Amarante, Viseu, Ovar, Figueira da Foz e Lisboa, bem como em várias galerias de arte e colecções particulares.
Entre os prémios que recebeu, aquele de mais se orgulha, segundo José Luís Figueira, é o Prémio Internacional da Paz pelo Instituto Internacional de Estudos Humorísticos de Roma (1983).
A sua obra mereceu já cinco exposições retrospectivas, tanto em Portugal como no estrangeiro. Membro efectivo da Academia de Arte e Ciência italiana, “500 di Roma”, e da Academia Internacional de Basileia (Suíça), recebeu inúmeras distinções e prémios.
Em 1957 recebeu a medalha de Ouro da Queima das Fitas de Coimbra, em 1962 o primeiro prémio de desenho do Salão Internacional Arti-Salla, em Paris, a Taça para o Melhor Artista de Vanguarda em Milão (1974) e Grande Prémio Galiano, 1975, em Milão, entre outros.

Additional Hints (Decrypt)

Cbe onvkb

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.