Skip to content

<

THE PEOPLE OF THE SEA [São Miguel - Açores]

A cache by netuseraz Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/10/2012
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:





Traducción Traduction Übersetzung









THE PEOPLE OF THE SEA

They are the people of the sea as such, is for the sea they live. The sea is their home.

You ough to think it is strange for them to be here, in a lagoon that, compared to the immensity of water, seems tiny.

Well, the people of the sea is refuged here. Not refuged, exiled. Exiled is not the most correct expression, the people of the sea are here ... The people of the sea are here on a mission. Exactly, a mission.

They arrived a few days ago, these people that belong to the people of the sea, and come from a tough battle that left few in number, power and strength.

They fought for so long, allied to other people who are in charge of the superiority of Good. And won. The Lord of Fire, Magor, is now prevented from using its power and the Earth is at peace. But Magor is cunning and will not give up looking for an alternative.

He is an Evil fighter willing to fight for its cause until the end.

The people of the sea is persistent and will continue its action to defend the Good But currently, has no value, is weakened and must take care of one another, they must recover. And this is the perfect place. There are those who live in the planet clueless of the duel waged to keep the balance between greater forces. And they will eventually reach the people of the sea, without even knowing it. And they will help them. That's why the people of the sea is in this particular place: to contact without being recognized and without attracting attention. Then, when restored, return to the sea, by the same secret channels that brought them here.

The people of the sea has since the beginning of time, their charms, the azularis, which give them power. When expelling the power, the azularis start cooling and is necessary to stop using them, so they can restore themselves. In the latest tussle, they struggle so much and, for the first time in the long life of the people of the sea, they appealed overly to the azularis. The charms cooled excessively and lost their hability to restaure themselves. They are cold for the first time.

The last resort is to expose them to heat. Not sun heat which is too much, but there is a specific heat in the right amount, under a vital circulation heated skin, always in motion. The key rests in the skin touch of those who live in another dimension of the planet. It’s required the touch with that kind of skin to activate the azularis and make them again, energy blocks.

The kind of energy able to sent the peolple of the sea home, back to the sea.

It’s all been arranged and the place was well thought out. The azularis vault will be left where the most daring will eventually pass. It will be impossible to miss him.

Knowing the characteristics of these beings, you’ll not resist opening the box and touch the azularis. When feeling your touch, the azularis will activate and provide the power to the people of the sea.

Now, just wait!

About the cache

If you need a kayak get one in the eco-tourism site in the middle of Sete Cidades Village.

The AZULARIS crystals are decorative. Don't take them.

Have fun and share your images from the adventure!

Thanks and happy caching.








O POVO DOS MARES


Eles são o povo do mar e como tal, é para o mar que vivem. O mar é a sua casa.

Acharão estranho o povo do mar estar aqui, numa lagoa que, comparada com a imensidão de água, parece minúscula.

Pois bem, o povo do mar está aqui refugiado. Refugiado não, está aqui exilado. Exilado também não é a expressão mais correta, o povo do mar está aqui…O povo do mar está aqui numa missão. Exato, numa missão.

Chegaram há poucos dias, estas gentes do povo do mar, e vêm de uma dura batalha que os deixou reduzidos em número, poder e força. Combateram durante muito tempo, aliados aos outros povos que têm a seu cargo a superioridade do Bem. E venceram. O Senhor do Fogo, Magor, está agora impedido de usar o seu poder e a Terra está em paz. Mas Magor é astuto e não vai desistir de procurar uma alternativa. É um lutador do Mal disposto a lutar pela sua causa até ao fim.

O povo do mar também é persistente e continuará a sua ação para defender o Bem. Mas, por agora, não tem qualquer valor, está enfraquecido e terá de se voltar para si, terá de recuperar. E este é o local ideal. Andam por aqui aqueles que vivem no planeta sem qualquer consciência do duelo que se trava para manter o equilíbrio entre as forças maiores. E eles vão acabar por chegar até ao povo do mar, mesmo sem o saberem. E vão ajudá-los. É por isso que o povo do mar está neste lugar específico: para contactar sem ser reconhecido e sem chamar a atenção. Depois, quando estiver restabelecido, regressa ao mar, pelos mesmos canais secretos que o trouxe até aqui.

O povo do mar tem, desde o início dos tempos, os seus amuletos, os azularis, que lhes conferem o poder. Ao expelir o poder, os azularis vão arrefecendo e é necessário parar de os usar para que se restaurem. Nesta última contenda, o esforço foi tanto e, pela primeira vez na longa vida do povo do mar, recorreu-se aos azularis em excesso. Acabaram por arrefecer demasiado e perderam a capacidade de se repararem. Estão frios pela primeira vez.

A última solução é expô-los a um calor. Não o calor do sol que é demasiado, mas um determinado calor que existe na quantidade certa debaixo de uma pele aquecida por uma circulação vital, sempre em movimento. A chave consiste no toque da pele daqueles que vivem na outra dimensão do planeta. E é preciso o contacto com essa pele para activar os azularis e torná-los, novamente, blocos de energia. Da energia que o povo do mar necessita para poder voltar a casa, ao mar.

Já está tudo preparado e o local foi bem pensado. Deixarão o cofre de azularis onde os mais audazes acabarão por passar. Será impossível não dar com ele. Conhecendo as características desses seres, não resistirão a abrir o cofre e a tocar nos azularis. Ao sentir o seu toque quente, os azularis entrarão em atividade e voltarão a proporcionar o poder ao povo do mar.

Agora, é só esperar.





Sobre a cache

Se precisa de um kayak (o local só é acessivel por kayak) procure por um no local de eco-turismo no meio da vila de Sete Cidades.

Os AZULARIS são decorativos. só deve tocar neles para os carregar com energia. Não os retire.

Divirtam-se e coloquem fotos da vossa aventura!

Obrigado.






FTF --> Nelrap STF --> markito85 + TelmaMiragaia TTF --> joaoyleonor















Additional Hints (Decrypt)

Fcbvyre vzntr / ire vzntrz fcbvyre

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.