Skip to content

Lapa dos Esteios Multi-Cache

This cache has been archived.

btreviewer: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

btreviewer
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer
Work with the reviewer, not against him

More
Hidden : 01/15/2012
Difficulty:
3.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:




Lugar mítico da lenda coimbrã, da Lapa dos Esteios é possível apreciar uma paisagem única do rio e da cidade. 
Cantado por poetas e, durante quase um século, sítio privilegiado de tertúlias de famosos intelectuais , este local está integrado na Quinta das Canas, de origem seiscentista, que ainda hoje conserva um valioso património. 

A entrada é feita através de um sumptuoso portão, seguindo-se o jardim e uma alameda de plátanos, com a Fonte da Primavera, datada do século XVII.
Para além do património arquitectónico, o espaço merece visita também pelo enquadramento arbóreo, pelos jardins e plantas, pela exuberante vegetação ribeirinha que ladeia as margens do rio e pela excepcional vista sobre a cidade.
A Lapa dos Esteios está localizada na margem esquerda do Mondego, à saída Sul de Coimbra, na estrada das Lajes.



O Senhor Conde da Quinta de Canas, homem sensível à generosidade da Juventude, nunca se importou que a Lapa fosse o local de inspiração de Estudantes, Poetas, Escritores, Melancólicos, Boémios e ainda dos que sofriam de males de Amor.
Todos íam à Lapa ouvir o Mondego e inspirar-se no perfume dos Laranjais.
É por isso que do Choupal até à Lapa se vai em duas cordas de guitarra.
O Mondego de então, era bordejado de Choupos e Salgueiros. Mas havia jasmim.
E os laranjais que Coimbra sempre teve, ficavam nas proximidades.
Espaço arborizado, ornamentado com alamedas e escadarias, ainda hoje constitui um belíssimo cenário que justifica o seu papel de musa de estudantes e poetas.

António Feliciano de Castilho, que foi estudante de Coimbra, veio aqui celebrar a Primavera. Deixou-o por escrito. A desafiar os deuses.
Ainda no mesmo século, a Lapa é visitada por D. Pedro II, do Brasil, acontecimento que foi registado com uma inscrição na rocha, uma entre as muitas que lá existem e não deixam esquecer o papel importante que a Lapa dos Esteios sempre desempenhou no imaginário dos Estudantes e dos habitantes de Coimbra..
Mas a Lapa é também um livro de ervas, árvores e arbustos.
Ervas como o acanto, a erva de S. Roberto ou os alfinetes...
Árvores como os Adernos, cujo porte continua a marcar o privativo ancoradouro da Quinta, os Plátanos, as Tílias, os Folhados, as Palmeiras da China e os Bambús sempre presentes em Coimbra.





Tenham em atenção o seguinte:


A Lapa dos Esteios faz parte da Quinta das Canas que agora está a ser utilizada pela Guarda Nacional Republicana - Brigada Fiscal.


O acesso é gratuito e tem horário de visita: Todos os dias das 9H00 às 17H30.


No entanto, por questões de segurança, é solicitado à entrada um documento identificativo a todos os visitantes e são acompanhados durante TODO o percurso dentro das instalações por um agente de autoridade que esteja de serviço.




SEJAM DISCRETOS nas vossas pesquisas!
Tem muito mais piada se agirem como turistas (não residentes em Coimbra) !

Não é necessário GPS durante a pesquisa das pistas
utilizem somente fora  do recinto




Levem máquina fotográfica e tirem fotografia a tudo o que possam achar relevante
para ajudar a decifrar a localização da cache.


____________________________ Puzzle ____________________________


Coordenada para a cache:    N 40º 1[X.X]10' W 008º 25.[Y]0[Z]'


Como decifrar?


Simples:


- Número de árvores que ladeiam a fonte na praceta atrás dos canhões = [X.X]


- O J. Paiva deu um último abraço com o resto da sua malta do curso jurídico. Em que mês? = [Y]


- Número de estátuas a serem "ameaçadas" = [Z]




_____________________________________________________________________________
Contém logbook, stashnote e caneta.

Boa cache! Divirtam-se!



Additional Hints (No hints available.)