Skip to Content

<

Projecto GeOldSchool - Pego da Curva

A cache by clcortez Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/23/2012
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Bem vindo/a a esta cache que o leva a conhecer a escola primária do Pego da Curva e arredores, freguesia da Parreira, concelho da Chamusca.

Lugar à muito abandonado, deixou ficar uma mística própria de lugares que em tempos tiveram muita vida e que agora não passam de sombras fantasmagóricas que nos parecem espreitar em cada esquina tentando nos contar algo...vamos lá ouvir o que têm para nos contar!

[EN] Welcome to this cache which leads you to know the primary school of Pego da Curva area, near Chamusca.

Place the abandoned lot, let stand a very mystical places that once had so much life and now are only ghostly shadows that seem to lurk around every corner trying to tell us something ... let's hear what they have to tell us!

 

[PT] O Projecto GeOldSchool

Este Projecto visa dar a conhecer aos geocachers as antigas Escolas Primárias agora abandonadas e os espaços envolventes muitas vezes abandonados também. Preferêncialmente quer dar-se a conhecer espaços abandonados, mas também espaços convertidos, muitas vezes e por esse país fora, em outros locais de encontros sociais, como clubes de caçadores, sedes de grupos de Escuteiros, sociedades recreativas ou até mesmo armazéns das Juntas de Freguesia. O que interessa é divulgar um património nacional que deixou à muito de servir para a função para o qual foi contruído e que agora serve outros fins, ou mesmo o abandono.

Todos os geocachers que se queiram juntar a esta causa e queiram ajudar a divulgar as centenas de Escolas Primárias entretanto encerradas e esquecidas, estejam à vontade para o fazer, terei todo o gosto em levar esta causa a todos os pontos que entenderem. Uma vez que sucessivos Governos têm contribuído para a deserificação do interior do país e fomentado o abandono de locais que em tempos tiveram muita vida, não os vamos deixar esquecer. E ainda por cima quando estes locais merecem ser divulgados aos geocachers que buscam locais através do Geocaching que de outra forma não conheceriam, e que por norma se situam em locais com baixa densidade de caches.

[EN] The GeOldSchool Project

This project aims to make known to the ancient geocachers Primary Schools now abandoned and the surrounding areas often abandoned too. Preferably want to make themselves known abandoned spaces, but also spaces converted, often outside this country and in other places of social gatherings such as hunting clubs, groups of Scouts headquarters, corporate entertainment or even warehouses. What matters is to convey a national heritage that left much to serve for the function for which it was built and now serves other purposes, or even abandonment.

All geocachers who want to join this cause and want to help spread the hundreds of Primary Schools closed and forgotten meantime, feel free to do so, I will be happy to bring this issue to understand all points. Since successive governments have contributed to the deserification the interior of the country and encouraged the abandonment of places that once had so much life, let's not forget. And on top when these sites deserve to be disseminated to local geocachers looking through Geocaching who otherwise would not know, and they usually are located in areas with low density of caches..

   

 

[PT] O local

O Pego da Curva é (ou era) uma herdade de grandes dimensões que se situa no coração da planície ribatejana, longe dos centros urbanos ou vias de comunicação. Não é local de passagem, e poucos a conhecem.

Não se sabendo ao certo quando começou a ser conhecida ou habitada, sabe-se no entanto que no Sec XVIII seria uma importante herdade agrícola, mas também conhecida por ser um local de mato denso, cheio de caça grossa como javalis, por exemplo. Contam as histórias antigas que por ser um local remoto e isolado era usado como "covil" para ladrões e furagidos.

Estando perto de um curso de água (Ribeira de Muge) e estando numa região fértil da planície da margem esquerda do Tejo,  foi sempre um importante polo agrícola que empregava varias dezenas de pessoas ou mesmo centenas em determinadas alturas do ano, e que eram alojadas nas habitações baixas que se podem ver à entrada do local. Terá sido assim até 1974, altura em que com a Revolução de 25 de Abril os grandes latifundiários quase desapareceram e os operários abandonaram a difícil vida do campo e fugiram para os centros urbanos. Não é difícil de encontrar pessoas mais idosas em Almeirim, Fazendas, Chamusca e arredores que ainda viveram nas herdades como a do Pego da Curva e muitas outras na região. Deixaram para trás ao abandono as suas casas e rumaram em busca de uma vida melhor, abandonando muitas vezes até os seus haveres mais volumosos, como ainda se pode atestar numa ou noutra casa deste local. Ainda ficaram algumas famílias até à alguns anos atrás, mas hoje está completamente abandonado.

Antes ou depois de procurar e encontrar a cache não deixe de visitar o local. Comece pela Escola e imagine aquele edifício cheio de crianças e como seria felizes ali. Depois percorra as habitações e uma a uma veja como viviam aquelas pessoas. Repare nos pormenores, como o cuidado que tinham na execução das cantarias, móveis, portas, janelas, telhados. Todos os espaços eram aproveitados, existem por isso algumas escadas para minúsculos sótãos. Já cá fora, visite o armazém principal junto á palmeira, assim como o pombal, as garagens, os tanques de lavar a roupa, e os restantes edifícios. Mas não vou contar mais, deixo a surpresa para quando visitar a cache!

Para chegar aqui pode vir de vários locais, pois apesar de ser um local isolado está numa confluência de 4 estradas que vêm de Sul da região de Santarém e Almeirim (passando pela vizinha Herdade do Vale da Lama Rosa, hoje uma importante e recuperada herdade agrícola e uma referência no ), de Oeste vindo de Parreira, Chamusca e Chouto, de Norte vindo de Abrantes passando por Bemposta e Gorjão, e Este vindo dos Foros de Arrão, Montargil ou Ponte de Sôr. Assim, basta escolher qual o melhor caminho para lá chegar, mas depois quando terminar a visita não deixe de escolher outro caminho para conhecer a região, eu aconselho a passarem por Gorjão onde verão uma pequena lagoa e uma herdade junto à estrada que mostra bem o que é a vivência destas gentes neste lugar. Um local onde a azáfama da vida urbana não parece ter lugar.

Deixo ainda umas recomendações adicionais::

- Conte com cerca de 1h para fazer a cache e visitar o local. Vá com tempo e leve a família e as crianças (atenção ao limites físicos de cada um!).

- Não são precisos cuidados acrescidos, mas o local é isolado e a civilização mais próxima onde pode comprar água, alimentos ou outros bens ainda fica a alguns quilómetros e pelo menos a 15minutos de caminho de carro.

Boa caçada! Espero que goste, tire fotos e coloque-as num log onde conte a história desta aventura.

[EN] The local

The Pego da Curva is (or was) a large estate that lies at the heart of Ribatejo plain, far from urban centers or thoroughfares. There is a place of passage, and few know it.

Not knowing for sure when it began to be known or inhabited, however it is known that in Sec XVIII would be an important agricultural homestead, but also known for being a place of dense forest, full of large game such as boar, for example. They tell the old stories that being a remote and isolated location was used as a "den" for thieves.

Being close to a watercourse (Ribeira de Muge) and being a fertile region of the plain on the left bank of the Tagus, was always an important agricultural hub employing several tens or even hundreds of people at certain times of the year, and they were housed in housing low that you can see the entrance to the site. Has been well until 1974, when the Revolution of 25 April the landlords almost disappeared and the workers left the hard life of the field and fled to urban centers. It is not difficult to find older people in Almeirim, Fazendas, Chamusca area still lived in homesteads as Pego da Curva and many others in the region. They left behind abandoned their homes and headed in search of a better life, often leaving their assets to more bulky, yet it can be seen as one or another home from this location. Although some families were until a few years ago, but today is completely abandoned.

Before or after you search and find the cache be sure to visit the site. Start the School and imagine that building full of children and how it would be happy there. Then scroll housing and one by one to see how these people lived. Notice the details, such as the care they had in carrying out stonework, furniture, doors, windows, roofs. All spaces were utilized, so there are some stairs to tiny attics. Already outside, visit the main warehouse near the palm as well as the loft, garages, tanks for washing clothes, and other buildings. But I will not tell you more, I leave the surprise for when visiting the cache!

To get here may come from several places, because despite being an isolated location is a confluence of four roads coming from southern region of Santarém and Almeirim (passing by the nearby Homestead Valley Lama Rosa today and recovered a major agricultural homestead and a reference in horses and cows), coming from the West Parreira, Chamusca and Chouto, coming from north of Abrantes undergoing Bemposta and Gorjão, and this coming from Foros de Arrão, Montargil or Ponte de Sor. So just choose the best path to get there, but then when you finish the visit be sure to choose another way to know the area, I advise you to go through Gorjão summer where a small pond and a farm near the road that shows well What is the experience of these people in this place. A place where the hustle and bustle of urban life seems to have no place.

Still leave some additional recommendations :
- Count on about 1 hour to do the cache and visit the site. Go and take your time with family and children (attention to the physical limits of each!).
- No extra care is needed, but the location is isolated and the nearest civilization where you can buy water, food or other goods still is a few kilometers and at least 15minutos path car.

Good hunting! Hope you enjoy, take pictures and put them in a log which tell the story of this adventure..


 

 

[PT] A Cache

A cache encontra-se escondida nas traseiras da Escola Primária, o melhor acesso é pela porta principal da mesma. A cache está escondida dentro de um compartimento que em tempos fui usado para acções comuns a todos nós. Não destrua nada e deixe tudo como encontrou. Veja a dica caso tenha algum dificuldade, atendendo que com a vegetação e a cobertura do edifício o sinal GPS pode não ser o melhor. Não hesite em mexer onde lhe parecer menos óbvio, foram acauteladas as medidas necessárias para tal. A cache tem logbook, stashnote, lápis, afia e alguns itens para troca.

Espero que gostem!:)


Esta cache é um recipiente de tamanho small de medidas +/- 15x8x8cm.

Deixe-a exactamente como a encontrou, no mesmo local e bem tapada. Não precisa de retirar a cache do sítio, basta retirar o conteúdo. Manuse-a com cuidado!

[EN] The Cache

The cache is hidden at the back of the primary school, the best access is through the main door of the same. The cache is hidden in a compartment that once was used for operations common to us all. Do not destroy anything and leave it as found. See the hint if you have any difficulty, given that the vegetation coverage and building the GPS signal may not be the best. Feel free to move where you look less obvious, were seized necessary steps to do so. The cache has logbook, stashnote, pencil, pencil sharpener and some items for exchange.

Hope you enjoy:))



This cache is a recipient box of small measures + / - 15x8x8cm.

Leave it exactly as found in the same place and well covered. No need to remove the cache site, simply remove the content. Carefully hand.



Ah, e não se esqueça nunca//Oh, and never forget: Cache In Trash Out!

 

Boas Práticas para um Geocaching melhor. Colabore!

- Ao decidir procurar uma cache faça-o de acordo com o que é pedido pelo owner. Respeite a sua vontade e as suas recomendações, pois delas dependem a sua integridade e a da cache. Não destrua, não parta, não deixe mais que pegadas e não traga mais que fotografias.

- Leia bem o página da cache antes de começar a busca. Pondere bem os riscos, e se o nível de Dificuldade e Terreno está de acordo com os seus limites e objectivos. Não ponha em risco a sua vida e a a da cache, e se acha que não é para si não arrisque e passa à próxima. Nem todas as caches são para todos.

- Lembre-se que o Geocaching proporciona-nos aventuras e leva-nos a locais que de outra forma não iríamos conhecer e visitar, por isso quando for procurar uma cache vá com tempo, quer para conhecer bem o local, mas também para estar preparado para algum imprvisto que possa ocorrer.

- Tenha especial cuidado ao procurar o esconderijo da cache, certifique-se que não há ninguém por perto ou ninguém a ver. Caso haja seja o mais discreto possível. Não arrique caso tenha consciência que está a ser observado, e desista. Certamente terá uma nova oportunidade para lá voltar, e assim evita que a cache seja objecto de buscas indesejadas.

- Ao encontrar a cache faça sempre um registo escrito no logbook. Se necessário use frente e costas das folhas do mesmo, poupe papel.

- Tire fotos, muitas fotos, e não esqueça de as colocar no seu log online na página da cache.

- Quando fizer o log online faça-o de uma forma detalhada possível de modo a dar a conhecer a aventura que a visita ao local proporcionou. Se houver alguma sugestão ou recomendação a fazer ao owner aproveite e faça-o no log. Precisa de manutenção? O acesso foi dificultado? Mudaram a cache de sítio? Qualquer situação que lhe pareça anormal comunique, informe o owner, seja por log ou através de mensagem privada.


 

Additional Hints (Decrypt)

CG: Aº1. Ab puãb, baqr cnerpr zrabf óoivb!
RA: aº1, ba gur sybbe, vg frrzf abg cbffvoyr!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

66 Logged Visits

Found it 58     Write note 3     Publish Listing 1     Needs Maintenance 3     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 52 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.