Skip to Content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas. As linhas de orientação aceites que pressupõe a publicação desta cache assim o indicam.

Consulte o seguinte URL para mais informações: https://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx#cachemaintenance :

[quote]
Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.[/quote]

Se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me por [url=http://www.geocaching.com/email/?u=btreviewer]e-mail[/url], especificando o GC code da mesma.

A eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as implicações que as linhas de orientação actuais indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Obrigado

[b] btreviewer [/b]
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77][i][b]Work with the reviewer, not against him.[/b][/i][/url]

More
<

Cemitério dos Vouguinhas

A cache by LeoFixe Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/20/2012
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Na estação ficamos surpreendidos com o que vemos... Parece um pequeno cemitério de comboios, que não resistiram ao tempo e que sem quererem vão servindo de parede a quem se inicia ou queira apurar a sua arte de grafiti. São cerca de seis e lá aguardam o seu destino já traçado – o “abate”.

São 9.34h e o apito do comboio avisa que a viagem está prestes a ter início. É um comboio regional, de cor vermelha, com apenas uma carruagem, apelidado carinhosamente de “Vouguinha”. Funciona apenas uma vez pela manhã e outra pela tarde. Em Sernada também se apanha o comboio para Aveiro, mas os horários são tão distintos que se torna complicado fazer o percurso Aveiro - Espinho.

O comboio arranca e imediatamente somos abraçados pelo vasto eucaliptal da Serra da Gralheira . Não se sente a presença humana a não ser pelos dois túneis e pela gigantesca ponte da A25. Quem vai encostado à janela vê perfeitamente os carris, pois as curvas e contra-curvas são bem acentuadas, pautadas por ligeiras subidas e descidas. Aproveitamos para respirar o ar puro, colocando a cabeça de fora, mas prestando atenção às ramagens mais selvagens. Em Albergaria-a-Velha, a primeira paragem, temos a primeira lufada de civilização

De manobra em manobra...

Além do maquinista e revisor, presenças naturais em qualquer comboio, acompanha-nos uma personagem bastante curiosa, o manobrador. Veste de verde e a sua função é abrir e fechar cancelas. O comboio pára e o manobrador sai, com a manivela na mão, para fechar a cancela. O comboio arranca e pára novamente, à espera que a cancela seja aberta e o manobrador entre. Este é um processo que apenas se efectua entre Sernada do Vouga e Oliveira de Azeméis.

O facto de ser um comboio regional faz com que a viagem seja mais demorada mas ao mesmo tempo mais familiar. Por isso não estranhe que os jogadores de malha acenem quando o comboio passa, ou mesmo que algum carro o cumprimente com um apito e que seja retribuído. Esta é uma linha bastante antiga, o primeiro troço, entre Espinho e Oliveira de Azeméis foi inaugurado pelo rei D. Manuel II em 1908, e não admira que já tenha criado fortes laços nas gentes que a acolhe.

Pelos caminhos de Portugal

A viagem continua no meio de eucaliptos e minifúndios pincelados com criativos espantalhos, feitos a partir de materiais reciclados e roupa estendida ao sol, que bastaria esticar o braço para ficar com um prémio. Capelas, casas palacianas, bois, alfaias agrícolas, tudo concorre para chamar a nossa atenção.

As estações de comboios surgem pitorescas ao longo do trajecto. A de Ul há algum tempo deixou de ser estação e é agora um complexo turístico, “Refúgio d’el Rei, com uma esplanada capaz de arrancar suspiros a qualquer um. A de S. João da Madeira, tem um jardim adjacente que demonstra as maravilhas da arte da poda.

Continuamos a ser embalados pelo ondular da carruagem e já nos habituámos a ouvir os contantes apitos que avisam os incautos, nas passagens de nível sem guarda, que o comboio vai passar.

Praia à vista

À medida que nos aproximamos do destino, os eucaliptos cedem o seu lugar a cidades e somos invadidos pela brisa do mar.
Chegamos a horas, pontualidade capaz de causar inveja aos britânicos, e descemos no apeadeiro Espinho - Vouga.

Sobre a cache:

É um container small, contém material de escrita, logbook, stashnote e alguns items para troca.

Boas cachadas!!

Additional Hints (Decrypt)

PEN!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.