Skip to content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

btreviewer
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer
Work with the reviewer, not against him

More
<

O Tesouro da ciradelha

Hidden : 02/23/2012
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size:   not chosen (not chosen)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Tesouro da cidadela



planta da vila de vinhais



As origens de Vinhais remontam ao período anterior à Idade Média, podendo ainda encontrar-se alguns vestígios das ocupações de povos pré-históricos.

Durante a ocupação romana, o local escolhido para residência e vigilância foi o cabeço mais elevado, hoje denominado «Cidadelha».


A ocupação humana do território de Vinhais data de tempos ancestrais, como o comprovam os diversos vestígios arqueológicos existentes no seu termo, no entanto insuficientes para estabelecer um quadro coerente de povoamento.





Os sítios e monumentos relacionados com a Pré-História Recente não abundam. Conhecem-se a existência de abrigos, o caso da Lorga de Dine, datada do Calcolítico, alguns monumentos megalíticos, muito destruídos e descaracterizados, o caso das Mamoas do Marcão, localizadas na aldeia de Travanca e um Menir, localizado na aldeia de Sernande. Existem também alguns povoados com datação anterior à Idade do Ferro: o povoado do Castrilhão, localiza-se no termo de Rio de Fornos, foram encontradas, durante escavações arqueológicas, pontas de setas talhadas em xisto e quartzo com datação anterior ao Calcolítico.

Surgem-nos algumas dúvidas quanto à evolução da ocupação do território entre a Pré-História Recente e a Idade do Ferro, embora se possa supor que uma parte dos povoados fortificados deste período seja testemunho de uma continuidade de povoamento, pelo menos desde o Bronze Final.

A maioria destes povoados fortificados apresenta áreas reduzidas. Possuem estruturas defensivas diversificadas, tais como, muralhas, torreões, fossos e barreiras de pedras fincadas (estas observam-se nos castros localizados no Cerro de Penhas Juntas).
No território de Vinhais estão identificados 23 povoados fortificados, destacando-se o Castro da Ciradelha, povoado Proto-Histórico, fortificado de grandes dimensões.



A romanização deste território, por volta de 25 a.C., tem um impacto profundo na rede de povoamento Proto-Histórica.
O povoamento baseado no povoado fortificado, quando não continuado no contexto da ocupação romana, foi substituído por uma rede hierarquizada de “habitats” em que se incluem vici, masiones (ex. a Modorra de Vila Verde), aldeias, villae, casais e povoados mineiros (o caso do Pinheiro Velho).

A partir do século I / II d.C., estes povoados fortificados foram perdendo a sua importância. A necessidade de terrenos mais férteis fez com que as populações se deslocassem do cimo dos montes para os vales onde havia melhores terrenos agrícolas.
Da passagem desses povos restaram-nos alguns vestígios: um tesouro monetário na Vidueira, a cerca de 1,5km para Norte de Vinhais, um Marco Miliário romano de Soeira , que se encontra depositado no Museu Abade de Baçal em Bragança, e a passagem por estas terras da Via Romana XVII, nas imediações da Vila de Vinhais, Via essa que ligava dois importantes conventus juridicus: Bracaraugusta (Braga) a Asturica (Astorga em Espanha).



O TESOURO

Há muitas centenas de anos atrás, no tempo das conquistas, foi escondido na ciradelha , um tesouro valioso...

Foi escondido, com o intuíto de nunca ser encontrado.

Para encontrar este tesouro, terás que encontrar “o mapa”

Esse mapa irá indicar-te o caminho.

Este mapa irá guiar-te e dar-te todas as instruções para te ajudar a encontrar o tesouro...

Irás conseguir superar este desafio?







Additional Hints (Decrypt)

ab frthaqb cbagb cebpherz orz n pnpur é nytb angheny
gentnz zndhvan sbgbteásvpn ybpnvf zntaísvpbf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.