Skip to content

<

Aguas de Casaes

A cache by Team Marretas Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/02/2012
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



Agua de Casaes - A história

Em Casal de Cambra, na zona da antiga Quinta da Águas Ferreas, actual Parque Urbano 25 de Abril, persistem ainda hoje as ruínas do velho edíficio termal da Quinta das Águas Férreas.

Em 1839 a Sociedade Farmacêutica Lusitânia iniciou uma série de análises das nascentes nos arredores de Lisboa: Casal de Barras; Vale de Camarões; Casais de Câmara; Quinta da Sadinho; Quinta dos Ribeiros; Quinta do Botão de Baixo; Cabeço de Montachique; Venda Seca e Vale de Lobos.
Lopes (1892) escreveu sobre elas: “brota uma nascente de água férrea, que foi muito preconizada há cinquenta anos, quando dela se fazia grande uso, ali e em Lisboa, para onde era transportada em Garrafas”.
Para satisfazer o pedido de concessão, foram analisadas por Bonhorst (1913) e Pego (1913) foi encarregue do reconhecimento geo-hidrológico. Depois disso vieram a ser exploradas e comercializadas, sobre o nome “Agua de Casais de Câmara”, nas primeiras décadas do século vinte. Nos relatórios da Inspecção de Águas dos anos 30 e 40, Acciaiuoli considerava-as inactivas, sendo o seu aproveitamento só local.
Em 1966/67 os terrenos de Casais de Cambra foram divididos: “… em quintinhas de 5000 metros as quais foram sendo postas à venda , vindo posteriormente a serem novamente loteadas tendo-se constituído uma malha imensa de pequenos lotes” (Folheto da Junta de Freguesia de Casal de Cambra, s/ data)

Casal de Cambra transformou-se num grande bairro suburbano de Lisboa, de construção não licenciada, que seria na década de 90 urbanizado pela Câmara Municipal de Sintra, formando posteriormente uma Freguesia, desanexada da freguesia de Belas. Foi nesta reorganização urbana que surgiram vários equipamentos sociais de serviço e lazeres entre os quais o parque urbano “25 de Abril de 1974”, na extremidade do qual numa zona expectante se encontra este balneário que foi famosos pelas suas águas férreas. Aliás, segundo informação da Junta de Freguesia, todas as águas de profundidade no vale do parque são férreas, como testemunha o pequeno lago do parque, com água desta natureza e com origem num furo artesiano.

Segundo o Relatório de Pego (1913) as águas eram captadas numa mina de 60m de cumprimento, talhado na rocha, com uma sessão 2x0,8m, e conduzidas para um depósito “de onde brota para torneiras de vidro num buvete”. Muito provavelmente esta mina localizava-se no estranho afloramento granítico que se apresenta por detrás da arruinada estância termal da Quinta das Águas Férreas.

Actualmente esta quinta faz parte do parque urbano de Casal de Cambra, numa zona que aguarda ainda a recuperação e ajardinamento, estando o velho edifício onde se localizava a buvete destinado a tornar-se na Casa da Juventude da Freguesia. Trata-se de um edifício de finais do séc. XIX, de planta quadrada a que posteriormente foi acrescentado um andar: “…com quartos para os doentes e criados balneários exteriores” (Folheto da Junta de Freguesia de Casal de Cambra, s/ data).

(in http://www.aguas.ics.ul.pt/lisboa_ccamara.html)

Esta cache procura dar-vos a conhecer um pouco mais sobre a história desta zona, mais concretamente, mostrar-vos o que ainda existe do antigo edifício termal das Aguas de Casaes.

 

Por favor não façam esta cache à noite!

In this place there was an old medical spa that is nowadays in ruins. There was a spring with water that had medical properties, which became very know in Lisbon at the time.

People used to come here to heal many diseases, such as anemia, using this building for the treatments.

The water was also bottled and sold in the first decades of 20th century, with the brand “Aguas de Casais da Câmara”.

After some studies in the 30’s and 40’s decade, the water were no longer used to medical effects, and became a private place, after the lands of Casais de Cambra been splitin many little farms.

Nowadays, the building is part of the urban park of Casal de Cambra, named “25 de Abril de 1974”, in an area that is still waiting for recovery. There are plans to turn this old building in a Youth House.

This cache wants to show you more of the historic places of this area, more specifically, to show you what is left of the old spa building of Aguas de Casaes.

 

Please, don't do this cache at night!

A Cache

A Cache encontra-se fora das ruinas do edifício termal, mas também fora dos limites do Parque Urbano. É um container com logbook, mas sem espaço para trocas.

The cache is outside the ruins of the spa building, but also outside the 25 Abril Urban Park. It's a container without space for trades.


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

[PT]Freá dhr nvaqn pbeer nythzn qrfgn áthn arfgn pnanyvmnçãb? É zryube ire b gvwbyb! [ENG] Gurer vf fgvyy fbzr bs guvf jngre va gur cvcrf??? Vf orggre gb ybbx va gur oevpx!

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)