Skip to content

This cache has been archived.

Bonnie&ClydePT: Boa tarde,

Devido as más abordagens a esta cache decidi arquiva-la... Desde já peço desculpa a todos os geocachers que tencionavam fazer esta cache e verem realmente o que é um a cache elaborada...

Clyde.

More
<

Scuba Diving

A cache by Bonnie&ClydePT Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/29/2012
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Esta cache encontra-se em V. N. de Gaia, na Marina da Afurada / Canidelo.


A fim de facilitar a abordagem ao GZ ficam aqui algumas recomendações: - Chegando a marina podem encontrar dois tipos de vigilantes consoante a hora da abordagem; - Caso seja de dia, irão encontrar uma equipa estabelecida por dois marinheiros, o horário desta equipa é das 08:00/20:00Horas. -Caso seja feita a noite, irão encontrar um vigilante noturno, cujo horário é das 20:00/08:00Horas. Tanto para um caso como para o outro, estes homens estão avisados do container existente, mas provavelmente, devido a rotatividade das mesmas possa haver algum que desconheça por falta de informação do colega ao qual este vem render. Se mesmo assim algum se recusar a deixar fazer a abordagem, ( coisa que será muito difícil acontecer ) digam que o responsável pela marina o Sr. José Sampaio tem pleno conhecimento e que há autorização por parte dele a fazer a abordagem sem qualquer problema. Actualmente podem diriguir se a recepção caso não encontrem ninguem que vos possa ajudar. Pode parecer uma cache um tanto ao quanto complicada, mas fica garantido que depois de feita irão ver que valeu bem a pena. Os logs feitos até agora falam por si… Pedimos que manussem a cache com jeito,depois de a encontrarem "Puchem"com jeito caso contrario não iram conseguir tirar-la do sitio dela... Como tudo na vida é preciso ter alguma paciência e só assim vão conseguir logar...Esperamos que gostem. Devido ao tipo de container pede-se que o deixem tal e qual como o encontraram, o logbook está colocado de uma forma muito particular, pede-se também que tenham cuidado com o mesmo, e caso não consigam logar tirem foto e enviem-nos, sem publicar. Não revelem o container.

Scuba Diving

600


Scuba Diving, ou mergulho, é uma prática muito antiga que consiste na exploração submarina utilizando-se ou não de equipamentos especiais.
O padre italiano Giovanni Alfonso Borelli foi o primeiro homem a mergulhar com segurança e conforto. Seu bem-sucedido passeio subaquático, em 1679, contou com um traje impermeável feito de couro e untado de sebo. Ele tentava, rusticamente, reduzir as agruras causadas pelo frio, uma das grandes dores de cabeça dos mergulhadores. Antes dele, porém, o historiador grego Heródoto relatava que o imperador Xerxes tinha organizado expedições para buscar, nas profundezas do oceano, os tesouros submersos dos persas. Aristóteles, o notável filosofo da Grécia antiga, narrou a descida de Alexandre, o Grande, num sino de mergulho primitivo para observar a vida marinha. No ano de 1899, o francês Besnoit Rouquayrol patenteou o primeiro aparelho de respiração autônoma. Mas faltava uma válvula de alta pressão. Sem ela, não havia como equilibrar as altas pressões existentes no fundo do mar. A solução foi encontrada pelo francês Jacques-Yves Cousteau, em 1943. Na época, ele vivia no sul da França, praticando caça submarina para se manter. Junto com o engenheiro Emile Gagnham, que projetou uma válvula de alta pressão, Cousteau aperfeiçoou o aparelho de Rouquayrol, batizado de aqualung.
Existem três tipos de mergulho: livre, autônomo e o dependente ou semi-autónomo (br: umbilical).
O mergulho livre ou de apnéia é a modalidade em que o mergulhador não usa equipamentos para respiração subaquática. No mergulho autónomo o mergulhador é auxiliado por equipamentos que ele carrega consigo, que lhe permitem respirar debaixo d'água. Já no mergulho dependente, o suprimento de ar não é levado pelo próprio mergulhador, sendo a alimentação feita a partir da superfície por intermédio de um compressor de ar e de uma mangueira.


Marina do Douro

600


A Marina do Douro, nas freguesias da Afurada e Canidelo, em Gaia, é a “maior infra-estrutura náutica entre Cascais e a Galiza” pretendendo ser um pólo dinamizador do turismo local e uma plataforma de entrada no rio, com capacidade para 300 barcos, área 49 mil metros quadrados (4 mil metros quadrados a seco). Quando estiver completamente operacional, terá serviço de Rent-a-Car, Taxi Boat, Lavandaria, Balneários, Escola de Vela, Atividades Náuticas e Formação. Na zona envolvente de acesso público, edifícios para restauração, comércio/ aluguer de barcos de recreio e equipamentos náuticos, promoção turística, lojas de desporto e moda, a serem inaugurados numa 2.ª fase. Afurada e sua comunidade de pescadores, a vista do Porto, o Cabedelo e a sua extensão de areia, a vista para o mar e para o rio, a extensão de água que ali se forma, o passeio ao longo do rio com continuação para o mar, o sossego, o estar na cidade sem se estar... são mais que argumentos!

600

Não a divulguem. Obrigado!

Additional Hints (Decrypt)

Aãb graunz zrqb qr chkne cbe ryn... znf pbz phvqnqb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.