Skip to Content

This cache has been archived.

RF Way: Devido aos desaparecimentos consecutivos , é impossível a sobrevivência desta cache. Obrigado a todos.

More
<

Convento das Bernardas

A cache by RF Way Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/23/2012
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

O objetivo desta cache é dar-vos a conhecer o Convento das Bernadas em Tavira que foi completamente renovado para fins de habitação. Levar com que escrever.

Convento das Bernardas
1509-2009 quinhentos anos de história
No Convento das bernardas respiram-se 500 anos de História. Foi o maior edifício conventual do Algarve e o único da Ordem de Cister em toda a região.
A sua construção deve-se a D. Manuel I, que desta forma quis agradecer a vitória obtida em Arzila, no norte de África, quando os mouros levantaram o cerco à cidade.
O Convento das Bernardas acolheu durante 3 séculos religiosas provenientes das famílias de Tavira e de todo o Algarve. Há ainda referências históricas à presença de monjas oriundas do Alentejo e ilhas dos Açores.
A perícia manual das irmãs ficou conhecida graças à sua arte de doçaria, especialmente caramelos, em registo de santos (lâminas) e nas obras de arte sacra (barro e pintura) que saíam das suas oficinas.

A última Monja de Cister no Algarve visita Convento das Bernardas e cumpre desejo com 2 décadas
A irmã Miriam é a última monja de Cister em todo o Algarve. Durante os últimos 19 anos e meio tem estado sozinha num mosteiro provisório, situado em Santa Catarina da Fonte do Bispo, concelho de Tavira. Tinha como missão voltar a fundar uma comunidade monástica de Cister na região, depois de em 1862 o Convento das Bernardas ter sido encerrado.
Ao longo destas duas décadas, olhou com profunda tristeza as fachadas em ruínas do Convento das Bernardas, que na sua opinião, deveria ser conhecido como Mosteiro Cisterciense de Nossa Senhora da Piedade de Tavira (já que nem São bernardo foi o fundador de Cister nem as casas desta Ordem se chamam conventos, mas sim mosteiros).
Nunca conseguiu aceder ao interior do edifício, apesar dos inúmeros esforços. Enquanto o estado de degradação se ia apoderando cada vez mais do edifício, a Irmã Miriam ia descobrindo que as vocações escasseiam nesta região, inviabilizando o renascimento da Ordem de Cister no Algarve.
A poucos dias do regresso definitivo da Irmã Miriam à sua abadia em França, o sonho desta monja foi finalmente cumprido. O Convento das Bernardas abriu as suas portas para que esta última representante da Ordem pisasse o mesmo chão e entrasse nas diferentes alas que, há 500 anos, eram percorridas por mais de 70 freiras.
Com a sua inseparável mochila às costas e armada de uma máquina fotográfica digital, visitou todos os espaços do edifício, identificou a biblioteca, a cozinha, a zona das celas, os claustros e a igreja. Uma viagem emocionada por cinco séculos de História, pelas páginas atribuladas de uma ordem religiosa, por um passado que faz parte integrante da História de Portugal.

O prestigiado arquitecto Eduardo Souto Moura vencedor do prémio Pritzker 2011, o Nobel da arquitectura foi o responsável pela transformação deste monumento histórico em habitação.

Additional Hints (Decrypt)

N pbagne qronvkb é n 1º, qr pvzn é n 3º.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

602 Logged Visits

Found it 567     Didn't find it 14     Write note 7     Archive 1     Temporarily Disable Listing 3     Enable Listing 2     Publish Listing 1     Needs Maintenance 6     Owner Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 55 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.