Skip to content

200 anos Batalha do Buçaco - O tesouro de Arthur Mystery Cache

Hidden : 07/06/2012
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Nota: Cache NÃO se encontra nas coordenadas publicadas. Agradeço que não publiquem fotos do contentor ou fotos que permitam identificar o local. Devido à mobilidade reduzida sítio onde se encontra a cache, é possivel que a coordenada não seja tão exata quanto desejaria. Ainda assim, penso que não será difícil encontrá-la. Se alguém conseguir uma coordenada mais exata, agradeço que ma envie via mensagem privada.

Translation

200 anos da Batalha do Buçaco - O tesouro de sir Arthur

Há muitos anos atrás, um estudioso cuja identidade não podemos revelar, investigou as íngremes encostas da Serra em busca de vestígios da Batalha do Buçaco. Depois de se debruçar pelas áreas do Moinho de Sula e Moinho da Moira, esse estudioso procurou saber mais sobre o Tenente-General que comandou as tropas aliadas.

Depois de visitar o Museu Militar e perceber como tudo aconteceu naquela manhã do dia 27 de setembro de 1810, o estudioso resolveu procurar alguma relíquia perdida na Serra que tivesse passado despercebida aos arqueólogos que estudaram este momento da história nacional.

Tanto procurou que acabou por encontrar uma velha bala de canhão que pertencera a Wellesley e que o acompanhava desde a batalha de Talavedra, servindo de amuleto. No seu interior, o Duque de Wellington guardou um tesouro que deixou maravilhado o nosso investigador. Ficou também a saber que uma maldição fora imposta sobre a relíquia, maldição essa que o impediu de levar consigo o seu precioso achado. Enquanto viveu, o nosso estudioso visitou todos os anos a preciosa bala, sem nunca revelar a ninguém a sua existência e localização.

Há alguns anos atrás, os seus netos decobriram, por entre as muitas notas de campo do seu avô, algo que os deixou curiosos. Rezava assim:

Caros herdeiros:

Durante muitos anos fui o fiel guardião de um tesouro relacionado com a Batalha do Buçaco. Se estão a ler este escrito é sinal que já vos deixei. Leiam atentamente as minhas pistas, estudem esta magnífica batalha e encontrem também vocês esta relíquia.

Antes de se fazerem à serra, leiam este livro [link] (documento PDF)

O esconderijo encontra-se no seguinte local

N 40º 21, 0 A

W 008º B

Para encontrarem o valor de A basta que saibam quantos batalhões estavam sob comando dos dois generais franceses que, aparecendo do meio de um denso nevoeiro, atacaram as posições anglo-lusas ocupadas pela 3.ª Divisão do Major-General Thomas Picton.

O valor de B pode ser facilmente encontrado. Basta para isso que atentem nas tropas comandadas por Wellington e somem o n.º de homens da:

· Divisão Portuguesa, comandada pelo Major-General John Hamilton;

· 4ª Divisão, comandada pelo Major-General Lowry Cole;

· 6ª Brigada Independente Portuguesa, comandada pelo Brigadeiro-General Francis John Coleman;

· 5ª Brigada Independente Portuguesa, comandada por A. Campbell

· 1ª Brigada Independente Portuguesa, comandada pelo Brigadeiro General Denis Pack

Depois de obtida esta soma, devem ainda adicionar 50 e multiplicar por uma milésima.

Antes de se fazerem à serra visitem o geochecker para terem a certeza de que não se enganaram.


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Gnagb n yngvghqr pbzb n ybatvghqr grezvanz rz nytnevfzbf ízcnerf. Frthr b "gevyub" à qvervgn qn cynpn. Qrfpr 4 bh 5 z.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)