Skip to content

Vamos á Praia Traditional Cache

Hidden : 06/07/2013
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
4 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

Esta é uma cache Submarina!

NÃO PUBLICAR FOTOS DO CONTAINER OU QUE REVELEM O LOCAL DA CACHE

Esta é a praia mais frequentada da ilha do Faial, localizando-se dentro da cidade, num recanto do Monte da Guia. Dentro da sua área de abrangência, encontra-se a Fábrica da Baleia de Porto Pim, um dos mais revelantes testemunhos do passado industrial da ilha e que é hoje um centro interpretativo da antiga actividade baleeira açoriana. Esta baía possui, a sudoeste, um conjunto de dunas cinzentas de vegetação herbácea, habitat que é classificado pela Rede Natura 2000. A sua origem vulcânica é reconhecível pela presença de duas elevações que lhe estão anexas, o Monte da Guia e o Monte Queimado. Em especial o Monte da Guia impõe-se pela sua altura, dominando claramente o relevo das imediações.

 

Dada a posição geográfica desta praia, é também possível obter uma surpreendente vista sobre parte importante da orografia da ilha.

A Praia de Porto Pim possui areia fina e macia, e uma extensão de 350 metros, apresentando um elevado valor ecológico, pelo que se encontra inserida na Área de Paisagem Protegida do Monte da Guia, integrada no Parque Natural do Faial. Este Parque foi galardoado, em 2011, com o prémio EDEN ("European Destinations of Excellence"). A praia, foi, do mesmo modo, galardoada, em 2011, com a Bandeira Azul, por dispor de todos os itens de primazia em termos de qualidade de limpeza, higiene e segurança e, como praia Qualidade de Ouro, segundo a Quercus.

Esta área ostenta também um elevado valor cultural, devido à história que a acompanhou. Foi aqui que em 1460 se fixaram os primeiros povoadores da ilha. Em 1629, D. Filipe III mandou aí construir um porto para atracar "... seguramente naus da India, galeões e mais navios de conquistas". Dois séculos mais tarde, uma empresa continental de pesca do bacalhau fez da Horta ponto de escala para os seus navios, tendo construído, na baia de Porto Pim, um cais e armazéns para estiva e secagem do peixe.

Em meados do século XIX, a baía de Porto Pim veio a tornar-se um importante local para a actividade Baleeira açoriana e, já no início do século XX, para a amarração dos cabos submarinos que passariam a assegurar as comunicações telegráficas entre os Estados Unidos da América e a Europa.

Em meados dos século XX, iniciou-se a construção da fábrica da baleia, cuja actividade se manteve até aos anos 70.

 

Sobre a cache:

Esta cache encontra-se no fundo do mar, a cerca de 70 metros do cais e a 2 metro de profundidade. Uns simples óculos de mergulho e algum fôlego são suficientes para a descobrir. A cache contém apenas um logbook que permite a escrita debaixo de água e um pequeno lápis.

A cache não deve ser feita sem observar as seguintes condições:

1. Todos devem saber nadar e sentirem-se à vontade dentro de água;

2. Nunca ir sozinho;

3. O mar deve estar calmo, sem grandes ondas;

A cache é feita por sua conta a risco! Se não cumpre as condições acima referidas, não tente fazer esta cache. Não transforme diversão em tragédia.

Por favor deixe a cache como a encontrou!


Divirta-se e aprecie os Açores.

Additional Hints (Decrypt)

Rfgbh ab shaqb, fbh n crqen qvsreragr. Ncrfne qb ybtobbx fre à cebin qr áthn, cbe snibe yrir ncranf n pnpur cnen hz ybpny frpb, snçn b ybt r ibygr n qrvkne ghqb pbzb rfgnin. | V'z qrrc qbja, V'z gur qvssrerag ebpx. Nygubhtu gur ybtobbx vf jngrecebbs, cyrnfr whfg gnxr gur pnpur gb n qel ybpngvba, ybt va naq yrnir rirelguvat nf vg jnf.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)