Skip to content

<

A Ponte Fantasma

A cache by Flu-nita and friends Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 08/23/2012
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
5 out of 5

Size: Size:   not chosen (not chosen)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Feita de metal e Betão demorou demasiado tempo a ser construída e ainda não foi acabada.

A auto-estrada neste momento termina antes desta ponte pelo que esta não é usada e está ao abandono até que surja dinheiro para continuar a obra.

A noite pode ouvir-se o gemer dos pilares numa actividade de dilatação juntamente com as enormes vigas de aço….
Nas noites ventosas ouvem-se “gritos” do vento assombrando a estrada que passa por baixo…



A A 32 - Auto-estrada Oliveira de Azeméis - IP1 (São Lourenço)[1] é uma auto-estrada portuguesa ligando o concelho de Oliveira de Azeméis a Vila Nova de Gaia. Veio substituir a actual Estrada Nacional 1 / IC 2. A sua abertura ao tráfego decorreu a 10 de Outubro de 2011.
A A32 constitui-se como uma nova radial externa ao centro da Grande Área Metropolitana do Porto, para a região sudeste da respectiva área metropolitana. Integra a Concessão do Douro Litoral. Esta nova auto-estrada atravessa os concelhos de Vila Nova de Gaia, Santa Maria da Feira e Oliveira de Azeméis, e está bastante próxima dos concelhos de São João da Madeira, Vale de Cambra e Arouca. Tem um perfil de 2x2 ou 2x3 vias.
A A32 foi originalmente pensada como via-rápida, alternativa à Estrada Nacional 1 no trajecto entre os Carvalhos e São João da Madeira, uma simples continuação para norte da variante (IC2) entre Oliveira de Azeméis e São João da Madeira. Posteriormente, foi decidido conferir a esta via o formato de auto-estrada e procederam-se a algumas alterações. Para que a via pudesse também servir os concelhos mais a interior, nomeadamente Vale de Cambra e Arouca, o percurso foi desviado ligeiramente para o interior, e estendido o seu percurso até à E.R.327. Após esta modificação, foi dado aval à última alteração no projecto, um pequeno prolongamento do trajecto, da E.R.327 à E.N.224.
O desenho actual A32 tem oito nós com portagens e atravessa 18 freguesias: Oliveira de Azeméis, Pindelo, Nogueira do Cravo, Macieira de Sarnes, Cesar, Milheirós de Poiares, Pigeiros, Romariz, Guisande, Louredo, Gião, Vila Maior, Canedo, Sandim, Crestuma, Olival, Pedroso e Vilar de Andorinho.
Os oito nós da A32 são os seguintes, de sul para norte: nó com E.N.224(Oliveira de Azeméis), nó com E.R.327 (Vale de Cambra/Carregosa), nó com IC2 (S. João da Madeira/Feira), nó de Gião/Louredo, nó de Canedo, nó com A41 (Sandim), nó de Arnelas, e nó com o IP1 (ligeiramente a sul do nó IP1/A29).
A A32 seria uma via com especial importância para a zona sul da Área Metropolitana do Porto, sobretudo a região central e interior da região de Entre Douro e Vouga. Porém, o valor cobrado nas portagens, mais elevado que as alternativas existentes, têm levado muitos potenciais utilizadores a preterirem-na em deterimento dos percursos pela E.N.1 (com muito trânsito, mas não oneroso) ou pelas autoestradas A1 e A29 (embora obriguem a deslocações ligeiramente maiores e tempos de percurso substancialmente mais elevados).
A autoestrada que custou 11 milhões por quilómetro (386 milhões, no total) tem tido um tráfego muito abaixo do esperado[
 
Flag Counter

Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.