Skip to content

This cache has been archived.

eletrikos: Bom, como tudo, existe um inicio, meio e fim.
Esta cache ja teve de tudo mas neste momento chegou ao seu fim.

Muito obrigado a quem a realizou e algumas desculpas a quem ainda nao a tenha feito.

Eletrikos

More
<

A maldição de Leonor

A cache by eletrikos Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 09/03/2012
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

A Maldição de Leonor

Afonso era um bravo rapaz que desde cedo começou a fazer-se notar pelos seus heróicos feitos e pelas suas capacidades em estratégia de guerra. Depois de alguns anos passados na Índia, Afonso chega a terras portuguesas onde corria a notícia de que estava iminente uma batalha com o rei de Espanha.

Dinis, o Rei de Portugal, possuía uma enorme quinta afastada de tudo e de todos, a fim de se proteger a si e à sua família e era sobretudo na altura das vindimas que por lá passavam alguns meses. Situava-se em terras bairradinas num vale, ao qual, Dinis, atribuíra o seu sobrenome “Estêvão”. A quinta possuía vários hectares de vinhas, que garantiam trabalho diário a 30 criados nas suas 3 adegas. Era dotada de um sistema de captação de água feita no rio Cértima, que era levada até um depósito existente na quinta, e era rodeada por pinhais onde era frequente o Rei caçar.

Dinis ao ouvir os rumores de tal batalha, manda chamar à sua quinta Afonso para saber as suas opiniões sobre a batalha. Quando Afonso entrou na sala principal , reparou que um reposteiro se mexia e, temendo alguma traição, afastou-o repentinamente, descobrindo a jovem Leonor, sobrinha do Rei de Portugal que tinha curiosidade de ver como era o jovem cavaleiro de quem tanto se falava. Após o encontro com o Rei onde este prometera ao jovem cavaleiro a protecção pela armada portuguesa, João voltou a encontrar Leonor, marcando, para o dia seguinte, um encontro nos estábulos.

Foi então que a jovem lhe confessou o seu amor. Embora o tivesse visto pela primeira vez no dia anterior, já há muito tempo que ouvia os relatos que faziam da sua pessoa e dos seus feitos. A jovem jurou que o seguiria na vida e na morte e amaldiçoou-o de que morreria sozinho e na miséria, se algum dia partisse sem ela. A bela Leonor chorou quando viu Afonso partir, com a ajuda de apenas 500 homens, para desafiar o rei de Espanha, que possuía um exército de 50 mil homens. Mas a audácia dos Portugueses era tão forte que o rei de Espanha foi derrotado, após uma sangrenta batalha.

Com uma enorme alegria, Dinis recebeu Afonso, na sua quinta, prestando-lhe as maiores honras. Leonor apercebeu-se que este a evitava e perguntou-lhe qual a razão daquela atitude. Afonso explicou-lhe então que ele era um homem de viagens e, em breve, deveria partir para Inglaterra, enquanto ela estava destinada a ser a esposa do sucessor de Portugal. Leonor disse-lhe que nunca se casaria com outro homem que não fosse Afonso e que, se ele não voltasse para ir buscá-la, a sua maldição recairia sobre ele e sobre todos os seus descendentes até à terceira geração.

Afonso nunca foi buscar Leonor e regressou a Portugal, onde a sorte nunca mais o acompanhou. Apesar de recebido com honras pelo rei, depressa foi preso e despojado de seus bens, devido a falsos testemunhos contra ele levantados. O altivo e belo Afonso morreu, deixando a mulher e filhos numa grande miséria, cumprindo-se assim a maldição de Leonor.

O caseiro da quinta mais tarde encontrou por acaso uma mensagem escrita em papiro dentro de um recipiente escondido, nessa mensagem era possível ler:"Depois da morte a quem estiveres destinada irás recair sobre o local em que te conheci..." Para quebrar a maldição, todos aqueles que encontrarem o recipiente devem assinar os seus nomes. Quantos mais nomes estiverem escritos na mensagem mais depressa a quinta se livrará da maldição.

A CACHE

PT:Trata-se de um pequeno contentor com logbook, levar material para escrita. Pedimos só a compreensão na retirada e colocação da cache para que seja feita de maneira o mais discreta possível, e que a coloquem da mesma maneira como estava escondida.

EN:It is a small container with a logbook, lead material for writing. We ask only the understanding in the removal and placement of the cache for the more discreet way possible, and that the place the same way as it was hidden.


BOAS CACHADAS



This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Aãb cerpvfnf qn punir cnen fbygne n znyqvçãb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)