Skip to content

<

Waimiri Atroari

A cache by Kelux Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 10/30/2012
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Contam os Waimiri Atroari que antigamente existiam dois grupos denominados Iky e Wehmiri. Os Iky viviam na cabeceira do rio e tinham a pele sakra (mais clara) e os Wehmiri moravam próximo à foz e tinham a pele tapyryma (mais escura que os Iky). Esses grupos habitavam tanto o fundo do rio, pois eram parentes do Xiriminja (entidade mitológica que mora nas águas), quanto a terra firme.

Os Waimiri Atroari, durante muito tempo, estiveram presentes no imaginário do povo brasileiro como um povo guerreiro, que enfrentava e matava a todos que tentavam entrar em seu território. Essa imagem contribuiu para que autoridades governamentais transferissem a incumbência das obras da rodovia BR 174 (Manaus-Boa Vista) ao Exército Brasileiro, que utilizou de forças militares repressivas para conter os indígenas. Esse enfrentamento culminou na quase extinção do povo kinja (autodenominação waimiri atroari). A interferência em suas terras ainda foi agravada devido a instalação de uma empresa mineradora e o alagamento de parte de seu território pela construção de uma hidrelétrica. Mas os Waimiri Atroari enfrentaram a situação, negociaram com os brancos e hoje têm assegurados os limites de sua terra, o vigor de sua cultura e o crescimento de sua gente.

Os atuais Waimiri Atroari A Terra Indígena Waimiri Atroari está localizada na Amazônia brasileira, entre o norte do estado do Amazonas e sul do estado de Roraima. Habitam a região situada à margem esquerda do baixo rio Negro, nas bacias dos rios Jauaperi e Camanaú e seus afluentes os rios Alalaú, Curiaú, Pardo e Santo Antonio do Abonari. Há muito tempo esse território, kinja itxiri (terra de kinja), era mais extenso, abrangendo os rios Urubu, Uatumã e Anauá.Dados censitários, no final do século XIX e início do XX, estimaram que a população Waimiri Atroari era de 2000 e 6000 pessoas respectivamente. Na década de 1970 a estimativa da Funai era de 500 a 1000 pessoas. No entanto, todos esses dados eram baseados em estimativas e não em um censo aplicado. O fato é que, devido ao seu processo histórico, os Waimiri Atroari sofreram uma baixa por causa das guerras e doenças introduzidas, chegando a população a 374 em 1988. Em dezembro de 2001, essa população era de 913 pessoas, divididas em 19 grupos locais que compõe os três aglomerados.

Recentemente foi anunciado que a sua população se situa nos 1511 indivíduos.

A cache espera por vós, junto a um centro de divulgação da cultura, tradições e artesanato dos Waimiri Atroari, cujo horário durante os dias uteis é das 7.30 às 12.00 e das 14.00 às 18.00. Uma rara oportunidade de contatarem com uma das tribos nativas da Amazónia.

ENGLISH

The Waimiri Atroari have long held a special place in the Brazilian imaginary as a warrior people who confronted and killed any outsiders who tried to enter their territory. This image led government authorities to transfer the responsibility for building a highway through their lands to the Brazilian Army, which used repressive military force to control the Indians. This confrontation culminated in the near extinction of the Kinja people (the name used by the Waimiri Atroari for themselves). The invasion of their lands intensified when a mining company began excavations and when a hydroelectric dam was constructed, which flooded part of their territory. But the Waimiri Atroari faced up to these challenges and negotiated with national Brazilians, so that, today, they enjoy secure reservation boundaries, cultural vigor, and population growth.

Waimiri Atroari, the Kinja people The Waimiri Atroari recount that, in ancient times, there were two groups known as Iky and Wehmiri. The Iky occupied the headwaters and had light-colored skin, while the Wehmiri lived near the mouth of the river and had darker skin. These groups were as much at home on the river bottom as they were on land, since they were relatives of Xiriminja, a mythological entity that lives underwater.

This cache waits for you near a cultural and handicraft center from Waimiri Atroari, that you can visit on week days between 7.30am to 12am and 2pm to 6pm. A rare opportunity to know one of the native tribes from Amazonia.

Fonte: http://pib.socioambiental.org/pt

Additional Hints (Decrypt)

Cynpne / Ovyyobneq.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.