Skip to Content

This cache has been archived.

btreviewer: Esta cache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante as situações relatadas. Relembro a secção das guidelines sobre a manutenção http://www.geocaching.com/about/guidelines.aspx#cachemaintenance :

[quote]
Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Por causa do esforço requerido para manter uma geocache, por favor coloque geocaches físicas no seu espaço habitual de geocaching e não em sítios para onde costuma viajar. Geocaches colocadas durante viagens não serão muito provavelmente publicadas a menos que possa fornecer um plano de manutenção adequado. Este plano deve permitir uma resposta rápida a problemas reportados, e deverá incluir o Nome de Utilizador de um geocacher local que irá tomar conta dos problemas de manutenção na sua ausência. [/quote]

Como owner, se tiver planos para recolocar a cache, por favor, contacte-me por [url=http://www.geocaching.com/email/?u=btreviewer]e-mail[/url].

Lembro que a eventual reactivação desta cache passará pelo mesmo processo de análise como se fosse uma nova cache, com todas as implicações que as guidelines actuais indicam.

Se no local existe algum container, por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Obrigado

[b] btreviewer [/b]
Geocaching.com Volunteer Cache Reviewer

[url=http://support.groundspeak.com/index.php?pg=kb.page&id=77][i][b]Work with the reviewer, not against him.[/b][/i][/url]

More
<

A casa da Floresta assombrada

A cache by RUSSO_JA Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 1/15/2013
Difficulty:
4.5 out of 5
Terrain:
4 out of 5

Size: Size: regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation
A casa da Floresta assombrada

A casa da Floresta assombrada

 

Aquele era um vilarejo muito antigo e pequeno, com poucos habitantes.

Um lugar agradável e ideal para se viver devido ao seu clima e pela amabilidade de seus moradores.

Mas como todas as aldeias, culturavam historias, mitos e lendas que passavam de geração em geração, sem que ninguém ousasse desafia-las ou contestá-las. E entre muitas que existiam naquele lugar, uma chamava a atenção pelo temor que causava aos habitantes, principalmente aos mais idosos, a historia de uma casa abandonada que ali existia, na qual ninguém ousava entrar. Essa casa era afastada de todas as outras da aldeia e, segundo o povo, todos os que ignoravam a história e entravam na sinistra casa, nunca mais eram vistos novamente. Desapareciam como que por encanto.

Por isso, todos os habitantes se recolhiam logo ao anoitecer, pois segundo os moradores, a casa amaldiçoada atraia através de chamados aqueles que se encontravam na rua e os conduzia para a armadilha fatal.

Num certo dia, porem, quatro adolescentes da capital que passavam férias em casa de parentes, ouviram falar da casa assombrada; resolveram desafiar a lenda e tiveram a ideia de invadi-la a fim de desvendar o mistério que envolvia aquele lugar e provar que tudo não passava de simples crendice.

E assim o fizeram.

Naquela noite mesmo, por volta das vinte e duas horas, os quatro jovens se reuniram as escondidas dos parentes, e seguiram para a tal casa.

Apos uma longa caminhada por uma estrada deserta e sem iluminação, os jovens finalmente chegam ao local.

Um dos rapazes, com muito medo desistiu da ideia de entrar e decidiu voltar a aldeia. Com tudo combinado, os três restantes entraram na casa.

No seu interior não se via nada, pois não havia energia eléctrica e a iluminação teria que ser por meio de lanternas. O aspecto do local era tenebroso devido a uma grande quantidade de poeira e teias de aranha. Mas mesmo assim, não se intimidaram começando a vasculhar e mexer em tudo á cata de alguma coisa que desmentisse a lenda.

O jovem que voltara á aldeia, completamente dominado pelo medo, no meio do caminho de volta, de repente sentiu um frio na espinha e assustou-se com a presença surgindo como por encanto, de uma senhora, vestida com um belo vestido branco, cabelos grisalhos longos escorridos até a altura da cintura.

A velha senhora, simplesmente olhou-o firmemente e falou:

-Porque tanta curiosidade? Vocês não deviam ter vindo aqui. Sabia que a curiosidade mata?

-Minha senhora, eu não entrei na casa, quem entrou foram eles, retrucou o jovem visivelmente apavorado.

A mulher simplesmente sorriu, virou-se e desapareceu misteriosamente da mesma forma em que apareceu.

O rapaz já sem cor, tremendo de pavor pela aparição da mulher e por suas palavras, limitou-se a correr de volta para a casa a fim de avisar os companheiros sobre o ocorrido e convence-los a abandonar a ideia de mexer com o desconhecido. Entrando na casa, gritou pelos amigos, tornou a chamá-los algumas vezes mais e nada de respostas.

Dentro do recinto o silêncio sepulcral era profundo.

Já totalmente a mercê do medo que o invadiu não teve outro jeito a não ser procurar os amigos. Procurou na cozinha, no banheiro, nos quartos e nada, até que quando finalmente chegou de volta á sala não deixou de reparar num dos quadros na parede. Algo estranho lhe chamou a atenção.

Aproximando-se então lentamente em direcção ao quadro, limpou o pó que o impedia ver a obra e ao observá-lo atentamente, apenas solta um grito apavorante de horror e cai desacordado ao ouvir a gargalhada da velha senhora eu vira lá fora.

O quadro retractava seus três amigos com feições distorcidas e mutiladas.

Um sem olhos, o outro sem boca e o terceiro sem as orelhas.

Nunca mais naquele vilarejo, se ouviu falar sobre os quatro rapazes da capital. Simplesmente desapareceram no ar.

… E a casa? Continua lá, abandonada e cheia de mistérios, assustando todos os moradores daquela pequena aldeia.

Coordenada final N40º 52.A+B W008 27. D


ESTA CACHE É PARA SER FEITA Á NOITE


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Rapbagen qbvf cbagbf qr yhm whagbf.

Qbvf cbagbf = hz pbagrvare pbz cvfgnf arprffáevnf cnen n pnpur svany

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

52 Logged Visits

Found it 43     Write note 3     Archive 1     Temporarily Disable Listing 2     Enable Listing 1     Publish Listing 1     Needs Maintenance 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 4 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.