Skip to content

<

O Caçador de Belinho

A cache by patafurdio+r@faela Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 01/17/2013
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
3 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

O Caçador de Belinho

Belinho - Esposende





O Caçador de Belinho


Quem a contou e quem a escreveu pela primeira vez não teve rebuço em dizer que o cenário cronológico desta lenda esposendense se situa “no tempo dos afonsinhos”.
Ora quê, nada mais preciso para a pendurar na Idade Média! Mesmo o Caçador do Belinho, cujo nome já na altura estava apagado pelo da sua fama cinegética, andava de arco e flechas.
Eis, pois, a lenda contada, em 1903 ou 1904, pelo padre João da Paia ao escritor Manuel de Boaventura, que a estampou num dos jornais da sua terra, em Janeiro de 1971, pouco antes de falecer.


Lenda



A lenda fala-nos de um homem, com fama de grande caçador por hábil no lançamento das setas, a viver no Belinho, e que fora noviço no convento de S. Romão, em Riba-Neiva.
Ora começa a história quando, em dada altura, as populações das imediações da sua casa lhe batem à porta.
Pedem-lhe que os livre de uma espécie de praga que daquela acontecia.
Lobos e raposas invadiam os montes, desciam aos povoados e às quintas, desfazendo galinheiros e demais gado, atacando mesmo quem encontrasse isolado.
Sem se fazer rogado, o Caçador do Belinho deitou a mão à sua arma e meteu-se ao monte, disposto a satisfazer os seus vizinhos.
Subiu montes e fraguedos até que deu com a primeira raposa, desferindo-lhe tão rápida flecha que a abateu num instante.
Depois, esperou que outra lhe saísse adiante, de uma madrigueira, sob um penedo com feitio de um pião com o ferro para o céu.
Porém, por qualquer razão, tropeçou e enfiou-se por uma ribanceira, partindo ambas as pernas na queda.
Não se podia mexer naquele fundão, nem os seus berros alcançavam vivalma.
Nem consigo tinha o arco e as flechas para se poder defender.
Exausto de dor e de pedir socorro, o caçador do Belinho pensou que Deus o poderia ajudar e como intermediário escolheu cuidadosamente o Santo Abade Amaro, cuja imagem estava na igreja do convento onde fora noviço, e cujo altar tantas vezes arranjara.
Pois a ele se dirigiu pedindo pernas novas com que dali pudesse sair para se salvar das dores e doas perigos da noite que chegava.
E orando caiu numa estranha sonolência, que parecia dominar todos os seus sentidos.
Sem saber se dormia, se sonhava, o Caçador do Belinho abriu vagarosamente os olhos.
Junto de si viu a imagem de um frade franciscano, de rosto que ele decerto já vira mas não conseguia reconhecer, as suas mãos muito brancas.

Escutou então uma voz suavíssima:
Levanta-te e caminha...

As dores tinham-lhe desaparecido, pôs-se de pé e deu alguns passos.
Tinha pernas novas, o que pedira fora-lhe concedido.
O caçador continuou a andar, percorrendo três léguas até ao mosteiro de S. Romão, onde um raio de sol iluminou o rosto do Santo Abade Amaro.
Era o da sombra que o ajudara.
O Caçador do Belinho agradeceu-lhe orando e viu que a ajuda tinha sido a 15 de Janeiro, dia de Santo Amaro.
Depois ergueu-lhe uma capela, que recebeu a própria imagem da igreja do convento.

Podem lá ir...

> Moutinho, Viale – Lendas de Portugal – Diário de Notícias, S.A. - 2003



Cuidado na abordagem,com o tempo molhado,e na subida, não facilite, faça cuidado pois é a sua segurança que esta em questão..



Não faça Geocaching com o objectivo de quantidade, mas sim de conhecimento e respeito com o local onde esta inserida a cache, valorize o trabalho de quem as coloca..


Cache

Contentor com respetivo logbook e lápis.
Coloquem-na da mesma forma para garantir a sua durabilidade e longevidade.
Deixe o lugar no mínimo com o encontrou, faça CITO se necessário, o ambiente agradece.
Obrigado pela visita e espero que tenha gostado.
Um abraço
Cumprimentos

Additional Hints (Decrypt)

onfr

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.