Skip to Content

Mystery Cache

NTM CREOULA 75ANOS25

A cache by Jackal64 Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 2/9/2013
In Setúbal, Portugal
Difficulty:
3 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size: other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

TEM HAVIDO ROUBO DE OVOS DE PATOS E GANSOS DO PARQUE. PARA EVITAR SITUAÇÕES DESAGRADÁVEIS, POR FAVOR NÃO PROCUREM A CACHE NOS JUNCOS JUNTO AO LAGO. ESSE PONTO SERVE APENAS PARA REFERÊNCIA DA SEGUNDA PARTE DO RUMO ATÉ AO PONTO FINAL ONDE REALMENTE SE ENCONTRA O CONTAINER. É TAMBÉM DE EVITAR, PELO MENOS NOS PRÓXIMOS TEMPOS, FAZER A CACHE DURANTE A NOITE.

Translation

O NTM Creoula comemorou, em 2012, 75 anos de existência e 25 de serviço na Marinha Portuguesa, juntamente com outros três lugres ex-bacalhoeiros – o ”Santa Maria Manuela”, o 'Argus' e o 'Gazela' - é um dos últimos sobreviventes da chamada 'Frota Branca Portuguesa'.

 

 

 

História

Foi construído, juntamente com a embarcação-gémea, o 'Santa Maria Manuela', nos estaleiros da CUF em Lisboa, por encomenda da Parceria Geral de Pescarias Lda, num tempo recorde à época de 67 dias úteis, foi lançado ao mar a 10 de maio de 1937, tendo feito a sua primeira campanha de pesca nesse mesmo ano. No ano seguinte (1938), nos Países Baixos, foi construída uma terceira embarcação idêntica, o 'Argus'.

O 'Creoula' foi utilizado pela Parceria Geral entre 1937 e 1973, nas campanhas de pesca do bacalhau ao largo da Terra Nova.

Em 1974 a embarcação foi adquirida à empresa pela Secretaria de Estado das Pescas, visando ser requalificada como um museu da pesca. Entretanto, quando docada para os reparos, o exame do casco revelou que este se apresentava em ótimas condições, pelo que se deliberou que a embarcação voltaria a navegar, agora como navio de treino de mar (NTM).

Entregue à Marinha Portuguesa, é um dos poucos navios europeus que conta com uma guarnição mista, militar e civil. É operado como Navio de treino de Mar 

 

 

Características

É um lugre de quatro mastros, destinado originalmente à navegação nos mares gelados da Terra Nova e da Gronelândia. Por essa razão, as obras-vivas à vante, nomeadamente a roda de proa, tiveram construção reforçada.

Até à sua última campanha de pesca, em 1973, possuía mastaréus, retrancas e caranguejas em madeira. O gurupés ('pau da bujarrona'), também em madeira, deixou de existir em 1959, passando o navio a dispor apenas de duas velas de proa: a giba e a polaca. O mastro de vante (traquete) servia de chaminé à caldeirinha e ao fogão a carvão.

As velas originais eram de lona de algodão, possuindo a embarcação duas andainas de pano, manufacturadas pelos próprios marinheiros de bordo. O pano latino era de lona de algodão n° 2, o velacho (redondo) em lona de algodão n° 4 e as extênsulas de algodão n° 7, o mais resistente. As tralhas das velas eram em cabo de manila. O aparelho fixo era em aço, mas o de laborar era originalmente em sisal.

O actual espaço entre a zona da coberta de vante (coberta das praças) e a casa das máquinas, era originalmente o porão do pescado, em cujos duplos fundos se fazia a aguada do navio. O navio estava assim dividido em três grandes secções separadas por duas anteparas estanques que delimitavam, a vante e a ré, o porão do pescado. À vante do porão ficavam os alojamentos dos pescadores, o paiol de mantimentos e as câmaras frigoríficas para o isco; à ré localizavam-se os alojamentos dos oficiais, a casa das máquinas, os tanques do combustível, o paiol do pano e aprestos de pesca. A embarcação possuía ainda nos delgados de vante e de ré vários piques utilizados como reserva de aguada, armazenamento de óleo de fígado, carvão de pedra para o fogão e óleos lubrificantes.

Todo o interior do navio era revestido a madeira de boa qualidade, e o porão calafetado para evitar o contacto da salmoura com o ferro.

 

RUMO AO 'CAIS DE ATRACAÇÃO': Neste treino de navegação, o NTM Creoula rumou às coordenadas, obtidas na resolução do enigma, que se encontram a 106 metros do cais de atracação. Chegado a esse ponto, o navegador mandou introduzir rumo 102. Ao ouvir esta ordem o comandante gritou:

- 'PÁRA MÁQUINAS'... O rumo não é esse mas sim exactamente o inverso ao que acabou de transmitir.

Seguir pelo azimute, ou tirar pontos de referência e fazer um desvio para aproveitar melhor os ventos e correntes, o comandante deixou ao critério do navegador.

Feitas as correções, o navio rumou ao cais.

 

A CACHE: É uma cache NO TRADE e contém apenas logbook.

Não publiquem logs, ou fotos, que possam revelar a localização da cache, ou que revelem o tipo de container.

Pode verificar a solução deste puzzle no GeoChecker.com.


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Flag Counter

Additional Hints (Decrypt)

N PNPUR AÃB RFGÁ WHAGB NB YNTB.
Cbagb qb Ravtzn: Aãb gbzne onaub.
Cbagb Svany: Pvcerfgr!!!...

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

163 Logged Visits

Found it 114     Didn't find it 25     Write note 10     Archive 1     Needs Archived 1     Unarchive 1     Temporarily Disable Listing 3     Enable Listing 3     Publish Listing 1     Owner Maintenance 2     Post Reviewer Note 2     

View Logbook | View the Image Gallery of 26 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated: on 11/15/2017 3:55:29 PM (UTC-08:00) Pacific Time (US & Canada) (11:55 PM GMT)
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page