Skip to content

Moínho da Marmeleira Traditional Geocache

Hidden : 03/09/2013
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   regular (regular)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

A descoberta desta cache proporciona não só a visita a uma pequena e pacata aldeia situada entre as vilas de Pampilhosa e Souselas, bem como apreciar as amplas vistas que o local permite. Bem junto do moinho e por se tratar de um local elevado com vasta visibilidade, está ainda um marco geodésico.

Um pouco de história.... A partir do Séc. XVI, e após Dom Manuel I proceder a uma grande reforma administrativa, dando foral aos principais centros populacionais, Lorvão, Botão, Vacariça, etc., a administração dos mosteiros foi dada às freiras. Sendo então ponto de passagem, de parto e pernoita, os fidalgos cavaleiros e seus séquios e tropas procuravam satisfazer suas necessidades. Muitas damas da fidalguia e outras de vida fácil recorriam a estes mosteiros para que, no maior dos segredos, dessem à luz os seus filhos. As Freiras foram então mobilizadas para procederem à legalização da nova população e, por arrastamento, praticarem a mais antiga profissão. Essas freiras eram instruídas e apoiadas pela administração a saírem dos mosteiros (Lorvão e Botão) para se dirigirem junto dos pastores, agricultores e arrendatários, levando os bebés para os criarem. Muitas dessas freiras não regressavam e constituíam família. A população começou então a aumentar, o que muito contribuiu para que, nos séculos XVII e XVIII, começassem a aparecer maiores núcleos populacionais. Surgiram então as Feiras Medievais, Teatro de Rua, Saltimbancos, etc., … A pequena Capela foi edificada em Marmeleira no Séc. XVIII, em honra de Santa Luzia, primeira Padroeira da Aldeia. A sua precária solidez de construção fez com que cedo caísse em ruínas. Esta capela servia de elo administrativo entre Botão e Lorvão, funcionando como uma espécie de Junta de Freguesia. No início do Séc. XIX, foram roubados diversos objectos entre os quais o sino da torre da capela. Foram atribuídas culpas aos habitantes da vizinha aldeia de Barcouço. Contudo, o mais provável será tratar-se de um acto da autoria de soldados Franceses, que pilhavam tudo o que se lhes afigurava como portador de interesse económico em Espanha e em Portugal. Sob a orientação dos seus chefes militares, deslocavam-se para a costa marítima, onde barcos Franceses os recuperavam, bem como ao seu espólio, e regressavam a França pelo Mar do Norte. fonte: http://wwwmarmeleira.no.sapo.pt Trata-se de uma cache extremamente simples, com o objetivo de dar a conhecer o que temos no nosso país, permitindo uma agradável visita. A cache permite alojar objetos para troca e TB's, contém material de escrita e logbook.

Additional Hints (Decrypt)

Ngraçãb, aãb rfgá ab zbvaub.
Cebphen an rapbfgn, whagb nb neohfgb.

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)