Skip to content

This cache has been archived.

GeoTamegaTeam: Fim de vida

More
<

A Pérola do Marão

A cache by GeoTamegaTeam Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 09/23/2013
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


A Pérola do Marão

A Serra do Marão é uma formação montanhosa de origem xistosa e granítica, de formas abruptas, que atinge no seu ponto mais alto - a Senhora da Serra - os 1 415 metros. Distribuída pelo território dos distritos do Porto e Vila Real, faz a separação entre o Douro Litoral e Trás-os-Montes e constituíu, durante muitos anos, uma barreira difícil de transpor e que muito condicionou a mobilidade dos que moravam 'para lá do Marão' (Trás-os-Montes). Hoje, é rasgada de poente para nascente pelo IP4 (Itinerário Principal nr. 4) que a aproxima do litoral português e de Espanha. 

Integrando a cadeia montanhosa que se prolonga pelo Alvão, a Serra do Marão tem uma área aproximada de 20.000 hectares, 75% dos quais contitui terreno baldio que se espalha pelos concelhos de Amarante, Baião, Vila Real, Mesão Frio, Santa Marta de Penaguião e Régua. 

'Bem alto é o Marão e não dá palha nem grão', diz o aforismo popular. Não dá, de facto, sobretudo a partir da quota dos 300 metros, mas a serra apresentou já enorme riqueza florestal, em boa parte dizimada por um violento incêndio ocorrido em Setembro de 1985. Ao todo, arderam então 3.000 hectares de floresta e mato (uma área equivalente a 300 campos de futebol!). 

O que ardeu na serra do Marão foram, sobretudo, grandes manchas de pinheiro bravo, resultantes da florestação efetuada a partir dos anos 30, muitas vezes de 'armas em punho', para quebrar a resistência das populações serranas que receavam pela perda das pastagens. Nessa altura a florestação era feita por sementeira, gastando-se 50 quilos de penisco por hectare, de que resultavam manchas espessas e bastas, mas muito expostas em caso de incêndio pela matéria combustível que forneciam. A opção, quase única, pelo pinheiro, sendo considerada boa em termos económicos por causa da madeira e porque se trata de uma espécie pouco exigente quanto à natureza dos solos, e muito resistente aos ventos, revelar-se-ia desajustada noutros aspetos. 

Depois do incêndio de Setembro de 1985, e quando se pensou na reflorestação da serra, logo se concluíu pela necessidade de adoção de uma filosofia diferente, numa tentativa de levar a floresta a criar as suas próprias defesas. 

O renascer do Marão começou em 1988/89, com a implementação do Plano de Ação Florestal, no qual foram gastos de 355.000 contos, tendo como área de intervenção 2.694 hectares, para onde foram elaborados 6 projetos distintos, o de menor dimensão com 143 hectares e o maior com 798 hectares. Os projetos para os cerca de 3.000 hectares a florestar tiveram sempre em conta a existência de linhas de água e toda a ação assentou nas respetivas bacias hidrográficas, donde se partiu, decorrendo os trabalhos entre as quotas dos 400 e dos 800 metros. Para baixo existem as aldeias serranas e, para cima, as chamadas zonas de proteção onde se faz a gestão dos matos e existem precipitações ocultas que propiciam excelentes pastagens de verão. É também nas quotas mais altas que se procede à criação de 'mosaicos' com fogos controlados de inverno.

Em 1993, a serra do Marão tinha já recebido 4,5 milhões de novas árvores segundo conceções inovadoras e depois de ponderados fatores como a natureza dos solos, a altitude ou a penetração dos ventos. A maioria delas são folhosas, como o carvalho e o castanheiro, embora as resinosas, casos dos pinheiros bravo ou larício (conforme a altitude) tenham também uma presença significativa.

A cache

A coordenada inicial é a da cache.

A Cache contém um cartão de boas vindas e de informação acerca do que é o geocaching e um “Log Book”.

Por favor, se levar alguma coisa que escrever.

Lembre-se:

- Traga as crianças, eles adoram uma aventura “caça ao tesouro”;

- Traga a máquina fotográfica pois vai querer tirar muitas fotografias!

- Coloque a suas impressões na web.

Seja discreto. Alguma colaboração na manutenção do Cache será muito apreciada.

A cache é um tupperware médio metálico envolto num saco azul

Cotem logbook e stashnote.

 

NÃO ESTÁ EM MUROS. NÃO É PRECISO ESTRAGAR NADA.

 

Deixem como encontraram.

Podem e devem levar algo para troca

Sempre que possíveis façam C.I.T.O. ('cache in trash out' que é como quem diz 'faz a cache recolhe lixo') e divirtam-se.

 Espero que gostem.

 

Divirta-se e obrigado pela sua visita!



This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Crqenf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)