Skip to content

<

GSJO3 Fajã do Ouvidor e Ribeira Areia [São Jorge]

A cache by isapteam Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/04/2013
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Perguntas:

1) a Fajã do Ouvidor é uma fajã de que tipo: lávica, detrítica ou de altitude

2) no GZ que formações vulcânicas é que pode observar: piscina natural e disjunção prismática; arco vulcânico e disjunção prismática ou arco vulcânico e piscina natural

3) no waypoint 1 o que pode observar

Também e apesar de ser opcional, por favor, tire uma foto no GZ com o seu GPS e mostre-a juntamente com o seu log. Envie as respostas através do meu perfil geocaching e desfrute da sua visita. Envie por correio eletrónico as respostas e a imagem para teamjorgenses (at)gmail (dot) com antes de efetuar o log do cache. Eu darei feedback a autorizar.

questions:

1) the Faja of Ouvidor is a fajã what type: lava, detrital or altitude

2) in the the GZ point which volcanic formations can be seen: natural pool and prismatic disjunction; volcanic arc and disjunction prismatic or volcanic arc and natural pool

3) in the waypoint 1 which can observe


Also, and despite being optional, please take a photo in GZ with your GPS and show it with your log. Send the answers through my geocaching profile and enjoy your visit. Send email responses and image for teamjorgenses (at) gmail (dot) com before performing the log cache. I will give feedback to authorize.


Translation

Geossítio SJO3 - Fajã do Ouvidor e Fajã da Ribeira d'Areia

FAJÃS

O termo “fajã” significa pequena extensão de terreno plano localizado na base de um talude e desenvolvida em anfiteatro, em direção ao mar. As fajãs podem originar-se por dois processos distintos:

  • As fajãs detríticas, estão associadas a movimentos de massa de vertente, na sequência da instabilização das vertentes por uma ação erosiva na sua base: perdendo suporte, as formações superiores movimentam-se ao longo do declive sob ação do seu próprio peso, constituindo um depósito de gravidade mais ou menos extenso na sua base, que faz avançar a linha de costa; períodos de pluviosidade anormalmente elevada ou concentrada no tempo e a ocorrência de sismos energéticos moderados a fortes, contribuem para a ocorrência destes movimentos de vertente e o incremento/aparecimento de fajãs;

  • As fajãs lávicas, são originadas quando uma escoada lávica galga a falésia costeira, avançando mar a dentro e provocando o avanço da linha de costa; forma-se, assim, uma zona aplanada na base da vertente, com configuração em geral triangular/deltaica e frente rochosa linearizada ou digitada.

As fajãs são o elemento de geodiversidade, ou mesmo a geopaisagem, mais típica da ilha de São Jorge e constituem o principal ex-líbris turístico da ilha. No total, são 74 as fajãs presentes em São Jorge, na sua grande maioria detríticas, distribuídas ao longo de todo o litoral jorgense, embora o seu número seja mais reduzido na costa sul.

GEOSSÍTIO: Fajãs do Ouvidor e da Ribeira da Areia (SJO 3)

Freguesia/Concelho: Norte Grande/Velas

Área/Altitude: 1,57 km /0-280 m

Estatuto legal: Área parcialmente integrada na Área de Paisagem Protegida das Fajãs do Norte e na ZEC da Costa Nordeste e Ponta do Topo

Regime de propriedade: Terrenos privados

Descrição sumária: As fajãs do Ouvidor e da Ribeira da Areia, em conjunto com a Fajã das Pontas, constituem as únicas fajãs lávicas (ou deltas lávicos), existentes na costa norte da ilha de São Jorge. A Fajã do Ouvidor está associada a escoadas lávicas basálticas s.l. emitidas do Pico Areeiro, um cone vulcânico implantado na cordilheira vulcânica central, a cerca de 3 km de distância e que se formou há cerca de 2530 anos. Esta é uma das maiores fajãs lávicas da ilha, servida de um bom porto de mar (o melhor da costa Norte da ilha), que apoia algumas embarcações de recreio e de pesca. É também local de banhos: as principais zonas balneares aí existentes correspondem a várias poças, a maior e mais conhecida das quais é a Poça de Simão Dias. Exibe, ainda, disjunções prismáticas nas suas arribas mergulhantes e algumas grutas litorais, a maior das quais é a Furna do Lobo, com mais de 50 m de comprimento.



This page was generated by GeoPT Listing Generator


This page was generated by GeoPT Listing Generator

Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.