Skip to content

<

AZGT Santo Amaro (ermida)

A cache by FamilyParreira Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 03/08/2014
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Related Web Page

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Cuidado com os MUGLLES. É do tipo tradicional e não está à frente da ermida. Corroboração e interesse da cache foi comunicada e aceite pelo Pároco da freguesia e responsável pela manutenção do espaço, onde a mesma se encontra Srº João Freitas, ali residente. Visitem o local nas festividades de 14 e 15 de Janeiro, com o melhor espirito de reflexão e extasiem-se na plenitude e espirito daquela festa religiosa. A cache não está à frente da ermida. Ver pista ... De noite, há iluminação pública.

Translation

SANTO AMARO (ermida)

Um dos quatro locais da freguesia da Ribeirinha, que na sua idole festiva do Santo Amaro, em cada ano de 14 para 15 de Janeiro, em plena época nvernal, une um povo e uma freguesia e no passado já uniu uma ilha, pelas romarias e devoção ao Santo Amaro.

No acesso a Sul da freguesiada Ribeirinha e à sua entrada, com largo com arvóres seculares e dois impérios do Divino Espirito Santo, um antigo datado de 1885 e outro mais recente de 1913.

A ermida reconstruida, data de 1902.

Largo com parque de estacionamento

Para saber mais link: http://santo-amaro-ermida.webnode.pt/

A lenda de Santo Amaro

Freguesia da Ribeirinha – Angra do Heroísmo – Ilha Terceira

Na procura dos registos históricos mais antigos ficamos com a ideia que a festividade do culto a Santo Amaro, na freguesia da Ribeirinha, terá tido origem no Século XVI/XVII.

Conta a lenda que terá aparecido no lugar da Ponta Ruiva, vinda do mar, a actual imagem da figura de Santo Amaro (que existe na sua ermida, que deu nome ao local) a qual foi transportada para a antiga Igreja de São Pedro, existente no centro da freguesia da Ribeirinha, desde o ano 1540 e ali resguardada, várias vezes, pois diziam que, nos dias seguintes, a imagem era sempre estranhamente encontrada próxima da dita zona da Ponta Ruiva, constituída por uma rocha alta, que dá para o mar.

Diziam ainda os mais antigos([1]), que, por vezes, durante a noite, ouviam os passos do Santo a descer a freguesia, pelo barulho de uma galochas de madeira, que calçava, sendo costume dizerem ” ...lá vai Amaro abaixo”.

Procederam então à construção da Ermida, a qual pelos registo históricos foi objecto de várias modificações e chegou aos nossos dias e o Santo nunca mais se ausentou daquele local, sendo ali venerado pelo povo.

Associada à festa de Santo Amaro, que decorre no dia 15 de Janeiro, de cada ano é costume as pessoas oferecerem-lhe alfenim ou massa sovada, comprada ou feita em casa, com a forma de uma parte do corpo, menino ou menina ou de um animal que ficou doente e o Santo curou, sendo para o pagamento de uma promessa, que na altura daquele ano afligiu uma pessoa ou alguém de uma família, pois Santo Amaro foi descrito na história como sendo bom para a cura de males ou doenças do corpo. As referidas peças de alfenim ou massa sovada são vendidas naquele dia de festividade e revertem para a paróquia da freguesia.



[1] Dados da memória de António Luís Parreira Jr., bisavó do Pai da Family, já falecido em Fevereiro de 1988, com 84 anos de idade, contados pelo meu pai e de residentes na freguesia da Ribeirinha, nascidos no primeiro quartel do Século XX



This page was generated by GeoPT Listing Generator
LEVE UM SOUVENIR ESTAMPA PEQUENA, GEOTOUR, COMO RECORDAÇÃO DO INTERIOR DO CONTAINER

Additional Hints (Decrypt)

1 - Cebphene crdhrab wneqvz géeerb. 2 -Pnagb Fhy. 3- Crqen ab fbyb géeerb, chkne qrintne. Nwhqne n yrinagne bf erobeqbf qn gnzcn. 4 - Qrcbvf, pbybpne n gnzcn, srpunaqb urezrgvpnzragr.
YRIR HZ FBHIRAVE RFGNZCN CRDHRAN, TRBGBHE, PBZB ERPBEQNÇÃB QB VAGREVBE QB PBAGNVARE
(Genqhgbe Tbbtyr)
1 - Svaq fznyy tneqra tebhaq. 2 - Frnepu Fbhgu fvqr 3 fgbar ba gur tebhaq sybbe, chyy fybjyl.. Uryc yvsg gur rqtrf bs gur pbire. 4 - Gura chg gur yvq gvtugyl pybfrq.
GNXR N FBHIRAVE FGNZC FZNYY BS ERZRZOENAPR BS PBAGNVARE

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)