Skip to content

<

Ilhéu de Cima

A cache by Nature High Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 06/16/2014
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



O Ilhéu de Cima é um ilhéu rochoso, com uma área de 32 hectares e com uma altura máxima de 121m. Encontra-se a menos de 380 metros a sudeste da ilha do Porto Santo e é o primeiro ponto de contacto com a Região Autónoma da Madeira, para as embarcações provenientes da Europa.

É também conhecido por Ilhéu do Farol, visto encontrar-se neste espaço geográfico o Farol do Ilhéu de Cima, construído em 1900 e automatizado em Setembro de 1982. O farol tem uma torre quadrangular branca de 15 metros e um edifício anexo. Apresenta um pedestal rotativo, com luz branca, cujo alcance luminoso é de 29 milhas náuticas.

Local abrangido pelo projecto de conservação da biodiversidade "LIFE Ilhéus do Porto Santo" e sítio da Rede Natura 2000, no Ilhéu de Cima foi recentemente implantado um percurso temático interpretativo da abundante flora, fauna e geologia existente.

Com cerca de 18 milhões de anos, destacam-se geologicamente neste Ilhéu, o Cabeço das Laranjas: fenómeno geológico de afloramento de fósseis de algas vermelhas (rodólitos, localmente denominados por "laranjas", pela sua enorme semelhança com esse fruto) intercalados com cinzas vulcânicas e alguns fósseis de corais, ouriços-do-mar e outros bivalves; e a Pedra do Sol: um conjunto de tubos de lava estruturados numa forma raiada, que se formaram a partir da lava que deslizou a elevadas temperaturas sobre a superfície em forma de canais. Ao entrarem em contacto com o ar, muito mais frio, estes tubos solidificaram criando uma crosta que permitiu que o fluxo de lava mantivesse a sua temperatura no interior. Este mecanismo é típico de escoadas basálticas, permitindo que a lava alcance grandes distâncias fluindo no interior dos tubos. À medida que o arrefecimento decorre, a lava retrai e define-se um padrão geométrico de finas fracturas, que dão origem ao aparecimento de estruturas prismáticas cujo alinhamento define a direcção em que se deu o arrefecimento, neste caso do exterior para o interior do tubo.

O Ilhéu de Cima, juntamente com o Ilhéu da Cal e o Ilhéu do Ferro, formam em conjunto uma IBA (Important Bird Area). Neste espaço nidificam aves como, a Cagarra (Calonectris diomedea), a Alma negra (Bulweria bulwerii), o Roque de Castro (Oceanodroma castro), o Pintainho (Puffinus assimilis baroli), o Garajau comum (Sterna hirundo), ou a Gaivota de patas amarelas (Larus cachinnants atlantis). Ao nível das aves terrestres, encontram-se nesta zona aves como, o Corre caminhos (Anthus berthelotii madeirensis), a Andorinha da serra (Apus unicolor), ou o Canário da terra (Petronia madeirensis).

Esta IBA caracteriza-se por ter uma fauna rica, possuindo mesmo alguns endemismos como é o caso de Geomitra turrícula, um pequeno molusco exclusivo deste Ilhéu. Nela habitam ainda espécies como, a Lagartixa (Lacerta dugesii), em abundância, e as duas tarântulas endémicas do Porto Santo, a Hogna biscoitoi, e a Hogna schmitzi.

A fauna marinha é igualmente rica e diversificada, originada em grande parte pelo afundamento do navio "Madeirense", sendo por isso um sítio privilegiado para a prática de mergulho.

No sentido de divulgar e promover o trabalho que o Parque Natural da Madeira tem levado a cabo, com vista à recuperação e manutenção deste habitat, um grupo de alunos do Curso de Especialização Tecnológica (CET) em Guias da Natureza da Universidade da Madeira criou neste Ilhéu um ponto de geocaching. A procura e descoberta da cache não é mais do que o pretexto para a visita. A vinda ao Ilhéu constitui sim, por si só, o motivo principal desta aventura....

Visto esta ser uma Área de Protecção Parcial do Tipo I, onde as actividades humanas são condicionadas de forma a não comprometerem os valores naturais existentes, esta iniciativa careceu da devida autorização por parte do SPNM. Explanada a intenção dos alunos, a colaboração por parte da entidade foi francamente positiva, permitindo dessa forma concretizar este propósito.


Foram criados percursos temáticos interpretativos no Ilhéu de Cima que podem ser visitados com o apoio do Serviço do Parque Natural da Madeira. A visita é apenas condicionada pelas condições do mar, dado que o desembarque terá que ser sempre efectuado em segurança. A duração da visita é de cerca de 3 horas (a contar da partida da marina do Porto Santo) e a distância a percorrer no ilhéu à volta de 1500 metros (incluindo a subida até ao topo). O clima é caracterizado pela temperatura amena durante todo o ano, sendo no entanto uma zona muito exposta ao vento. O acesso ao ilhéu de Cima é efectuado por mar, sendo devidamente autorizado e credenciado pelo SPNM, de acordo com a legislação em vigor da área protegida.

Para marcações de visitas deverá ser contatado o Centro de Informação do Serviço do Parque Natural da Madeira (291 795155 – cispnm.sra@gov-madeira.pt) ou as suas instalações na marina do Porto Santo (291 985576 - reservasportosanto.sra@gov-madeira.pt).

É aconselhado o uso de calçado apropriado e fato de banho, pois o tempo poderá permitir um mergulho nas águas límpidas desta Reserva Natural.

Additional Hints (Decrypt)

qronvkb qr crqenf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.