Skip to content

<

Geodiversidade04- Fajã Ribeira d'Areia [São Jorge]

A cache by isapteam Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 07/25/2014
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



Perguntas/ Questions

a Fajã da Ribeira d’Areia é uma fajã de que tipo?

no GZ que formações vulcânicas é que pode observar. Como se formou? Qual a largura da formação vulcânica.

 Please characterise the Faja of Ribeira da Areia. Is it a delta lava Fajâ or a detrital Fajã? 

Which prominent volcanic feature is present at GZ? Can you tell me how it was formed? Which is the approximately lenght 

 

 



Ilha de São Jorge

A ilha de São Jorge é uma ilha situada no centro do Grupo Central do arquipélago dos Açores, separada da ilha do Pico por um estreito de 15 km - o canal de São Jorge. A ilha tem 53 km de comprimento e 8 km de largura, sendo a sua área total de 237,59 km², e tem uma população de 8997 habitantes (2011).

Esta ilha é atravessada por uma cordilheira montanhosa que atinge a altitude máxima de 1 053 metros, no Pico da Esperança. A costa é em geral rochosa, com arribas altas e escarpadas.

A grande particularidade desta ilha são as Fajãs, quase todas habitadas mas de acesso muito difícil. Na costa Norte, destacam-se as Fajã do OuvidorFajã da Caldeira de CimaFajã da Ribeira da AreiaFajã dos Cubres e Fajã da Caldeira de Santo Cristo. Na costa Sul, as mais importantes são a Fajã dos Vimes e a Fajã de São João.

A sua origem está ligada um vulcanismo fissural promovido pela expansão da crosta do Atlântico e está associada a uma falha transformante que vai desde a CMA até a ilha de São Miguel - a Falha de São Jorge

Foi assim esta ilha criada por sucessivas erupções vulcânicas em linha reta, de que restam crateras, a sua plataforma central tem a altitude média de 700 metros, descendo muitas vezes quase a pique desde essa altitude até às fajãs junto do mar. Tendo assim al alguns locais uma costa altamente escarpada e quase vertical, sobretudo a norte. Está situada a 28º 33’ de longitude Oeste e a 38º 24’ de latitude Norte.

O clima como nas restantes ilhas do grupo Central, é moderado, com temperaturas médias anuais oscilando entre 12 °C (53 °F) e 25 °C (77 °F).

Esta ilha apresenta um perfile bastante alongado e bastante estreito que a torna única a nível do arquipélago dos Açores, dado que nenhuma outra apresenta semelhante característica. É uma ilha cujas Serras são muito elevadas nas vertentes voltadas ao Norte, principalmente devido à forte e constante abrasão do mar e também porque este se apresenta nesta face da ilha bastante profunda. Estas características permitiram o surgimento da fajã que no caso da ilha de São Jorge e devido à sua quantidade é também caso único nos Açores.

A costa Sul apresenta-se com um declive muito menos acentuado, descendo quase com suavidade até ao mar. Nesta costa muito mais baixa é raro surgiram fajãs.

 

Para esta morfologia muito terá contribuído a da tectónica regional, que formou um alinhamento de cones estrombolianos com origem no vulcanismo fissural.



fajã da Ribeira da Areia

A Fajã da Ribeira da Areia é uma fajã portuguesa localizada na Ribeira da Areia pertence à localidade da Ribeira da Areia, freguesia do Norte Grande, Concelho de Velas, costa Norte da ilha de São Jorge.

Fajã bastante grande e antigamente muito habitada. Em 1891 tinha 451 habitantes. Este como algumas outras fajãs da ilha de São Jorge foi praticamente votada ao abandono, não só por causa do terramoto de 1980, mas porque o envelhecimento da população e o desinteresse dos jovens isso ditou. Atualmente (2009) e devido as bons caminhos existentes encontra-se em franca recuperação.

Vivem várias famílias na fajã enquanto muitas pessoas se deslocam a esta fajã apenas em trabalho, sendo que estas raramente ficam de noite.

Também como nas outras fajãs as culturas que aí se fazem são a batata doce, e a batata da terra, a vinha e o inhame.

A pesca faz-se com anzol, sendo os peixes mais capturados a veja, a garoupa, a anchova e a moreia. As aves mais frequentes são: a pomba, o melro, o cagarro e o pardal.

Para além de cerca de quarenta e seis casas, antigas e modernas, foi aqui construída um templo, Ermida de Nossa Senhora de Fátima datada de 1946, com torre de 1968, dedicada a Nossa Senhora de Fátima, o que faz com que esta fajã também seja conhecida como fajã de Nossa Senhora de Fátima.

O dia treze de Outubro é o dia da festa da Padroeira, com missa seguida de procissão. As pessoas que vão participar na festa levam farnel e passam lá todo o dia.

Junto à ermida existe um chafariz com data de 1960. Há também uma fonte de água fresca que brota da rocha. A Ribeira da Lapa que aqui corre não é de curso permanente. Nesta fajã merecem especial atenção as formações lávicas.

Tipos de Fajãs

·         Fajãs costeiras – fajãs em contacto directo com o litoral.

·         Fajãs de delta lávico – fajãs criadas quando as escoadas de lava avançam sobre o mar, provocando o recuo da linha de costa. Estas fajãs, em geral muito resistentes à erosão do mar por serem constituídas por grandes massas rochosas compactas e sem fissuração apreciável, são em geral delimitadas por costas abruptas, angulosas, fortemente recortadas, com grandes calhaus no seu sopé. Os solos, quando não tenha havido recobrimento por materiais de projecção ou derrocadas posteriores, são em geral esqueléticos. À superfície destes deltas podem ocorrer pseudo-crateras ou cones litorais e a erosão da frente da escoada ou uma drenagem posterior conferem-lhe frequentemente um aspecto digitado. São frequentes os arcos rochosos costeiros e as grutas marinhas resultantes da infra-escavação pela erosão por acção do mar.

 

·         Fajãs de talude (ou fajãs detríticas) – são fajãs criadas pela acumulação de materiais resultantes do desmoronamento das encostas sobranceiras. Estas fajãs tendem a ser mais aplanadas e, por serem constituídas por materiais soltos, facilmente sujeitos ao transporte pelas ondas, têm em geral costas de formas suaves e quase rectilíneas, com praias de calhau rolado de dimensão variável. Nas costas mais expostas à ondulação, em geral as viradas a norte, formam-se por vezes cordões de calhaus rolados que conduzem ao aparecimento de formações lagunares (como acontece na Fajã da Caldeira de Santo Cristo). Os solos destas fajãs são em geral muito férteis, embora as mais perigosas para habitação humana, dada a recorrência dos desmoronamentos. Os grandes terramotos tendem a formar novas fajãs deste tipo, como aconteceu profusamente no grande sismo do Mandado de Deus, na metade leste de São Jorge.



fajã da Ribeira da Areia - english

'Fajãs, is a Portuguese term that describes the supratidal talus-platform geology constructed from landslides or lava flows, that are relatively common coastal features, occurring on the toe of cliffs. Although they exist throughout the world, they are distinct features of the islands of the Azores. The fajãs are fertile and, historically, used in the cultivation of yams, maize and vegetables, although coffee, vineyards and tropical fruits were also grown. (http://en.wikipedia.org/wiki/Faj%C3%A3s)

There are two main types of fajãs:
1- Fajãs of lava delta - These are created when lava flows advance over the sea, causing the retreat of the shoreline. These coves,generally very resistant to erosion by the sea, are made by large compact rock masses without appreciable cracking and are generally bounded by steep, angled back, heavily cut, with large boulders at the base. The soils, when unprotected by subsequent landslides, are generally skeletal. On the surface of these deltas pseudo-craters or cones may occur and the coastal erosion in the front gives it a finger-like aspect. Coastal rocky arches and sea caves resulting from the underwater erosion caused by the impacting sea waves are frequent.

Talus Slope' Fajãs (or detritalfajãs ) - are created by the accumulation of materials resulting from the collapse of hillsides and cliffs. These coves tend to be more flattened, and are made from loose materials, easily subject to transport by waves. The coastlines are generally smoother and linear with pebble beaches of variable size. In the coastlines more exposed to waves, generally the north facing ones, it is common that stony strands form leading to the appearance of lagoon formations (as in Faja da Caldeira de Santo Cristo). The soils of these coves are generally very fertile, although the most dangerous for human habitation, given the recurrence of landslides. Large earthquakes tend to form new coves such as the great Mandado de Deus earthquake that occurred in the eastern half of St. George Island.'


Additional Hints (No hints available.)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.