Skip to Content

<

Á-dos-Calvos, ou nem por isso

A cache by B.O.D.A. Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 05/01/2015
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Translation

Entrada

Á-dos-Calvos, ou nem por isso

Curioso nome este...Á-dos-Calvos...Calvos de carecas?

A toponímia é curiosa, quer pela sua origem, quer pela maneira como se constrói. Á-dos-Calvos deriva de A-dos-Calvos ou seja, a que é dos Calvos, ou então, o lugar do Calvos. Porém, desconhece-se a origem certa e quando ela surge, mas pode estar relacionada com a vizinha Á-dos-Cãos, essa com mais certezas acerca da sua origem. Desconhece-se também se Calvos deriva de "local com homens carecas" ou se Calvos era apelido, como no caso de Á-dos-Cãos, e que Cãos siginifica o lugar dos Cãos (plural à época de Cão) atribuído a Diogo Cão e sua família, por aí terem possuído uma propriedade (séc. XVI). Assim, será que esta é a aldeia dos Calvos...ou nem por isso? :)

Esta multicache pretende ser a desculpa para conhecerem esta pequena localidade e o seu enorme património, muito dele em vias de desaparecer... assim tratamos nós do legado dos nossos antepassados! Venham daí visitar esta muito pequena mas riquíssima aldeia.

A Cache

Esta é uma cache acessível a todos, simples e rápida de se fazer. Não precisa de caminhar mais de 500m no total.

Para encontrar esta cache estacione no centro da aldeia junto ao palácio e diriga-se às coordenadas iniciais. Aqui encontra uma antiga quinta senhorial desta aldeia, hoje pertencente à família do antigo presidente da Câmara Municipal de Cascais António Capucho, e que é repleta de interessantes pormenores arquitectónicos, infelizmente não estão visitáveis. No entanto só o exterior deixa perceber a sua magnificiência. Repare no candeeiro que se encontra no arco sob o portão principal. Parece-lhe estar direito ou invertido? Se lhe parece direito então A=1, se lhe parece invertido então A=2.

Siga agora para o Ponto 2, aí encontra um antigo cruzeiro de cruz patriarcal junto a umas ruínas. Este cruzeiro tem a particulariedade de ter no topo uma barra horizontal, similar à cruz de Lorena e que também por isso se chama cruz patriarcal, algo raro entre nós. Aqui veja a altura da pedra vertical do cruzeiro (não conte com a base do cruzeiro onte está a inscrição!), se este tem 1 metro de altura então B=4, se este tem 3 metros de altura então B=6.

Siga agora para o Ponto 3, o Palácio dos Mascarenhas. Aqui viveu parte da família Mascarenhas, pertencentes à Casa de Fronteira, a mesma famíla que detém o Palácio de Fronteira em Benfica, Lisboa. Já no séc. XX a propriedade foi vendida a um agricultor da aldeia que a usou para dependência agricola, entrando em ruína. Ainda são bem visíveis os imponentes edifícios do palácio, assim como se destaca o imponente portão de entrada. Actualmente a propriedade está nas mãos de um comprador recente que tem feito trabalhos de recuperação de parte da propriedade ainda sem intervenção no Palácio. Este é o ex-libris desta aldeia, destacando-se do restante casario. Esperemos que volte a ser um edifício de grande imponência como foi nos seus tempos áureos! Aqui veja a data que está no Chafariz junto ao palácio, qual o algarismo das unidades? Esse valor é C.

Siga agora para o Ponto 4, a Capela e o Cruzeiro. Mais duas construções notáveis: a capela com pormenores construtivos muito interessantes na torre sineira e no acabamento da cobertura, contrastando com a simplicidade do seu interior. Já o cruzeiro tem uma base fora do comum: uma caveira com ossos cruzados faz querer que estamos num cemitério. De tão escondida que está e dado o seu valor arquitetónico tudo leva a querer que tenha sido levada para ali retirada de outro local (provavelmente de junto de um cemitério) mas não se sabe se de Á-dos-Calvos ou de outro lugar. Poderá ter sido uma oferta dos Mascarenhas, por exemplo. Aqui neste ponto veja a côr das cortinas da capela, se forem verdes então D=2, se forem vermelhas então D=3.

Faça agora as contas, o ponto final está em N 38º 50.DBA W009º 12.CC1.

Esperamos que tenham gostado do passeio e da cache!

Obrigado.

Palácio

Palácio - entrada  Pormenor do palácio


Ah, e não se esqueça nunca//Oh, and never forget: Cache In Trash Out!

 

Boas Práticas para um Geocaching melhor. Colabore!

- Ao decidir procurar uma cache faça-o de acordo com o que é pedido pelo owner. Respeite a sua vontade e as suas recomendações, pois delas dependem a sua integridade e a da cache. Não destrua, não parta, não deixe mais que pegadas e não traga mais que fotografias.

- Leia bem o página da cache antes de começar a busca. Pondere bem os riscos, e se o nível de Dificuldade e Terreno está de acordo com os seus limites e objectivos. Não ponha em risco a sua vida e a a da cache, e se acha que não é para si não arrisque e passa à próxima. Nem todas as caches são para todos.

- Lembre-se que o Geocaching proporciona-nos aventuras e leva-nos a locais que de outra forma não iríamos conhecer e visitar, por isso quando for procurar uma cache vá com tempo, quer para conhecer bem o local, mas também para estar preparado para algum imprvisto que possa ocorrer.

- Tenha especial cuidado ao procurar o esconderijo da cache, certifique-se que não há ninguém por perto ou ninguém a ver. Caso haja seja o mais discreto possível. Não arrique caso tenha consciência que está a ser observado, e desista. Certamente terá uma nova oportunidade para lá voltar, e assim evita que a cache seja objecto de buscas indesejadas.

- Ao encontrar a cache faça sempre um registo escrito no logbook. Se necessário use frente e costas das folhas do mesmo, poupe papel.

- O material de escrita que está na cache não é para retirar.

- Sempre que possível faça troca de objectos, mas coloque um de igual valor ao que retirou.

- Tire fotos, muitas fotos, e não esqueça de as colocar no seu log online na página da cache.

- Quando fizer o log online faça-o de uma forma detalhada possível de modo a dar a conhecer a aventura que a visita ao local proporcionou. Se houver alguma sugestão ou recomendação a fazer ao owner aproveite e faça-o no log. Precisa de manutenção? O acesso foi dificultado? Mudaram a cache de sítio? Qualquer situação que lhe pareça anormal comunique, informe o owner, seja por log ou através de mensagem privada.


 

Additional Hints (Decrypt)

Á-qbf-Pnyibf

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



 

Find...

63 Logged Visits

Found it 59     Didn't find it 1     Write note 2     Publish Listing 1     

View Logbook | View the Image Gallery of 16 images

**Warning! Spoilers may be included in the descriptions or links.

Current Time:
Last Updated:
Rendered From:Unknown
Coordinates are in the WGS84 datum

Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.