Skip to content

Igreja de São Martinho de Soalhães Traditional Geocache

This cache has been archived.

Bitaro: Olá J.C.R TEAM,
Esta geocache foi arquivada por falta de uma resposta atempada e/ou adequada perante uma situação de falta de manutenção.
Relembro a secção das Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Se no local existe algum recipiente por favor recolha-o a fim de evitar que se torne lixo (geolitter).

Uma vez que se trata de um caso de falta de manutenção a sua geocache não poderá ser desarquivada. Caso submeta uma nova será tido em conta este arquivamento por falta de manutenção.

More
Hidden : 08/21/2015
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   micro (micro)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Igreja de São Martinho de Soalhães

Inicialmente a classificação como Monumento Nacional só abrangeu os elementos românicos da Igreja. Mas esta situação foi posteriormente solucionada em 1980, quando se considerou a necessidade de se classificar a Igreja no seu todo e não partes concretas.

Embora seja um edifício de edificação românica, poucos elementos desse período chegaram até nós. Dessa época persistem, apenas, o portal principal e a arca tumular na capela-mor. Contudo, o próprio portal é um elemento do românico tardio, uma solução protogótica possivelmente do século XIV. 

A ausência de tímpano, associada às arquivoltas de perfil quebrado e os capitéis com uma decoração animalista e vegetalista, mostrando um evidente naturalismo e uma certa elegância desenhada pelo seu cesto, comprovam o seu caráter protogótico.

A mesma cronologia tardia se confirma no túmulo inserido em arcossólio na capela-mor, do lado da Epístola, já que os escudos são abrigados por elementos de evidente sabor gótico: uma arcada, composta por arcos trilobados e dotados de capitéis; sobre a arcada, micro-empenas encimadas por remate em forma de trevo; a tampa do túmulo, de secção hexagonal e volume em duas águas, apresenta uma cruz e uma sucessão de motivos florais envolvidos por um multiplicado motivo fitomórfico. 

Embora se desconheça quem de facto nele está sepultado, a sua localização na capela-mor remete-nos de imediato para alguém de alta estirpe, ligado seguramente ao padroado da Igreja. 

Excetuando-se estes elementos românicos, o que se sobressai no restante espaço são as alterações aplicadas durante a Época Moderna: as amplas dimensões da nave, a profundidade da capela-mor e os janelões retangulares são o resultado das transformações ocorridas após o Concílio de Trento com intuito de atualizar o interior da Igreja à liturgia e estética imanada desse importante concílio católico.

Também da mesma época são a torre adossada à fachada principal, com seu remate bolbiforme, o óculo com formas curvilíneas que encima o portal principal e os amplos janelões que na fachada principal (e nas laterais) iluminam a jorros o interior da igreja.

O barroco, com o seu horror ao vazio, é também visível no interior com retábulos repartidos entre a capela-mor e a nave e o revestimento do corpo da Igreja com painéis azulejares e madeira entalhada. 

Característicos do século XVIII, os painéis apresentam cenas claramente barrocas: grinaldas de flores e de frutos ou os putti. Ao nível da composição das cenas, é evidente a teatralização do gesto criada pelas figuras representadas, como por exemplo Moisés e a Serpente de Bronze ou Samaritana e Jesus falando aos Discípulos.

A norte, abre para a nave a capela dedicada a São Miguel, com alçados revestidos a azulejos e retábulo-mor em talha nacional.

Contrariamente ao que acontece na nave, a capela-mor da Igreja apresenta-se despojada de ornamentação. O retábulo-mor, de estilo neoclássico, alberga as imagens de São Martinho de Tours e Santa Luzia. Ao cimo do trono, uma imagem de Cristo crucificado anula o vazio do espaço votado à exposição do Santíssimo Sacramento.

Adossada do lado norte à capela-mor temos a sacristia, onde é visível um silhar de azulejo, com moldura de acantos, de figura avulsa, com cantos de estrelas e motivos de barcos, pássaros, entre outras figurações.

 

Fonte: rotadoromanico

Descrição da cache:

O container é Micro. Apenas contém logbook. Levem material de escrita.

Cuidado com os muggles, maquina fotográfica ajuda sempre a disfarçar. Por favor, seja discreto e volte a colocar tudo como encontrou.


This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Ab pnagb qb Wneqvz

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)