Skip to content

Fajã de São Mateus [Ilha do Pico] EarthCache

Hidden : 01/12/2016
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Fajã de São Mateus

Fajã é um termo de origem obscura que designa um terreno plano, em geral cultivável, de pequena extensão, situado à beira-mar, formado de materiais desprendidos das arribas ou por deltas lávicos resultantes da penetração no mar de escoadas de lava provenientes da vertente. António Cândido de Figueiredo, no seu Novo Dicionário da Língua Portuguesa, define fajã como toda a terra baixa e chã ou como pequena extensão de terreno plano, susceptível de cultura, junto a uma rocha, geralmente à beira-mar, formada em regra por materiais desprendidos por quebradas ou acumulados na foz de uma ribeira e assentes quase sempre num banco de lava muito resistente.

A palavra fajã está expandida em toda a Macaronésia lusófona, sendo muito comum nos Açores, onde aparece em quase todas as ilhas, na ilha da Madeira e em muitas ilhas de Cabo Verde.

Embora o termo fajã seja em geral utilizado para designar plataformas costeiras, é por vezes utilizado na toponímia da Macaronésia em ligação a pequenas zonas planas anichadas junto a montes ou colinas com encostas íngremes. É o caso das zonas aplanadas onde se situam as freguesias de Fajã de Baixo e de Fajã de Cima, na ilha de São Miguel, ambas freguesias interiores sem qualquer ligação à costa. O mesmo acontece com o topónimo Fajã das Ovelhas, um local de altitude, nas faldas norte da Serra de Santa Bárbara, na ilha Terceira. Nesta acepção a palavra confunde-se com o termo achada, também utilizado na Macaronésia para descrever uma zona aplanada entre montes, em especial as plataformas planálticas suspensas entres os grandes vulcões centrais das ilhas e a costa.

Apesar de existirem fajãs em quase todas as ilhas da Macaronésia, elas são mais comuns, ditando em boa parte a distribuição da população, na ilha de São Jorge. Naquela ilha, as vilas sedes dos seus dois concelhos, Velas e Calheta, situam-se em fajãs, o mesmo acontecendo à vila das Lajes do Pico, na vizinha ilha do Pico.

Fajã is an obscure source term for a land plane, generally arable, small extension, located by the sea, made up of detached material from cliffs or deltas lava resulting from the penetration in the sea of ​​lava from the side disposed. Antonio Candido de Figueiredo, in his Novo Dicionario of the Lingua Portuguesa defines fajã as all the lowland and tea or as small stretch of level ground, capable of culture, next to a rock, usually by the sea, formed usually by material given off by broken or accumulated at the mouth of a river and laid almost always a very tough lava bench.

The word fajã is expanded throughout the Lusophone Macaronesia, being very common in the Azores, where it appears in almost all the islands in Madeira and in many islands of Cape Verde.

Although the term fajã is generally used to refer to coastal platforms, it is sometimes used in place names of Macaronesia in connection with small flat areas adjacent to mountains or hills with steep slopes. This applies to the flattened areas where are the parishes of Fajã de Baixo and Fajã de Cima on the island of São Miguel, both interior parishes without any connection to the coast. The same applies to the place name of the Fajã das Ovelhas, a place of altitude, in the northern foothills of the Sierra de Santa Barbara, Terceira island. In this sense the word is confused with the term found, also used in Macaronesia to describe a flattened area between hills, especially plateau suspended platforms entres large central volcanoes of the islands and the coast.

Although there fajãs in almost all the Macaronesian islands, they are more common, largely dictating the distribution of population on the island of São Jorge. On that island, the villages headquarters of its two counties, Velas and Calheta, are situated in coves, as does the village of Lajes do Pico, on the neighboring island of Pico.

Tipos de fajãs / Types of Fajãs

De acordo com as suas características, origem e localização, as fajãs podem ser classificadas em:

Fajãs costeiras – fajãs em contacto directo com o litoral.

Fajãs de delta lávico – fajãs criadas quando as escoadas de lava avançam sobre o mar, provocando o recuo da linha de costa. Estas fajãs, em geral muito resistentes à erosão do mar por serem constituídas por grandes massas rochosas compactas e sem fissuração apreciável, são em geral delimitadas por costas abruptas, angulosas, fortemente recortadas, com grandes calhaus no seu sopé. Os solos, quando não tenha havido recobrimento por materiais de projecção ou derrocadas posteriores, são em geral esqueléticos. À superfície destes deltas podem ocorrer pseudo-crateras ou cones litorais e a erosão da frente da escoada ou uma drenagem posterior conferem-lhe frequentemente um aspecto digitado. São frequentes os arcos rochosos costeiros e as grutas marinhas resultantes da infra-escavação pela erosão por acção do mar.

Fajã Rasa, Toledo (Velas). Falésia da Costa Norte, ilha de São Jorge

Fajãs de talude (ou fajãs detríticas) – são fajãs criadas pela acumulação de materiais resultantes do desmoronamento das encostas sobranceiras. Estas fajãs tendem a ser mais aplanadas e, por serem constituídas por materiais soltos, facilmente sujeitos ao transporte pelas ondas, têm em geral costas de formas suaves e quase rectilíneas, com praias de calhau rolado de dimensão variável. Nas costas mais expostas à ondulação, em geral as viradas a norte, formam-se por vezes cordões de calhaus rolados que conduzem ao aparecimento de formações lagunares (como acontece na Fajã da Caldeira de Santo Cristo). Os solos destas fajãs são em geral muito férteis, embora as mais perigosas para habitação humana, dada a recorrência dos desmoronamentos. Os grandes terramotos tendem a formar novas fajãs deste tipo, como aconteceu profusamente no grande sismo do Mandado de Deus, na metade leste de São Jorge.

Fajãs de altitude e pequenas achadas – fajãs encaixadas em encostas longe do mar, em geral pequenos planaltos ou vales aplainados no sopé de montanhas ou de cones vulcânicos.

Fajãs de encosta – plataformas formadas em consequência de quebradas que deixam plataformas de ablação nas encostas. Em geral de pequena extensão, apresentam pouco interesse para uso humano, mas são importantes como biótopos para espécies que exigem boa exposição solar e boa drenagem.

Fajãs de sopé ou pequenas achadas – são plataformas aplanadas existentes no sopé de encostas ou entre cones vulcânicos. O termo achada resulta do seu interesse como locais privilegiados de cultivo, preferidos para fixação pelos colonizadores quando os achavam no desbravar das ilhas.

According to its characteristics, origin and the Fajãs (coves) can be classified into:

Fajãs costeiras- fajãs in direct contact with the coast.

Fajãs de delta lávico - fajãs created when lava drained advance of the sea, causing the retreat of the coastline. These coves in very resistant to erosion by the sea usually are made from large rock masses and compact without appreciable cracking, are generally bounded by abrupt coasts, angular, heavily cut, with large pebbles in his foot. Soils, when there has been no coverage by spraying materials or subsequent landslides, are generally skeletal. On the surface of these deltas may occur pseudo-craters or coastal erosion cone and the front or rear drainage drained you often give a point entered. Are frequent coastal rocky arches and sea caves resulting from infra-dig eroded by the action of the sea.

Fajã Rasa, Toledo (candles). Cliff on the north coast, the island of São Jorge

Slope of coves (or fajãs detrital) - fajãs are created by the accumulation of material resulting from the collapse of hillsides. These fajãs tend to be flattened, and are constituted by loose material easily subject to transportation waves, have generally smooth back and almost rectilinear shapes with pebble beach rolled variable dimension. In the most exposed coasts to swell, in general, facing north, are formed sometimes pebbles rolled seams that lead to the appearance of lagoon formations (as in Fajã da Caldeira de Santo Cristo). The soils of these coves are in general very fertile, although the most dangerous for human habitation, given the recurrence of landslides. Large earthquakes tend to form new coves such as profusely happened in the great earthquake of the Writ of God, in the eastern half of St. George.

Fajãs de altitude e pequenas achadas - fajãs fitted on slopes away from the sea, generally small plateaus or flattened valleys at the foot of mountains or volcanic cones.

Fajãs de encosta - platforms formed as a result of broken leaving ablation platforms on the slopes. Usually of small extent, they have little interest for human use, but are important as biotope for species that require good sun exposure and good drainage.

Fajãs de sopé ou pequenas achadas - are flattened existing platforms in the slopes of the foot or between volcanic cones. The found term results of interest as privileged places of culture, preferred for fixing the settlers when they thought them in the breaking of the islands.

A freguesia / The parish

O delta lávico de São Mateus, a maior estrutura deste tipo na ilha, é formado por lavas emitidas dos cones de escórias do Cabeço da Prainha, Cabeço de São Mateus e “cone 166”.
As escoadas lávicas emitidas deram origem a arribas fósseis pouco elevadas, nas proximidades do Porto de São Mateus e do Porto da Praínha do Galeão.
Trata-se da mais antiga povoação do concelho da Madalena, onde decorrem as principais festividades religiosas da ilha, em honra ao Senhor Bom Jesus.
A sua igreja, de São Mateus, foi elevada à categoria de Santuário Diocesano em 1962.
Esta freguesia está ainda muito relacionada com actividade da caça à baleia, apresenta ainda resquícios dessa actividade como o caso das antigas vigias de baleia e a casa dos botes junto ao porto de São Mateus.

The lava delta of São Mateus, the largest structure of its kind in the island, is made up of lava emitted from Cabeço da Prainha, Cabeço de São Mateus and "cone 166".
The lava flows issued resulted in slightly elevated fossil cliffs, near the Port of São Mateus and the Port of Praínha Galeao.
It is the oldest town of the Madalena municipality, which derive the main religious festivals of the island, in honor of the Good Lord Jesus.
Its church of São Mateus, was elevated to the rank of Diocesan Shrine in 1962.
This parish is still very much related to whaling activity, still has remnants of this activity as if the old whale lookouts and the house of the boats at the port of São Mateus.

Questões / Questions

Para reclamar esta cache como encontrada deverá enviar um e-mail com as respostas corretas das seguintes perguntas:

  • Classifique a fajã de São Mateus quanto ao tipo de fajã?
  • Clasifique a rocha à sua frente quanto à dureza, densidade e cor?
  • Se olhar à sua esquerda existe uma piscina, quais as sua dimensões, aproximadamente? Qual a sua forma?
  • Atrás de si existe uma ermida. No frontespício desta ermida existe uma data inscrita na pedra, existem nesta fenocristais?

Envia as tuas respostas para o email disponível no meu perfil.

To claim this cache as finding should send an email with the correct answers to the following questions:

  • Rate the Faja de São Mateus as the type of fajã?
  • Describe the rock in front of you in terms of hardness, density and color?
  • If you look to your left there is a pool, which its dimensions, approximately? What is shape like?
  • Behind you there is a hermitage,in its frontispiece there is a stone with a date. Is there some phenocrystals?

Send your answers to the email available on my profile.

This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (No hints available.)