Skip to content

<

Welcome to Mação

A cache by RBJLEMOS Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 01/16/2016
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2 out of 5

Size: Size:   large (large)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Welcome to Mação

Welcome to Mação

 

O concelho de Mação pertence ao Distrito de Santarém e situa-se no vértice de três regiões tradicionais Beira Baixa, Alentejo e Ribatejo, esta inserido numa zona essencialmente de pinhal, onde se podem encontrar densos bosques de pinheiro bravo, mas onde o eucalipto, o sobreiro, a azinheira e a oliveira também têm uma presença significativa.

Entre as as serras mais importantes do concelho distingue-se o o Bando dos Santos e o Bando de Codes. A norte temos a Serra de Stº António, a Serra da Amêndoa, Serra da Galega e Serra das Águas Quentes; a Sul do concelho, as Serras da Alfeijoeira, Serra do Casal e a Serra do Moledo.

A rede hidrográfica da região é extremamente vasta e além do Rio Tejo distribuem-se por todo o concelho dezenas de nascentes e ribeiras, entre elas a Ribeira de Eiras, a Ribeira do Coadouro ou das Boas Eiras, A Ribeira da Pracana, o Rio Ocreza e a Ribeira do Bolestim.

 

Em algumas a vida se processa em torno de actividades tradicionais como a agricultura e a pecuária. Porém, são industrias como a dos enchidos e transformação de carnes que têm desempenhado um papel de relevo e projecção na economia do concelho. Destaque ainda para a industria do pimentão, de valor e qualidade reconhecidos em todo o país, bem como a industria de serração e transformação de madeiras e a das velas.

A gastronomia do concelho é bastante variada, de entre os diversos e apreciados pratos tradicionais salienta-se os enchidos, presunto e maranho ou a lampreia e peixe do rio. De notar que o concelho de Mação assume a sua designação de 'Catedral do Presunto', uma vez que produz cerca de 70% do presunto nacional.

 

Sua historia...

 

 Toda a área do concelho de Mação constitui riquíssima zona paleontológica e arqueológica.

Em todas as freguesias encontram-se fósseis, o que mereceu larga referência a Nery Delgado (Système Sillurique du Portugal; Étude de Stratigraphie Paléontologique).

 

Achados do Paleolítico foram encontrados sobretudo junto à Ribeira de Boas Eiras, foram também descobertas gravuras rupestres junto à Ribeira da Ocreza, entre elas a representação de um equídeo (cavalo), o primeiro achado de Arte Paleolítico ao ar livre no Sul de Portugal, segundo o especialistas, as gravuras terão mais de 20.000 anos.

 

No campo da arqueologia, a riqueza do Concelho é, sobretudo, da época Romana como o balneário romano em Ortiga. Um dos mais célebres de todos os achados foi o tesouro da Idade do Bronze do Porto do Concelho em Março de 1943, que se compunha de 42 peças (foices, lanças, machados, espadas, punhais, braceletes, etc.).

 

Embora tenha sido povoado em épocas remotas, Mação era no começo da Nacionalidade um pequeno lugar, pertenceu à ordem de Malta e ao Priorado do Crato.

A Rainha Santa Isabel outorgou-lhe o 1º foral, em data indeterminada, recebendo depois em 1355, outro de D. Pedro I.

No reinado de D. João III foi passada a carta de Aforamento de uma das terras, no termo de Vila de Mação, a João Alves Castelhano.

Já no começo do século XVIII era sede do Cabeção das Cinzas, das cinco Vilas; Mação, Amêndoa, Carvoeiro, Envendos e Belver.

A Vila de Mação foi, em 1762, quartel-general dos exércitos português e inglês, comandados pelo Marechal inglês Conde Lippe, onde estiveram aquartelados cerca de 15.000 soldados.

Em 1807, Mação foi pilhada pelos franceses durante a primeira invasão Napoleónica no nosso país. Com a Constituição surgem as lutas entre Liberais e Miguelistas que tomaram grande dimensão neste Concelho.

Em 1867 o concelho de Mação foi suprimido e passou a pertencer ao de Proença-a-Nova até 10 de Janeiro de 1868, data em que foi restaurado.

Em 1930 foi aprovado o Brasão na sequência de um estudo do arqueólogo Afonso de Ornelas.

 

A história do Concelho de Mação apela à sua visita para que a descubra. É esse o desafio. Descobrir o Concelho de Mação, cada canto, cada pedaço da sua história e testemunhos do tempo, quer sejam na forma de arte, de património, de gastronomia, do ser, do fazer e do estar das gentes de Mação que são únicas e carregam a herança de outras vidas que nos conduziram até este Mação que é de hoje mas que é também de ontem, do passado.

 

 

A Cache

Tendo como objectivo dar a conhecer um pouco esta terra, sendo também a conclusão de um projecto nosso em colocar Mação o concelho com caches de A a Z do Alfabeto.

Contem inicialmente: Logbook, stagenote, lápis, espaço para TB´s e brindes.

Deixem como a encontraram ou melhor

Tirem fotos ao local, não ao container



This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Aãb fbh cresrvgb, pbzb cbqrf irevsvpne
Aãb fbh pbzrfgíiry, aãb qrirf cebine
onfgn cryn cngn chkne
cnen b ybtobbx purtne
r nffvz n ivfvgne ertvfgne
Znçãb nivfgne
hzn bcbeghavqnqr cnen ivfvgne

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.