Skip to content

This cache has been archived.

viegask9: Voltará em breve...

More
<

Amonite in Baleal

A cache by viegask9 Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 02/22/2016
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Amonites (Ammonoidea)

Os amonites (subclasse Ammonoidea, por isso também chamados de amonoides) são moluscos cefalópodes que surgiram no período Devoniano, há 400 milhões de anos, e foram extintos junto com os dinossauros, no fim do Cretácico, 65 milhões de anos atrás. Durante a era Mesozoica, os amonites se diversificaram em uma variedade de formas e eram abundantes em todos os mares.

 

Viviam no interior de uma forte concha em espiral, de natureza carbonatada, semelhante à do atual náutilo. Suas dimensões eram muito variáveis: até meados do Jurássico, os amonites alcançavam apenas alguns centímetros; a partir de então, apareceram formas maiores, de até dois metros de diâmetro (embora raros). Conchas de amonites são fósseis comuns em formações marinhas do Mesozoico, mas pouco se sabe sobre o seu modo de vida, uma vez que o corpo mole é muito raramente preservado. Há evidências de dimorfismo sexual (diferenças de características entre os sexos), sendo as conchas dos machos, em geral, menores e mais ornamentadas que as das fêmeas.
Provavelmente viveram em mar aberto, em águas quentes e pouco profundas. Moviam-se por propulsão a jato, ou seja, expulsavam água do corpo em uma direção para se dirigir à direção oposta. Tentáculos rodeavam suas mandíbulas em forma de bico, com os quais agarravam pequenos organismos para se alimentar, por exemplo, pequenos peixes e crustáceos.
O nome amonite, do qual o nome científico Ammonoidea é derivado, surgiu no Egito Antigo, quando os egípcios associavam as conchas que encontravam ao deus Amon, que é muitas vezes retratado com cabeça e chifres de carneiro.

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Classificação científica:
Reino: Animalia
Filo: Mollusca
Classe: Cephalopoda
Subclasse: † Ammonoidea

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Como funcionava a concha dos amonites

 

Os amonites viviam em conchas subdivididas em câmaras, sendo que o corpo ficava alojado na última delas, próximo à abertura. A câmara mais interna era também a mais antiga. Quando o animal crescia e precisava de mais espaço, ele construía uma cavidade maior à frente da abertura, para onde se mudava, e isolava uma nova câmara. Esse processo se repetia à medida que o amonite crescia.
As câmaras deixadas para trás serviam como tanques flutuadores. Um delicado tubo (o sifúnculo) corria através delas e permitia regular a quantidade de gás ou líquido dentro da concha, para ajustar sua posição na água como em um submarino. Bombeando ar e enchendo as câmaras com gás, o amonite se tornava leve o suficiente para flutuar bem acima do substrato marinho.

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Conchas diversas


A maioria dos amonites possuía conchas com a espiral em um único plano, achatadas dos lados e perfeitamente encaracoladas. São os amonites homomorfos ('formas iguais'). Mas havia conchas parcialmente enroladas, ou em forma helicoidal, e, ainda, simplesmente retas. Esses amonites, que começaram a se diversificar principalmente no início do Cretáceo, são conhecidos como heteromorfos ('formas diferentes').
No Cretáceo também surgiram conchas ornamentadas de vários tipos. Algumas eram lisas, exibindo apenas linhas de crescimento. Em outras, porém, viam-se vários padrões de sulcos, costelas e espinhos.

 

Um dos amonites mais bizarros é o Nipponites, encontrado em rochas do Cretáceo no Japão e nos EUA. Sua concha formava um emaranhado de curvas em U.

O Turrilites, com sua concha helicoidal, viveu durante o Cretácico

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Para logar esta EARTHCACHE:

Observar o bloco rochoso nas coordenadas indicadas;

Responder correctamente às seguintes questões, enviando as respostas por e-mail, com indicação do username;

Leve uma fita métrica para efetuar medições;

Pode colocar fotos, não sendo obrigatório, mas sem colocar fotos reveladoras das amonites;

 

1 – Observe a amonite encontrada nas coordenadas indicadas e diga quanto mede o diâmetro da mesma;

2 – De costas para o mar no limite do bloco rochoso, estime a inclinação do mesmo (em graus);

 

3 – Estime a altura do bloco rochoso que contem as amonites, desde a amonite encontrada nas coordenadas indicadas até ao fim do bloco (em metros);

__________________________________________________________________________________________________________________________________

Pode verificar quatro fósseis nas coodenadas:

- N 39 22.365  W009 20.429

- N 39 22.366  W009 20.428

- N 39 22.367  W009 20.428

- N 39 22.369  W009 20.428

 

Nota: Não faças esta cache à noite, tens de andar em cima de pedras o que se torna perigoso!

Additional Hints (Decrypt)

Yrin svgn zégevpn

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)