Skip to content

Acacia Melanoxylon Traditional Geocache

Hidden : 07/23/2016
Difficulty:
2.5 out of 5
Terrain:
2.5 out of 5

Size: Size:   other (other)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

É uma das acácias mais conhecidas, por ser uma invasora temível que muitos problemas tem causado nos nossos ecossistemas. A germinação das suas sementes é estimulada pelo fogo e reage agressivamente aos meios utilizados para a controlar.


TAXONOMIA

A Acácia-Austrália (Acacia melanoxylon), é uma angiospérmica, dicotiledónea, nativa da Austrália e da Tasmânia. Pertence à Ordem das Rosales, Família das Fabaceae (Leguminoseae). É uma mimosa do Género Acacia.


DESCRIÇÃO

Esta mimosa apresenta, normalmente, um porte arbóreo médio, atingindo entre 8 a 15 metros de altura podendo, por vezes, atingir os 20 metros. É uma árvore de folha perene, com uma copa densa piramidal ou arredondada. As folhas são filódios laceolados ou oblanceolados, ligeiramente curvadas e geralmente verde escuras. Tem um tronco direito, com o ritidoma de cor cinzento acastanhado escuro e com ranhuras. Os ramos aparecem desde perto da base do tronco e têm geralmente uma disposição horizontal ou mesmo pendular. As inflorescências são compostas por capítulos globulares e amarelo pálido. Os frutos são vagens castanho-avermelhadas, mais estreitas que as folhas, algo comprimidas e torcidas. As sementes são rodeadas por pedículos vermelho-rosadas ou escarlate.

 

DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA

Esta espécie é nativa das florestas tropicais do Sudeste da Austrália e da Tasmânia. No entanto, tem sido disseminada pelo resto do globo, sobretudo devido ao seu valor ornamental e ao valor da sua madeira negra. A sua presença começou a ser verificada nas ilhas do Pacífico, na Nova Zelândia, nas ilhas do Oceano Índico e na África do Sul. Inicialmente, foi reconhecida como uma invasora nociva na África do Sul.

No continente europeu, esta árvore é considerada uma infestante. Tal deve-se a diversos problemas de infestação em quase todos os locais onde foi introduzida. Os países europeus onde esta espécie ocorre são a Itália, Bélgica, França, Espanha e Portugal continental e nas ilhas dos Açores.

 

PROPAGAÇÃO

Esta espécie produz elevadas proporções de sementes e, entre Dezembro e Março, a população pode recrutar elevados números de indivíduos com a germinação das sementes. Estas sementes podem manter-se viáveis até Agosto/Setembro, caso não germinem antes. Também recorre à germinação vegetativa a partir de rebentos de raízes expostas ou a partir das toiças. A acácia rebenta abundantemente a partir das raízes.


ACÁCIA-AUSTRÁLIA E O FOGO

Esta acácia reproduz-se prolificamente após a ocorrência de um fogo. A sua reprodução é aparentemente estimulada pelo fogo, e a rápida regeneração após um fogo deve-se essencialmente à germinação a partir das sementes. Por outro lado, tem também a vantagem de ter muita facilidade em se regenerar vegetativamente de forma vigorosa mas, comparativamente com a regeneração por semente, este é um mal menor.

A maioria dos problemas de infestação por acácia que ocorrem entre nós, são devidas ao fogo. Com a destruição da floresta existente pelo fogo, basta esta acácia existir no local, para que as grandes quantidades de sementes produzidas e estimuladas pelo calor das chamas levem a que a sua população colonize rapidamente todos os locais desocupados, não deixando espaço para as outras espécies.

 

UTILIZAÇÕES E CURIOSIDADES

A sua madeira é muito valorizada por ter uma fibra dura e compacta. Era utilizada na Austrália para fazer lanças, “boomerangs”, mocas e escudos. A parte interior da casca era utilizada para fazer cordas.

Atualmente, a madeira é utilizada e apreciada para mobília, barcos ou instrumentos musicais, o que justifica o desenvolvimento da sua exploração silvícola em alguns países. Esta espécie é ainda utilizada para fazer goma-arábica.

A Acácia-Austrália é conhecida por causar alergia dérmica por contacto, o que acontece normalmente nas mãos.

É uma invasora muito difícil de controlar, não só por a sua propagação ser estimulada pelo fogo, altura em que destrói as outras espécies, mas também porque reage muito bem a outros distúrbios. Desta forma, a queima não é uma solução para o controlo das acácias, e o mesmo se aplica ao corte, porque volta a rebentar utilizando a reprodução vegetativa. É bastante tolerante à sombra, mas a promoção de sombra com outras espécies pode ser uma solução a médio prazo.

ATENÇÃO: O melhor acesso será pelo lado do passeio! Sejam discretos, pois só assim se poderá garantir a longevidade desta cache ;)

Additional Hints (Decrypt)

Whagb à zvaun ením :-)

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)