Skip to content

<

Take me somewhere nice

A cache by Os Pontos Cardeais Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 12/19/2016
Difficulty:
2 out of 5
Terrain:
3.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:


Take me somewhere nice

A aldeia da Pena, na freguesia e concelho de Góis, enquadra-se num cenário natural de rara beleza. Estende-se por um viso que vai morrer à ribeira da Pena, a cerca de 600 metros de altitude. As suas águas são cristalinas, embora bastante frias dada a sua proximidade da nascente e do facto de correr sobre terrenos rochosos. Esta ribeira dá muita vida à aldeia, pois é a partir dela que os campos são regados. O seu caudal nunca seca, sendo por isso aproveitado, nos meses mais quentes do ano, pelos habitantes locais e por alguns visitantes, para banhos. Nesse aspecto a ribeira reserva locais espectaculares com cascatas, lagos e muita vegetação.

A natureza foi também extremamente generosa para com esta aldeia ao presenteá-la com os majestosos 'Penedos de Góis', que alcança o seu ponto mais alto aos 1040 metros, dos quais sobressai o 'Penedo Abelha' (nome dado pelos locais), que na opinião de alguns assume contornos da cara de um monstro de pedra. Vários são os trilhos que permitem ao visitante explorar a beleza dos penedos e da sua magnífica envolvência. Os percursos a efectuar podem também ser escolhidos atendendo ao seu grau de dificuldade.

A vegetação é abundante e variada. Um dos ex-libris da aldeia são mesmo os seus velhos castanheiros, um dos quais logo ao inicio da aldeia antes de atravessar a ponte sobre a ribeira. A importância que tiveram na economia local deixou as suas marcas na divisão das propriedades e na arquitectura de muitas casas (a existência de caniços). Alguns especialistas afirmam mesmo que existem na Pena castanheiros milenares, mas o que pelo menos todos reconhecem é que muitos deles terão vários séculos de existência. São pois um património histórico que interessa preservar, embora corram sérios riscos devido à proliferação de árvores de crescimento rápido, e aos incêndios. Nos meses mais rigorosos de Inverno é frequente os montes em redor da aldeia ficarem cobertos de neve, nomeadamente os 'Penedos de Góis' e com maior frequência, o Trevim.

O local que vos pretendemos mostrar é o 'poço escuro', rodeado por vários penedos, um dos quais é utilizado por praticantes de cannoying para descer em rappel iniciando o percurso pela ribeira da Pena. Mas para aceder a esta cache não será necessário ser tão radical apesar de ser necessário tomar algumas precauções.

Esperamos que vos tenhamos levado a um local agradável.

A cache

Para melhor aceder à cache devem seguir o waypoint dado e tomar atenção à nota que lá está. Eventualmente puderam chegar lá por outro caminho mas este é o mais seguro. Não vale a pena facilitar.

O caminho dado no waypoint é o 'trilho do moleiro', existiam alguns moinhos ao longo da ribeira e este caminho era utilizado pelos moleiros para carregarem a farinha em sacos enormes às costas até à aldeia.

Já junto ao Gz é só subir há 'caminho' e faz-se bem. Durante o inverno a ribeira sobe muito e por esse motivo resolvemos colocar ali o container.

O container é um simples tupperware com um logbook, caneta e alguns brindes.




This page was generated by Geocaching Portugal Listing Generator

Additional Hints (Decrypt)

Qrirf fhove ngé nb Tm.
Sbgb fcbvyre qvfcbaíiry

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.