Skip to content

Caminho de Santiago: Areias - F. Zêzere #06 Traditional Geocache

This cache is temporarily unavailable.

Bitaro: Olá UX team,

Pelo teor dos últimos registos, parece necessária a intervenção do owner para verificar o estado da geocache.
Até lá, ficará temporariamente inactiva.

Por favor leia atentamente as Linhas de Orientação que regulam a manutenção das geocaches:

O dono da geocache é responsável por visitas à localização física.

Você é responsável por visitas ocasionais à sua geocache para assegurar que está tudo em ordem para funcionar, especialmente quando alguém reporta um problema com a geocache (desaparecimento, estrago, humidade/infiltrações, etc.), ou faz um registo "Precisa de Manutenção". Desactive temporariamente a sua geocache para que os outros saibam que não devem procurar a geocache até que tenha resolvido o problema. É-lhe concedido um período razoável de tempo - geralmente até 4 semanas - dentro do qual deverá verificar o estado da sua geocache. Se a geocache não estiver a receber a manutenção necessária ou estiver temporariamente desactivada por um longo período de tempo, poderemos arquivar a página da geocache.

Esta designação serve para geocaches que estão com alguma questão pendente ou um problema temporário por resolver.
Como owner, tem ao dispor, pelo menos, quatro soluções possíveis:

  1. Efectuar a manutenção necessária e reactivar a geocache, dentro do prazo estabelecido pelas Linhas de Orientação
  2. Colocar uma nota na geocache com o plano de manutenção, caso esta não possa ocorrer num curto espaço de tempo. Nessa nota deve constar:
    • o prazo em que pretende efectuar a manutenção,
    • o argumento pelo qual o prazo indicado abaixo terá de ser ultrapassado para que fique novamente activa;
  3. Caso não consiga assegurar a manutenção da mesma, pode considerar o processo de adopção por um geocacher local;
  4. Arquivar a geocache se não tiver disponibilidade para assegurar o estado pleno da mesma. Por favor, tenha em consideração que nesta opção é necessário remover a geocache ou os conteúdos da mesma para evitar que se tornem lixo (*geolitter*).

Assim, caso não seja feita manutenção ou indicado um motivo válido pelo qual a geocache deva estar desactivada além do tempo previsto pelas Linhas de Orientação, a mesma será arquivada num prazo de 60 dias.
Relembro que não é possível desarquivar uma geocache que seja arquivada por falta de manutenção.

Obrigado pela colaboração
Bitaro
Community Volunteer Reviewer

Centro de Ajuda
Linhas Orientação

More
Hidden : 03/15/2017
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size:   small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:



Caminho Central Português

Lisboa - Santiago de Compostela

TOMAR - ALVAIAZERE

Etapa n.º 6 - 32 Kms


Descrição da Etapa:

Saímos da Golegã percorrendo a Rua D. Afonso Henriques e a Rua Casal do Branco seguindo para a Quinta da Cardiga. Percorremos o caminho que nos leva ao Casal do Branco, seguindo depois para São Caetano e aqui entramos na Quinta da Cardiga (Séc. XII) que já foi castelo e paço real. Prosseguimos da Cardiga atravessando a Ribeira da Ponte da Pedra na saída desta. Passando pelo lugar do Pedregoso, Quinta da Lameira e chegamos a Vila Nova da Barquinha onde seguimos pela Rua da Pedrogosa, Rua da Cardiga, Rua Salgueiro Maia, onde com as devidas precauções atravessamos a linha do caminho de ferro, entrando em Moita Norte. Percorremos a Rua Ribeiro Maia, Rua da Escola Nova onde atravessamos em frente à rotunda entrando no Bairro Santos Gil seguindo sempre em frente para a Atalaia. Chegamos a esta vila entrando pela Rua D. Afonso Henriques, Rua Paulino José Correia, no entroncamento da Junta de Freguesia da Atalaia seguimos à direita pela N110 passando pouco depois na Igreja da Atalaia mandada erigir por D. Pedro de Menezes, em 1528. Continuamos pela N110 até à saída da Atalaia onde viramos à direita para o caminho florestal seguindo por um imenso eucaliptal até ao Vale do Grou e a travessia da Ribeira de Tancos. Daqui subimos ao Grou percorrendo a Rua Nossa Senhora dos Caminhos e seguindo para a Asseiceira, que atravessamos pela Rua Duque da Terceira, Rua Dr. Avelino Ribeiro, Rua Dr. Carmo N. Ferreira saindo em direção à Guerreira (Santa Cita) pela N110. Percorremos a N110 até à segunda rotunda em direção da Estação dos Caminhos de Ferro pela ponte virando à direita e seguindo o caminho sobre o duto da EPAL, paralelo ao caminho de ferro até à antiga Fábrica da Resina. Viramos à direita e pouco depois à esquerda na N110 que percorremos até Tomar passando por São Lourenço onde encontramos a sua fonte, Capela (1518) e o Padrão de D. João I (Séc. XVI), entrando de seguida em Tomar.



GeoRibatejo


 

 

Additional Hints (Decrypt)

Envm

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)