Skip to Content

<

Fornos de Cal/ Caleiras

A cache by mhba Send Message to Owner Message this owner
Hidden : 10/28/2017
Difficulty:
1.5 out of 5
Terrain:
1.5 out of 5

Size: Size: small (small)

Join now to view geocache location details. It's free!

Watch

How Geocaching Works

Please note Use of geocaching.com services is subject to the terms and conditions in our disclaimer.

Geocache Description:

Fornos de cal das caleiras da escusa


Conservam-se na Freguesia de S.Salvador da Aramenha testemunhos de dezanove fornos de cal. Deste importante conjunto, nove fornos agrupam-se a mil metros a SE da povoação da Escusa. Muito próximo uns dos outros, casos há em que o capelo de um se une ao de outro, estes nove fornos e respetiva frente de corte (caleiras) marcam indelevelmente a paisagem da Serra de S.Mamede, como testemunhos de uma atividade milenar, só interrompida há pouco mais de vinte anos.

Não se pode com segurança datar o início da extração e transformação dos calcários no concelho de Marvão, contudo, a grande proximidade das ruínas da Cidade Romana de Ammaia (menos de dois mil metros) poderá, de alguma forma, justificar o início da exploração de cal nesta região. A presença, várias vezes confirmada, de materiais de construção romanos nas imediações dos fornos da Escusa, embora não sejam, por si só, suficientemente justificativos para fazer remontar a esses tempos a sua origem, poderão, de alguma forma, dar consistência à hipótese anteriormente formulada.

Vários documentos, sobretudo setecentistas, referem com insistência que no interior das grutas que se abrem nos calcários desta freguesia foram encontrados diversos materiais romanos. Junto à célebre Cova da Moura, também nesta freguesia e no mesmo contexto geológico, por variados autores conotada como consequência da mineração romana, encontram-se restos de um forno de cal, idêntico aos que ainda em relativo bom estado se conservam nas imediações da Escusa.

Esta cache pretende dar a conhecer os 19 fornos de cal existentes e o seu processo de funcionamento.

Este tipo de indústria caiu em desuso a partir da decada de sessenta do século passado, pelo que só algumas pessoas mais antigas é que se lembram da forma como todo o processo se desenrolava.

A matéria-prima utilizada neste processo era a pedra que se explorava nas caleiras junto aos fornos.

Nas próximidades dos fornos é possivel ver os locais onde se explorava a pedra e também restos de cal espalhada no chão.     

A pedra era colocada no interior do forno de forma a que ficasse no fundo um espaço vazio que funcionava como fornalha onde era aceso o fogo alimentado a lenha que aquecia a pedra transformado-a em cal.

Para iniciar a extração da cal do interior do forno era necessário esperar mais de uma semana para que a temperatura baixasse o suficiente para permitir a entrada.

A cal era retirada consoante a necessidade e no caso de existir ameaça de chuva era montada uma cobertura no forno para evitar a entrada de água.

Mais informações em http://www.cm-marvao.pt/pt/historia-e-patrimonio/monumentos/13-turismo/81-fornos-de-cal.

  

Cache

Não é necessário remover qualquer pedra, devemos conservar o nosso património.

Additional Hints (Decrypt)

Pnfgnaurveb pragraáevb

Decryption Key

A|B|C|D|E|F|G|H|I|J|K|L|M
-------------------------
N|O|P|Q|R|S|T|U|V|W|X|Y|Z

(letter above equals below, and vice versa)



Return to the Top of the Page

Reviewer notes

Use this space to describe your geocache location, container, and how it's hidden to your reviewer. If you've made changes, tell the reviewer what changes you made. The more they know, the easier it is for them to publish your geocache. This note will not be visible to the public when your geocache is published.